Ponto de viragem alcançado no combate ao Alzheimer e Parkinson

Um novo composto químico parou completamente a doença de Alzheimer em ratos durante uma recente experiência na Universidade de Leicester.

Médicos

A evolução da ciência e diminuição dos custos de hardware cada vez mais complexo e potente permitiram aos cientistas da Universidade de Leicester usaram em ratos um tratamento para bloquear o processo que leva a uma doença degenerativa do cérebro, e que se revelou completamente eficaz revelando-se um acontecimento histórico na luta contra as doenças como o Parkinson e o Alzheimer.

Os ratos possuíam a doença de Prion, o semelhante animal mais próximo das condições neurodegenerativas humanas, e foram tratados por um composto que funciona ao inibir uma enzima chamada PERK que consome a barreira protectora das células cerebrais que leva à sua morte. Removendo o PERK dos animais curou-os da sua doença cerebral.

O professor Roger Morris acredita que a sua equipa ficará na história ao descobrir este ponto de viragem na pesquisa por remédios capazes de controlar e evitar a doença de Alzheimer.



Apesar desta marco histórico, uma cura para este tipo de doenças está ainda a mais de uma década de aparecer. O composto em causa é conhecido por possuir vários efeitos colaterais nos humanos como pesadas dores de cabeça e perda de peso. No entanto é um primeiro passo fundamental e histórico na reversão e cura da doença.



Posts Relacionados