Primeiro processador fotónico foi demonstrado

O ano de 2015 foi cheio de inovações, mas este processador termina o mesmo com um estouro.

A tecnologia não parou e 2015 foi um ano que, à semelhança do que tem vindo a acontecer, foi cheio de inovações. No entanto a Universidade do Colorado acabou o ano com um estouro.

E porque motivo? Porque estes cientistas mostraram o primeiro processador perfeitamente funcional a funcionar com luz em vez de electricidade!

O Desing não é no entanto totalmente fotónico, mas os seus 850 elementos opticos dão-lhe uma largura de banda que torna os melhores processadores do  mundo como “modestos”. Estamos a falar de 300Gbps por milimetro quadrado, o que é entre 10 a 50 vezes mais do que o que se consegue actualmente obter. E tudo graças à substituição dos circuitos tradicionais por outros ópticos sempre que tal foi possível.

Não estamos no entanto a falar de um supercomputador. É um Dual Core com 3mm por 6mm, mas o que fascina é o potencial para melhorias sem se ter de re-descobrir a roda, e mais ainda, há enorme espaço para optimização.

Publicidade

Posts Relacionados

Readers Comments (3)

  1. Eita.. Tipo como se consegue nesssa escala tao reduzida. Tens alguns links confiáveis sobre o tema??

Os comentarios estao fechados.