Primeiro telefone da Jolla com o OS Sailfish possui novidades interessantes.

O primeiro telefone Jolla a correr o sistema operativo Sailfish foi revelado. E possui algumas novidades interessantes.

Sailfish

O telefone da Jolla está disponível numa grande variedade de cores. Até aqui nada de novo, não fosse o facto de o sistema operativo ser ajustável às cores da capa, adaptando-se de forma a criar uma simbiose com o exterior. Este ajuste é automático e deve-se à presença de um pequeno chip NFC nas capas e no smartphone que obtém a informação sobre como se adaptar.

Mas mais do que uma mudança de cores as capas podem oferecer conteúdo. Assim uma capa com uma temática relacionada com uma banda musical poderá conter ringtones da banda que poderão ser usados no smartphone enquanto a capa estiver presente. Mas basicamente a capa pode mudar a totalidade das funcionalidades do telefone. É uma personalização levada a um extremo nunca antes oferecido com o desbloqueio de conteúdos, a instalação de aplicações adicionais e uma série de outras situações. Só não foi referido quais os limites existentes, mas é certamente uma novidade absoluta que permite a terceiros oferecer muito mais do que uma mera capa.

Quanto ao hardware do smartphone este ainda não é final. Sabe-se apenas que terá um processador dual core, uma câmara de 8 Megapixels com flash LED na traseira e uma câmara frontal.



Mhz, resolução de ecrã e outros detalhes, não estão ainda decididos, sabendo-se apenas que a resolução do ecrã será HD.

O sistema operativo Sailfish poderá correr aplicações Android. Muito certamente não poderão ser descarregadas da Google Play mas de uma loja paralela, mas a compatibilidade é garantida.

O preço do telefone será de 399 euros. A pré reserva custa 100 euros e dá direito à devolução do dinheiro quando o telefone for lançado, a uma edição limitada do telefone, uma capa exclusiva e uma t-shirt.

 

 

Jolla split

 



Posts Relacionados