Possuidores da Xbox 360 estão hesitantes em passar para Xbox One. 59% não a compraria nem a 399$.

Um inquérito realizado aos gamers mostra que o Gaming está em crescendo. Mas o dado mais curioso é perceber que 79% do total de gamers que ainda não fez a mudança não estão interessados na Xbox One, mesmo a 399 dólares. E dentro desses 59% são possuidores de Xbox 360.

Quest1

A Dealnews fez um inquérito muito interessante sobre o estado actual do gaming. O estudo abrangeu o mercado Americano, um mercado até ao momento dominado pela Xbox, motivo pelo qual esta consola teve incidência principal no inquérito.

Do inquérito/estudo constata-se situações curiosas. Vamos analisa-las.

quest2



A maior fatia do mercado usa o computador para jogar, o que demonstra um aumento do interesse no PC como máquina de jogos. 11% jogam em consolas Nintendo, smartphones, tablets ou outros aparelhos, e 50% usam consolas.

Desses 50% 26% usam a Xbox 360 e/ou a Xbox One, e 24% a PS3 e/ou a PS4. Esta percentagem semelhante é um dado curioso face à esmagadora maioria de consolas Xbox deste mercado e que parece demonstrar que a Playstation, apesar de não dominar o mercado, possui utilizadores mais activos no uso da consola.

O inquérito revela ainda que apenas 42% dos entrevistados e que jogam em consolas, já passou para a nova geração, com 58% ainda por mudar.

Quest3

Mas é aqui que se dá o dado mais curioso. Apesar de o questionário me parecer mal feito pois deveria incluir a mesma pergunta relativamente à PS4, a realidade é que deste mercado 79% referiu não estar interessado na Xbox One, mesmo após a descida de preço para os 399 dólares.

E mesmo dentro dos possuidores actuais da Xbox 360, 59% não se mostram interessados na nova consola da Microsoft.

Como já referi este questionário parece-me, no mínimo, incompleto. O motivo é que deveria questionar os utilizadores sobre se a PS4 é uma alternativa que lhes interesse, de forma a sabermos se estes utilizadores não estão interessados na Xbox One porque preferem a PS4, ou se pura e simplesmente não pretendem fazer qualquer mudança de geração enquanto os preços não descerem.

Daí que não há muito o que concluir destes dados. Mas não deixam de dar o que pensar!

O estudo pode ser visto aqui.



Posts Relacionados