Política da Microsoft leva 9 exclusivos Xbox One para o PC!

A política de apoio ao PC da Microsoft acabou por roubar os exclusivos à Xbox One. E com a adiamento de Scalebound, a Xbox One apenas conta com 3 grandes nomes verdadeiramente exclusivos para 2016.

A Microsoft desde à vários anos que promete apoio ao PC. Mas sem o fazer! Aliás a empresa tentou mesmo trazer o Xbox Live Gold para o PC sem sucesso!

Mas a empresa não desiste, e a ideia de um dia conseguir fazer os utilizadores PC pagar por uma mensalidade Live continua na mente da empresa, se bem que não para já!

Para já a ideia é melhorar o suporte ao windows, mesmo que isso signifique acabar com muita da exclusividade única, e consequentemente atrativos de compra, da Xbox One.

A Microsoft abalou já muito a confiança dos utilizadores Xbox com um lançamento desastroso, e a opção de agora levar para o PC aquilo que seriam exclusivos únicos da consola é, no mínimo, questionável quanto a ser uma boa medida para a consola, isto apesar de os utilizadores PC agradecerem.



No entanto a Microsoft confirmou já oficialmente a lista de exclusivos Xbox One criados pelos seus estúdios (ou em parceria com eles), que sairão igualmente para o PC em 2016. e Não são poucos.

  • Halo Wars 2 (Xbox One & Windows 10) – Inverno 2016
  • Fable Legends Open Beta (Xbox One & Windows 10) – Primavera 2016
  • ReCore (Xbox One & Windows 10) – 2016
  • Sea of Thieves (Xbox One & Windows 10) – 2016
  • Gigantic (Xbox One & Windows 10) – 2016
  • Killer Instinct: Season 3 (Xbox One & Windows 10) – Março 2016
  • Gears of War: Ultimate Edition (Windows 10) – Primavera 2016
  • Ori and the Blind Forest: Definitive Edition (Xbox One & Windows 10) – Primavera 2016
  • Cobalt (Xbox One, Xbox 360 & Steam) – Feb. 2, 2016

Estes eram jogos que noutras alturas seriam completamente exclusivos da Xbox One que deixam agora de o ser. Desta forma, com o adiamento de Scalebound, e a passagem para o PC de Recore, apenas ficam 3 grandes títulos como únicos da One: Quantum Break, Crackdown 3 e Gears 4.

Esta medida é apenas o início de uma nova ideologia, pois como a Microsoft já referiu, o futuro passa por unificar a Xbox com o PC… Pelo que podemos esperar ver mais jogos a passar para o PC. E Quantum Break, a julgar pelo passado da Remedy, poderá mais tarde ser um deles!



Posts Relacionados