PES 2016 confirmado a 1080p na Xbox One

PES1

Apesar de estar de férias, resolvi escrever esta notícia por achar que era relevante o suficiente para não a deixar passar. É que PES 2016 na Xbox One não será a 720p como previsto, mas sim a 1080p.

PES1

Quase dois anos depois de as consolas terem sido lançadas, termos um jogo anunciado a 720p para a Xbox One não é algo normal.

E claramente, como facilmente se perceberá, essa seria uma situação completamente anormal, especialmente quando o jogo em questão é PES, um jogo de futebol que, nem de longe, nem de perto, explora as capacidades totais da consola.

O grande problema do jogo passava pelo novo Fox Engine e pelo facto de o mesmo não estar minimamente preparado para  lidar com a eSRAM da Xbox One, algo que nesta fase parece estar ultrapassado uma vez que Adam Bhatti, Product Manager de PES para a Europa afirmou no Twitter exactamente isso.

Esta situação tinha já sido referida em tempos, mas de forma completamente não credível. Na notícia original de 3 de Junho era referido que a mudança se devia a um novo SDK que tinha permitido passar texturas de baixa resolução para alta resolução, e como tal subir a resolução para 1080p. Uma situação completamente ilógica uma vez que não só o jogo usa as mesmas texturas que a versão da PS4, como pelo facto de texturas de baixa resolução não serem factor impeditivo de se subir a resolução, especialmente quando o re-escalamento para 1080p acontece sempre, independentemente da resolução original.


Tal justificação levou a que poucos websites dessem credibilidade à notícia que agora surge novamente, e curiosamente, mais uma vez, envolta em informação errónea. Não fosse o Twitter de Adam Bhatti e muito certamente a nova notícia cairia novamente em descrédito.

O motivo? O facto de, sem existir qualquer fonte que confirme a situação, o título da notícia, e o título apenas, indica que tal se deveu a um novo SDK que inclui o DirectX 12, não havendo qualquer referência oficial a essa situação.

Ora o DirectX 12 não é uma pílula mágica que resolve o problema com o Fox Engine não conseguir lidar com os 32 MB da eSRAM. Tal resolução implica alterações ao motor que podem ter sido efectivamente facilitadas com novos SDK, mas dificilmente tal será devido ao DX 12. Aliás mesmo as equipas internas da Microsoft não vão lançar os seus próximos jogos (Forza 6 e Halo 5) a usar o DirectX 12, pelo que é no mínimo questionável se as equipas Third Party já possuem acesso a um SDK com o DX 12 à tempo suficiente para que os seus jogos beneficiem dele. E se isso acontece porque motivo os jogos First Party não tiram partido dele?

No entanto, independentemente da razão, perante a notícia dos 1080p em PES é lógico pensar-se que as limitações encontradas por este motor estão ultrapassadas, pelo que se poderá extrapolar que MGS: The Phantom Pain beneficiará igualmente das melhorias. Falta saber se a 1080p ou se a performance ditará apenas os 900p. Mas uma coisa será certa, os 720p, completamente desproporcionados, deverão estar fora de hipotese.

Publicidade

Posts Relacionados