Protector de ecrã para iPhone acrescenta-lhe botões virtuais.

Pode parecer apenas um mero protector, mas acrescenta à frente do iPhone um botão de menu e outro de retrocesso, tal e qual o Android.

Quem troca de um Android para um iPhone a primeira coisa que nota é ausência do botão físicos de retrocesso. No iPhone é preciso ir ao topo da aplicação e carregar num botão de software. Da mesma forma para mudar de aplicação é preciso um duplo toque no botão Home.

Para quem vier de um Android é uma diferença significativa!

Mas eis o Sewell Refract Smart Glass Screen Protector, um protector de ecrã em vidro temperado para o iPhone 6 e 6S que custa 15$ na Amazon.Smart Touch Iphone 6S

No fundo este é um protetor como qualquer outro. Um pedaço de vidro que se coloca sobre o ecrã. E nem sequer tem qualquer tipo de botões ou alteração física visível face a um protetor normal.

Mas tal não é exatamente assim pois como a imagem demonstra, um toque nas partes lateral esquerda ou direita da parte inferior deste protetor ativa ou o botão de retrocesso ou o botão de menu, tal e qual no Android.

No fundo o que este protetor possui é uma ligação de condutividade entre as partes onde se encontrariam os botões e as partes do ecrã onde no iPhone por normal se encontram os pontos de toque que ativam estas funções. E isso quer dizer que não requer qualquer tipo de software para funcionar.

Naturalmente nem tudo são virtudes. A ligação está sempre ativa, e caso naqueles locais existam outras funções, elas são ativadas igualmente. E nas APPs onde nada em particular ali exista, um toque nas partes inferiores do telefone corresponde a um toque no ecrã.

Outro dos problemas é que no iPhone não há exatamente uma standarização relativa ao posicionamento dos botões virtuais de retrocesso e menu. O primeiro pode aparecer ou no topo ou na parte inferior do ecrã, e o botão de menu, nem sempre existe, o que quer dizer que estas funções se limitam a software standarizado.

 

Publicidade

Posts Relacionados