Phil Spencer clarifica as suas palavras sobre os upgrades da Xbox One

Nunca é bom quando um responsável de uma empresa não é claro naquilo que diz. No entanto Phil Spencer tem a hombridade de admitir quando diz disparates, e é isso que o distingue de muitos outros.

Sábio é o ser humano que tem coragem de ir diante do espelho da sua alma para reconhecer seus erros e fracassos e utilizá-los para plantar as mais belas sementes no terreno de sua inteligência.

Augusto Cury – médico, psiquiatra, psicoterapeuta, doutor em psicanálise, professor, e escritor brasileiro

—-

Phil Spencer é o responsável pela Xbox One. Mas acima de tudo é um Gamer e é… um ser humano. E erra!



No entanto Phil reconhece quando erra, e é isso que, mais uma vez o distingue.

Dado que hoje publicamos aqui um artigo sobre as suas declarações relativas ao upgrade da Xbox One, não há timming melhor que o próprio dia para rectificar as mesmas.

Na apresentação de Pirmavera que a Microsoft organizou e da qual falamos na notícia da manhã, Phil Spencer deu a entender a possibilidade de uma inovação no hardware mais rápida para a consola Xbox, e que criou uma certa apatia nos fans da XBox.

Mas agora Spencer veio explicar melhor o que queria dizer, reconhecendo, acima de tudo, que como humano que é, também diz disparates que acabam por ser mal interpretados.

Começamos esta discussão a 15 de Janeiro e estou sempre a receber feedback da comunidade gamer pc. Alguns tem vindo a dizer “mantenham-se fora daqui. Phil és um idiota”. Eu leio os Tweets e à vezes digo coisas que não são as mais inteligentes de se dizerem, mas eu ouço. E posso dizer isto: Somoa a Microsoft: Fizemos o Windows: O sucesso do gaming no Windows é incrivelmente importante para nós.

Phil Refere ainda sobre o Steam

O sucesso do Steam no Windows é incrivelmente importante para nós. Eles são um dos mais importantes criadores de software que temos no Windows. Penso que ter a Microsoft a levar a sério os jogos no PC é um esforço estratégico para nós que é bom para o Windows Gaming.

Quanto à questão dos upgrades, eis as palavras de Phil



Na apresentação queria levantar-me e falar da nossa visão, que é a longo prazo. As pessoas perguntaram-me já: Vão fazer outra consola? E eu respondo que espero que sim. Mas porque digo que espero que sim, e porque não digo apenas SIM? Estou num trabalho onde me baseio em decisões baseadas na realidade de hoje. Nem sempre posso prever o fututo. Mas se pensar na nossa estratégia, então estamos prontos, a estratégia é uma visão a longo prazo que inclui multiplas gerações de hardware tanto na consola como no PC.

O Feedback que recebo… Se eu vou abrir a consola e começar a fazer upgrade a pelas individuais? Esse não é o plano. Há algo de muito especial sobre o que se passa numa consola. É uma espécie de electrodoméstico. Que se liga à TV. Funciona mal se liga. Não é algo que se venda com uma chave de parafusos para abrir.

O que quero dizer +e: As inovações no hardware acontecem, querem que as pessoas as acolham no espaço consola, e torna-las disponíveis, e talvez não ter de esperar sete ou 8 anos para que isso aconteça. Mas agora, obviamente que não estamos a anunciar novo hardware. Estou feliz com a consola que temos, e a plataforma que criamos em cima dessa consola, e a constante inovação e os jogos que existem. Mas como uma afirmação de longo prazo, quero garantir que as pessoas entendem o que estamos a fazer é bom para a consola, para além de ser bom para o PC.

Parece agora claro que a ideia da Microsoft não é lançar novas consolas a curto prazo, mas sim diminuir o espaçamento de tempo entre o lançamento de consolas, sem quebrar o suporte à que já existe.

E essa situação nada tem de polémico.

No entanto Phil Tem de ter cuidado com as palavras. O passado da Microsoft nesse sentido está cheio de más escolhas de palavras, e o mercado reage sempre que novas “asneiras” saem a público.

Seja como for, é por estas situações, e estas posturas que demonstram que Phil é acima de tudo um Gamer como nós, e é pela clarificação de situações e hombridade de admissão de erros, que tenho uma séria admiração por este senhor.



Posts Relacionados