Pré reservas de Call of Duty caíram 40% face ao ano passado

Analistas da Indústria verificaram os dados de pré-vendas e dizem que o jogo já passou à uns tempos o seu pico máximo, estando agora em queda.

CallofDuty -Advanced Warfare

Sempre que um novo jogo da série Call of Duty é lançado as pessoas queixam-se que a série está esgotada e que não evoluiu como deve de ser.

No entanto até hoje a série sempre rendeu o suficiente para dar lucro, apesar de as análises demonstrarem que efectivamente a mesma está em queda ao referirem repetição, falta de originalidade e quebrando as notas de ano para ano, e quebras de vendas.

Segundo a CVG, a empresa Cowen and Company sugere que as pré-reservas do jogo para a sua mais recente versão cairam em 40% face aos valores obtidos no ano passado com COD: Ghosts, e 70% face ao ano anterior em Black Ops 2.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Os analistas assumem assim que é prudente assumir que a série já passou o seu pico e que está em queda.

Nós aqui na PCManias não somos analistas, mas fazemos parte da comunidade que compra este tipo de jogos. E sinceramente não vemos a coisa de forma tão linear. A saturação de um jogo que sai todos os anos é normal, e as quedas de vendas parecem lógicas. Mas daí a presumir que elas não possam voltar a subir, ou até manter-se, parece um pouco algo dito sem verdadeiramente qualquer dado concreto para consubstanciar a afirmação.

Assassins Creed era um jogo igualmente em queda, e que com Black Flag viu a série ser rejuvenescida. Os videojogos mexem com paixões e momentos, tornando-se difícil prever de forma linear estas situações. Essa é pelo menos a nossa opinião.

COD: Advanced Warfare parece ser dos melhores jogos da série dos últimos tempos. E apesar de as pré-reservas poderem ter sido mais baixas, as vendas poderão surpreender. Afinal ninguém é obrigado a comprar no primeiro dia.

E vocês o que acham? Poderão as vendas do novo COD surpreender?

Fonte: TotalXbox

Publicidade

Posts Relacionados