Problema do Note 7 provavelmente não estava na sua bateria, mas sim no seu design agressivo!

Este não é um relatório oficial da Samsung, mas sim de uma empresa particular que se dedicou ao estudo do problema. E a conclusão é que a bateria não tinha problemas, o design do telefone é que tinha!

Como se explica que mudando a bateria do Note 7 por outra de outro fabricante, o mesmo tenha continuado a explodir?

Certamente isso exclui a bateria como real causa do problema, não?

Essi foi a conclusão a que um estudo independente chegou, e o seu estudo baseou-se exactamente nessa realidade. Se o problema era da bateria, a troca por outra de outro fabricante teria resolvido o problema, e como sabemos, não resolveu!

O que se passou então?

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Bem, segundo esta empresa, a culpa foi do design agressivo da Samsung. E em que consistiu esse design agressivo?

Basicamente no facto que, querendo um telefone pequeno e fino, cheio de novidades tecnológias, a bateria ficou confinada a em espaço muito reduzido e sem respeitar as devidas margens de segurança. E como tal, quando aquecia não tinha como expandir, ficando comprimida e desta forma forçando a que os componentes interiores tocassem uns nos outros, explodindo!

Eis o desenho revelado por esta empresa que supostamente mostra essa realidade:

samsung_design

Segundo esta empresa, a margem mínima que deveria ser garantida em todas as direcções seria de 0,5mm, mas isso só acontecia em baixo, sendo que na lateral o espaço era de 0.3 mm e no topo ainda pior, sendo de 0,1mm.

A Samsung ainda não se pronunciou relativamente a esta conclusão desta empresa, mas o certo é que certamente irá analisar tudo o que foi dito, e garantir que nenhuma dessas situações volta a acontecer.

Publicidade

Posts Relacionados