Phil Spencer confirma o que sempre dissemos: DirectX 12 não será uma diferença grande para a Xbox

Ao longo dos tempos temos vindo a afirmar em vários artigos que a Xbox One já possuía implementado o núcleo daquilo que é o DirectX 12, e que como tal os ganhos com ele serão pequenos. E agora Phil Spencer confirma-o!

Phil Spencer decidiu esfriar um pouco as expectativas exageradas que se estavam a criar em torno do DirectX 12 na Xbox One, especialmente após alguns programadores terem vindo a público referir que este poderia dobrar a eficiência do GPU da consola, apesar de outros apresentarem ganhos bem mais conservativos.

Assim, para uma ideia mais realista, do que se pode vir a ganhar com a consola, Spencer respondeu a uma questão que o questionava sobre se o DirectX 12 poderia alterar o panorama da consola:

 

Traduzindo, Phil refere que o DX 12 irá ajudar os criadores na Xbox One. Não será uma grande mudança, mas irá desbloquear mais capacidades para os programadores. E efectivamente, como o slide da Microsoft que se segue, e que já foi várias vezes aqui publicado mostra, ainda há algumas pequenas situações por implementar que trarão ganhos de performance adicionais.

Apesar de neste aspecto a realidade ser conhecida desde sempre pois como afirmado pelos criadores da consola, o DirectX 12 é consequência do conseguido no API da One, é curioso como com Spencer a imagem da Microsoft se alterou radicalmente. Passou de uma empresa que queria impor as suas posições para uma empresa aberta e que ouve os seus clientes. O Kinect tão criticado, foi finalmente removido, e a empresa abandonou de vez a sua postura arrogante em que não era clara nas coisas para transmitir uma mensagem mais explícita e que finalmente é facilmente legível.

Ainda hoje publicamos um novo artigo sobre a Cloud, que finalmente, e graças a Spencer, se parece compreender e aceitar como podendo vir a ser uma realidade, e agora esta franqueza clara sobre o DirectX 12.

Sinceramente, com uma Microsoft honesta e clara, cada vez estou a gostar mais da minha Xbox One (Mas há que ressaltar que neste caso a Microsoft deixou isto bem claro desde o início e foram mais os fanboys a perturbar a clareza da mensagem do que outra coisa).

Infelizmente esta situação traz-me más memórias, pois mais uma vez, por sempre ter mantido a PCManias uma página isenta e honesta revelando desde sempre esta realidade, as acusações de fanboy foram a ordem do dia. Talvez agora se perceba que fanboys aqui não há! Apenas pessoas isentas e inteligentes, capazes de distinguir e discernir as coisas e que fazem o seu melhor para que as notícias sejam filtradas e cheguem a vocês com o maior realismo possível.



Posts Relacionados