Pesquisadores descobrem que usando os Google Glasses saber um pin de um tablet é algo simples.

Achas que teres um pin no teu tablet ou smartphone é uma segurança? Pois bem, certifica-te que quando o introduzes nenhuma câmara está focada em ti, pois mesmo que não veja o ecrã, ela consegue saber o teu pin.

GoogleGlassVSiPad

Alguns investigadores da universidade Massachusetts Lowell desenvolveram uma técnica para surripiar códigos pin de smartphones e tablets.

Para isso usam uns Google Glasses, alguns smartwatches Samsung Gear, iPhones e câmaras HD de baixo custo, que usam em associação com um algoritmo que permite que visualizando apenas os contornos do tablet se estime a zona do ecrã onde a pessoa está a tocar. O que quer dizer que não é necessário visualizar-se o ecrã.

Este software foi desenvolvido pelo professor Xinwen Fu e alunos e segue a posição dos dedos face à posição do tablet/smartphone. O algoritmo tenta identificar o aparelho em questão usando uma livraria de imagens de referência para ter noção das suas reais dimensões e melhor localizar as posições dos dedos.



A forma mais discreta de se obter é usando os Goggle Glass. Dado que o usado são óculos não há percepção que alguém está a apontar uma câmara para filmar o ecrã, e no entanto ele está a ser filmado por algo com qualidade mais do que suficiente para a tarefa em questão.

A equipa conseguiu detectar pins a distâncias até 3 metros em 83% das tentativas, um valor que sobe para 90 metros com posterior correcção manual. A filmagem obtida com a câmara de um smartwatch Galaxy Gear teve aproximadamente o mesmo nível de sucesso.

No entanto o aparelho usado é irrelevante. Qualquer video que capte alguém a introduzir um pin pode ser submetido ao algoritmo. Por exemplo, um iPhone 5 conseguiu detectar o pin a distâncias de 3 metros em 100% das vezes, e uma câmara HD da Logitech com um custo de 72 dólares revelou ser capaz de detectar os pins a mais de 45 metros de distância.

A equipa estima que o algoritmo eventualmente poderá detectar passwords até 8 caracteres e introduzidas no teclado QWERTY em 80% das vezes.

Daí que já sabes. Na dúvida… tapa o ecrã! 🙂

E quanto aos fabricantes, está na hora de o teclado de introdução de pins passar a meter os números aleatoriamente no ecrã.

 



Posts Relacionados