Políticas da Microsoft estão a sentir-se nos EUA: Xbox One vende menos 890 mil consolas que a PS4 em 6 meses!

A falta de exclusivos e o anuncio antecipado de novas consolas estão-se a refletir nas vendas. E em apenas 6 meses a Xbox One vendeu menos 890 mil consolas nos EUA do que a Xbox.

Os erros na Microsoft nesta geração estão presentes desde o início da mesma. E apesar de a Microsoft não os repetir, a empresa parece estar sempre a procurar novos erros para cometer, pois mesmo 4 anos volvidos a consola ainda não está livre de polémicas e situações todos os dias discutidos nos media.

Nesse campo, 2017 não é uma excepção. Jogos previstos para este ano como Scalebound, e que se viram cancelados, levaram a uma seca total de exclusivos AAA nos primeiros 6 meses do ano. Uma seca que, pelo que foi mostrado na E3 não se prevê que se altere até finais de 2018!

Quer se queira quer não, este tipo de situações cria uma percepção no mercado que traz consequências, e a imagem que ao longo do tempo e de todas estas situações passa aa Xbox não é positiva. Felizmente os erros tem vindo a ser contrabalançados com descidas de preços e promoções da Xbox One S, bem como boas medidas que agradam aos fans como a retro-compatibilidade e o Game Pass, que tem compensado outras situações, e evitando o desfasamento nas vendas dos EUA, o país que tem vindo a segurar a Xbox One.

No entanto, o inevitável está a acontecer, e o fosso entre as vendas das duas principais consolas está a aumentar. Isso era uma realidade já em todo o mundo, mas que agora se começa a fazer sentir nos EUA, país onde se prevê que nos próximos meses alcance um milhão de consolas de desfasamento de vendas criado só este ano.



Se analisarmos o passado, podiamos ver que este era o único mercado onde as vendas nesta geração eram até agora relativamente equilibradas (apesar de a vantagem, mesmo que por apenas alguns milhares ter estado basicamente sempre do lado da PS4).

Mas perante a realidade atual, de acordo com a NPD, o fosso nas vendas criado nestes primeiros 6 meses foi de 890 mil consolas. E as vendas decaíram ao ponto de em Julho a Xbox One apenas ter sido a quarta consola mais vendida (Switch, PS4 e 3DS ocuparam as restantes posições).

O fosso foi ainda pior nas vendas de software onde os valores da Xbox não são indicados, mas que serão sempre piores aos do terceiro classificado, mostrando assim valores que se podem considerar como preocupantes!

Software: PS4: 2299K (+52.0%) – Nintendo Switch: 736K – 3DS: 384K (-49.2%)

Mas vamos esquecer o software sobre o qual não temos muitos mais dados. Eis a lista de vendas de hardware das duas consolas concorrentes nos primeiros seis meses do ano:

Vendas 2017 Playstation 4 – EUA

  • January: 210,665
  • February: 398,407
  • March: 396,726
  • April: 206,247
  • May: 187,182
  • June: 381,196
  • July: 217,000

NPD



Vendas 2017 Xbox One – EUA

  • January: 157,545
  • February: 215,418
  • March: 243,514
  • April: 109,950
  • May: 109,130
  • June: 153,389
  • July: Between 110,000 and 120,000

NPD

Gráfico de diferencial de vendas

NPD

 Naturalmente esta quebra nas vendas tem explicações: O cancelamento do maior jogo previsto para este ano, a ausência de jogos first party de qualidade nestes primeiros 6 meses do anos, e uma nova consola coberta por um tremendo marketing.
No entanto há aqui dados que são claros. O maior pico de diferenças de vendas coincide com o lançamento de Horizon Zero Dawn, um exclusivo PS4, e os restantes maiores desfasamentos com lançamento de outros exclusivos como Crash Bandicoot N’Sane Trilogy e Persona 5.
É certo que temos aqui de dar o desconto de que muitas pessoas estarão à espera da nova consola da Microsoft. Mas a forma como a Microsoft tem gerido a publicidade da mesma, com anúncios demasiadamente empolgantes e prematuros, é em parte responsável por esta quebra. E isso quer dizer que no que toca a vendas e a manter no final de 2017 a distância para a PS4, este poderá vir a ser uma grande tarefa para a Microsoft.
Será que a Microsoft vende mais 1 milhão de consolas do que a Sony com a sua X recuperando este fosso? Vamos aguardar para ver, mas se a Microsoft terá a performance do seu lado, a Sony terá os exclusivos. E como os dados de cima mostram… estes vendem consolas e bem!
Recorde-se que o lançamento da PS4 Pro apenas afectou as vendas da PS4 nos dois meses anteriores ao seu lançamento, e isto porque a consola foi anunciada num timming bem inferior ao usado pela Microsoft exactamente para que isto não acontecesse.

 



Posts Relacionados