Processadores ARM a 20 nm poderão atingir os 3 Ghz no próximo ano.

Os processadores ARM tem-se vindo a mostrar como alternativas poderosas e de baixo consumo. E eventualmente para o ano poderão atingir os 3 Ghz, o que os tornará alternativas mesmo para PCs de baixo custo.

exynos4

Mesmo a frequências baixas como 1,6 Ghz os processadores ARM já demonstram a sua potência, e o processador do Galaxy S4 é um bom exemplo de tal. Mas a TSMC e a GlobalFoundries acreditam que conseguirão produzir já para o ano processadores ARM capazes de tingir os 3 Ghz.

É certo que Mhz não é tudo, e falta saber as performances reais destes processadores. Mas mais importante ainda, uma vez que o que separa estes processadores do resto é o seu baixo consumo, saber até que ponto tal terá impacto em consumos de baterias.

Para conseguirem o que se propões, a TSMC e a GlobalFoundries planeiam usar um processo de 20 nanómetros, ou seja 8 nm menos do que o usado no Exybis 5410. Tal garantirá que os novos processadores serão mais rápidos, e térmicamente eficientes.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Numa altura em que a Intel resolveu produzir a sua própria oferta para este mercado, como será que estes novos ARM se portarão? O certo é que os processadores Baiy Trail da Intel mostram performances impressionantes, e o que se viu foi um processador destes a 1,1 Ghz a bater em cerca de 30% as performances dos actuais ARM topo de gama.

Ora sabendo-se que estes Bay Trail podem atingir os 2,1 Ghz, certamente a ARM terá mesmo de melhorar igualmente a eficiência dos seus processadores para se manter a par.

E com a concorrência só há um vencedor. O cliente!

Publicidade

Posts Relacionados