Programador da ID dá a conhecer que DirectX 12 da One é mais profundo que o do PC

ID revela de forma clara: O DirectX 12 do PC não tem a mesma capacidade da versão consola. E na sua opinião, usar o mesmo no PC é um erro!

O DirectX 12 é um API de baixo nível para PC e que traz as vantagens das consolas para o mesmo. No entanto, apesar de as vantagens estarem lá, o nível de optimização que é possível obter-se com ele no PC e na consola são diferentes!

Segundo Axel Gneiting o uso do DirectX 12 no PC acaba por ser um contra-senso, sendo que o Vulkan é uma melhor escolha uma vez que oferece performances semelhantes e não requer o uso de duas versões do API (DX 11 e DX 12) para o Windows 7 e 10.

Basicamente Gneiting diz que a escolha dos criadores que optam pelo DirectX 12 em vez do Vulkan “literalmente não faz sentido“. E isto graça às grande fatia do mercado que o Windows 7 ainda representa e à incompatibilidade do DirectX 12 com ele.

Foi neste sentido que Gneiting falou da consola Xbox One. Segundo ele o argumento de que programar para a Xbox One e para o Windows 10 se tornou mais simples graças ao DiretcX 12 é uma falácia pois caso se pretendam optimizações e performance máxima na consola torna-se necessário o uso de códigos separados dê lá por onde der.



Basicamente só abdicando das optimizações específicas da consola é que ambas as versões são iguais. Mas dada a necessidade de optimização de performances, ter o DX 12 ou não na consola e no PC, basicamente representa pouco.

Ou seja, ambas as versões são compatíveis, mas a versão da One é mais elaborada e mais capaz, indo ao metal do hardware da consola. E só abdicando dessas optimizações é que poderia haver vantagens no uso comum do DX 12.



Posts Relacionados