PS4 Slim suporta Wifi 5Ghz

Afinal a PS4 Slim tambem possui melhorias face à PS4 standard. E uma delas é no WiFi.

A PS4 Slim foi criticada por ser uma versão cortada da PS4 dado que esta não possui a saída óptica digital de áudio. No entanto sabe-se agora que a Slim tambem traz melhorias face à PS4 standard, sendo que o WiFi da mesma suporta agora frequências de 5 Ghz.

A revelação foi feita por uma das pessoas que já conseguiram deitar a mão à consola, e que prova o que diz com uma foto do manual. Eis a mesma:

O manual é bem claro na referência ao suporte, uma melhoria que se traduz em maior alcance e melhores larguras de banda.

 

Publicidade

Posts Relacionados

Readers Comments (45)

  1. Não dá para colocar isto num artigo devidamente bem feito pois até terça feira não tenho tempo para a pcmanias e os artigos já estão online.
    Mas aqui vai sob a forma de comentário.
    Rumores
    A PS4 neo terá uma forma semelhante a duas slim sobrepostas.
    A consola é pesada: 4.5 Kg (a PS4 pesa 2.8kg)
    A fonte é mais potente que a da PS4.
    A consola começou a ser produzida o mês passado.

  2. Depois do que conseguiram com o design da PS4 vir com essa e com esta… não obrigado. Sei que as versões slims geralmente apresentam cortes, mas isso já cai no exagero.

    • Respirar a opinião alheia é de suma importância, mas eu penso um pouco diferente de vc, no final compramos consoles pensando nos seus jogos lançados e a lançar e não pela sua aparência, concordo que a Slim não tem a elegância do modelo normal mas daí ter qualquer tipo de preconceito com algo que só se olha quando vai ligar/desligar e quando trocar o disco, bom penso diferente de vc.

      • Não tens smartphones de todas as formas e feitios, não tens TVs de todas as formas e feitios, colunas, portáteis, etc?

        Aqui é o mesmo. A consola não é uma máquina qualquer, é um aparelho da sala de estar – o design é importante. Não é o mais importante, de acordo, mas é importante.

        E neste aspeto há que dar mérito à Microsoft, que corrigiu os erros cometidos no modelo FAT e entregou uma versão slim muito bonita.

        A Sony poderia ter feito as coisas de outro modo, mas não quis. Começou por remover a cover gloss, do disco do modelo fat, e agora chega este modelo cuja única virtude é mesmo o tamanho.

        Lamento, mas acho que os consumidores e a consola mereciam mais atenção.

        • Independentemente de não achar o atual design da slim uma peste, concordo plenamente. A consola merecia um pouquinho mais de atenção.
          Mas a meu ver as slim da Sony, sempre pioraram o design face às originais.

  3. Luciano S. Carvalho 5 de Setembro de 2016 @ 10:20

    O console mais horrível e de mau gosto que já vi, o designer devia estar bêbado quando o desenhou, acho a PS4 original bonita e bem resolvida, porque não a mantiveram apenas diminuindo o seu tamanho.
    Olha como são as coisas, muitos disseram que o Xbox One lembrava um VHS, e agora esse PS4 Slim que lembra um Notebook antigo dos mais feios. Fico imaginando algumas pessoas tentando abrí-lo esperando encontrar uma tela lá dentro.
    Mas espera! A Sony não tinha encerrado a produção de Notebooks? Pelo menos desta década!

    • Escasavas era de insultar o designer (se é que houve um). A consola não é das mais bonitas, mas tem linhas atraentes e arrendondadas. É algo assim assim! Não considero particularmente bonita ou atraente, mas não a acho horrivel como referes.

  4. Muito bom, essa frequência elimina uma boa parte dos ruídos e torna a experiência sem fio muito mais parecida com o cabo de rede. Uma pena que a Sony está 3 anos atrasada, o Xbox One tem suporte ao Wifi de 5GHz desde a versão original…

    • realmente já tinha reparado que a minha xbox one apanha mais redes do que a PS4, mas nunca tive problemas de ligação com a PS4, pelo que os 5 Ghz só ajudam aqueles que estão em zonas muito problemáticas com muito sinal em simultâneo…

      • Ajuda em situações diversas, como por exemplo se o console está longe do roteador e o pior de todos, contra a interferência de telefones sem fio e outros aparelhos que trabalham na frequência de 2,4GHz. Também tem o plus da melhor velocidade. Na Wifi de 5GHz obtenho quase a mesma velocidade de navegação de quando utilizo cabo de rede. COm cabo é 100Mbps, na Wifi de 5GHz, média de 72Mbps. Faço meus downloads em velocidade muito alta. NA Wifi de 2,4ghz, dificilmente passo de 50Mbps.

    • Luciano S. Carvalho 5 de Setembro de 2016 @ 14:31

      Ou seja, nada de novo em relação a concorrência.
      Com esse “sucesso” em relação a quantidade de consoles vendidos, a Sony está mesmo a descansar na sombra da bananeira. Esse ano mesmo não haverá mais nenhum exclusivo AAA há ser lançado. Mais uma vez um Gran Turismo é adiado sem ter uma data definida, isso há poucas semanas de ser lançado, já virou tradição.

      • The last guardian
        Paragon
        Hellblade

        • Paragon e Hellbade são multiplataforma, não? Nem tinha me dado conta que pra essa reta final de 2016, The Last Guardian seria o único exclusivo AAA no Ps4… Isso é mau, não? Ainda mais levando em consideração que esse é um jogo que deveria ter sido lançado no PS3… Acho que esse final do ano a Sony deverá concentrar suas forças nos títulos VR…

          • Se fores por aí, então Paragon e hellblade são tanto multiplataforma como qualquer exclusivo Xbox. Sairão para PC, mas serão exclusivos consola na PS4.
            Mas sim, o VR deve ser o foco da Sony por agora.

          • Eu também não gosto da Ideia de não ter mais jogos AAA no final de ano, mas parece que as pessoas gostam de ignorar o ano como um todo.

            Sinceramente também não acho racional todos os jogos em curto espaço de tempo. Já que eles vão competir entre si e os multi.

            Minha lista para esse fim de ano

            -The last guardian;
            -Fifa 17;
            – final fantasy ou TR.

            Os 2 primeiros já são certos, mas se eu fosse realmente comprar todos dessa lista, iria gastar uns 800 reais.
            Será que realmente vale a pena lançar vários exclisivos no curto espaço de tempo do final do ano?

          • Até onde sei, Paragon e Hellblade nem AAA são. Paragon é o que a Epic queria fazer com Gears of War e graças a Deus a Microsoft não deixou. É um game 100% online ao estilo overwatch, esse que eu me recuso a chamar de AAA.
            No final do ano, as pessoas olharão para tudo que foi lançado e farão a seguinte conta:

            PS4:

            Rachet and Clank
            Uncharted 4
            No Man’s Sky
            The last Guardian
            Paragon
            Hellblade

            Xbox

            Quantum Break
            Recore
            Gears of War 4
            Forza Horizon 3
            Dead Rising 4

            Não difere muito na quantidade, é uma vantagem pro PS4, mas é o velho problema dos exclusivos do Playstation. Fora Uncharted 4 que tem multiplayer meia boca, e o Paragon que parece bem sem graça, todos os outros você zera uma vez ou duas e esquece na prateleira, com grande destaque para o fail gigante do jogo de explorar o centro do universo…. Eu garanto que haverão muitas pessoas jogando Gears 4 e Forza por um bom tempo, e isso faz parecer que esses exclusivos tem mais impacto.
            E sério, sem esse papo de que ninguém liga pra multiplayer por que só querem admirar a arte da campanha. Jogos ainda foram feitos para serem jogados.

          • Que listas tão mixurucas e incompletas (se fosse mesmo os exclusivos todos a diferença era bem maior).
            Mas se queres ir por aí, acrescenta só o The Tomorrow Children e o Detroit à lista pois estão previstos para 2016.
            Quanto à definição de AAA ela é tremendamente subjectiva.
            AAA é um termo que surge ligado à avaliação académica usada nos EUA e feita à base de notas de A a F e avalia q qualidade de um jogo face aos orçamentos de produção e publicidade, tendo o termo surgido pela primeira vez nos anos 90. Posteriormente o termo chegou ao publico que passou a deturpar o mesmo e a associar-lo a jogos que seriam top sellers.
            Mas por aí haveria tanto jogo que teria de deixar de ser AAA face às vendas de outros que nunca se designaram assim.
            O certo é que o termo possui uma definição complexa demais para poder ser usado livremente sem contestação.

          • @Fernando

            Bem, quando eu falei foi na questão de divisão dos lançamentos. a MS tem 4 jogos para ser lançado agora no fim do ano. Imagina cada jogo exclusivo a cada 4 meses? ganto que ela iria vender bem mais o ano todo.

            Enfim, se a MS acha melhor essa estratégia que siga assim.

          • A questão é que comprar 4 jogos requer perto de 240 euros. Um valor incomportável, especialmente na altura do natal.
            Mas 70 euros 4x ao ano, certamente muitos mais gastariam!
            Se compreender isto é difícil…

          • @Andrio

            Ela gosta tanto dessa estratégia que está repetindo o que fez em 2015, lembra do lançamento do Tomb Raider na mesma semana de Fallout 4?

            E em 2016 tem no mínimo BF1 e Watch Dogs 2.

        • Fora esses a nível de exclusivos tens Gravity Rush 2, World of Final Fantasy e Dragon Quest Builders (E deste estou muito à espera). E sem esquecer que este ano já tiveste Uncharted 4 e Ratchet e Clank.

          Tendo em conta o que aí vem, acho muito sensato a Sony ter adiado os títulos: Rise of the Tomb Raider, Titanfall 2, Battlefield 1, Call of Duty Advanced Warfare, Dishonored 2, Watch Dogs 2, Final Fantasy XV e assim por diante.

          Sem esquecer o PS VR. A venda de tantos jogos em conjunto acaba por canibalizar-se. É uma boa estratégia e eu este ano já tenho oferta mais que suficiente até ao Natal.

          Para quê exclusivos com esta oferta? Mais vale repetir a receita e lançar o resto nas outras épocas mais mortas em lançamentos, onde fazem falta – no inicio de 2017 chega Horizon, e vamos lá ver que mais é anunciado.

          • Então, a única época do ano em que vale a pena ter um PS4 é quando a Sony lança o AAA filho único. 2013, KIllzone SF, 2014 Drive club, 2015 The Order 1886, 2016 Uncharted 4.
            No resto do ano, o PC basta para tudo o que você gosta de jogar.
            Não acho que isso signifique alguma coisa, muita gente não gosta de jogar no PC, mas eu começo a achar válido o pensamento do Ennio por exemplo que se arrependeu de comprar consoles nessa geração. Imagina alguém que não gosta desses exclusivos que eu citei, ou pelo menos da maioria deles. Não é muito difícil de acontecer. Essa pessoa poderia ter montado um PC e tido a mesma satisfação.

          • So assim de repente e certamente numa lista incompleta, onde encaixas Infamous SS, Until Dawn, Ratchet & Clank, Bloodborne, Street Fighter 5, MBL The show, Disgaea 5, Knack, Little Big Planet 3, Final Fantasy XIV ou Star Ocean.

          • São tantas as teorias e após quase 3 anos os argumentos não mudam, alias mudam finalmente parece que aceitam que o Xone tem um hardware inferior ao PS4 sem o molho secreto, mas por outro lado os argumentos são os mesmo, console sem jogos, exclusivos meia boca, multiplayer meia boca, aparelho de pobre, vergonha enfim, vcs estão falando sobre jogos exclusivos, então fui olhar a definição desta palavra e para minha surpresa estas listas ai que vcs postam diminuem e muito, mas para piorar ainda mais a vida das pessoas que ama o Xbox praticamente não existe exclusivo neste console, dai me vem alguns “há mais o jogo é plataforma Microsoft” sim mas e conteudo exclusivo do console???
            Acho, só acho que esse papo de exclusivos nem devia mais ser citado aqui, é muita falta de coerencia para analisar as coisas.

          • Os consumidores também mal lembram deles na hora de comprar jogos, já viu quantas pessoas andam jogando Street Fighter 5?
            Existem vários jogos de Xbox que eu também não citei pela relevância.
            É sobre isso que eu to falando, no final das contas, as pessoas param para pensar no que é realmente relevante e como resultado está todo mundo jogando Battlefield, Call of Duty ou Fifa.
            Se existe um console onde os jogadores realmente levam muito em consideração os exclusivos na hora da compra, é o Xbox que tem milhares de pessoas todos os dias jogando Halo e Gears of War.
            Eu não conheço ninguém que se livra de um Halo 5, mas eu já conheço 3 que terminaram Uncharted 4 e passaram o jogo pra frente em forma de troca. Os próprios jogadores de Playstation preferem jogar Overwatch do que o Online de U4.
            Podem ficar ofendidos a vontade, mas jogos de Playstation ainda hoje, possuem prazo de validade semelhante aos jogos de PS1 e PS2, que após terminar a campanha, ocorre um rápido desinteresse.
            Esse é o ponto onde Halo 5 dá um banho na maior parte dos outros exclusivos. A quantidade de conteúdo extra, gratuito e a qualidade do multiplayer compensam cada centavo gasto, ainda hoje, quase um ano depois.

          • Bem, falando por mim.

            Agora não ando jogando pq o trabalhando puxa muito meu tempo, mas toda as vezes que tentei jogar SFV consegui de boa. O máximo que já esperei foi 1 minuto para encotrar partidas.
            Uncharted 4 é outro que toda vez que entro para jogar partidas online sempre tem gente.

            Enfim esse argumento do online até já sei de onde você tirou, mas deixa quieto.
            Agora só falta que a MS tem franquias no E-spots.

            Sobre vc ver pessoas passando para frente o uncharted, eu também vejo muita gente se desfazer dos jogos da MS. Principalmente em grupos de troca no mercado livre.

          • Bem pelo menos na PS4 ainda tens títulos onde se justifica jogar na consola, já na Xbox… nem se gostasse dos exclusivos justificaria comprar a consola, não achas? Afinal vai tudo para o PC e vai. Tens a certeza que não estás um pouco como o Ennio e arrependido de comprar a tua Xbox, no teu caso, quando mais valia comprar um PC? Afinal tens todas as vantagens e o live ainda por cima é grátis!

            Engraçado que quando discutimos isto, na altura em que a Microsoft revelou os seus planos para o DX12-PC, já vieste com argumentos válidos para a compra de consolas, não? Dizias que continuavam a ser baratas o suficiente face ao PC para compensar a compra. Mas agora de repente e porque acordas para contar exclusivos nos últimos 4 meses do ano (ignorando os restantes meses), já te convém falar que no caso da PS4, como nestes 3 últimos meses há mais multis que exclusivos, é melhor ir para o PC. A conveniencia muda muito a tua opinião Fernando.

            O pior de tudo é que o ano passado deu razão à Sony. Mais uma vez a Microsoft encheu a época festiva de exclusivos ao lado de gigantes como Fallout 4, e todos, sem excepção, venderam abaixo do esperado. Já no caso da Sony, os exclusivos que lançou mais tarde no inicio deste ano venderam acima do esperado. O que significa que a estratégia da Sony deu frutos e a da Microsoft nem por isso, sobretudo porque não fez nada pelas vendas da consola.

            Mas isto já foi discutido, já ocorreu e já se sabe por isso, estamos a falar nisto porquê?

            E só por curiosidade, que jogos da Microsoft de semelhante relevância ignoraste?

            É que a tua relevância também flutua ao sabor do vento, neste caso quando fechas um olho aos exclusivos da Sony e não avalias corretamente o seu valor (pudera, se nunca os jogaste).

    • Engraçado que na última E3 anunciaram algumas funcionalidades que já existiam no PS4, ou seja deixaram o One mais parecido com o PS4 no quesito software, nesse caso também não seria uma pena que a MS estava a algum tempo atrasada em relação ao PS4?

      Uma outra funcionalidade que não afeta a jogabilidade (que podem pensar que é besteira) e que não foi incluída no One Slim é a compatibilidade com HDMI-CEC. Funcionalidade que existe desde o PS3 Slim lançado em 09/2009(http://www.psdevwiki.com/ps3/SKU_Models) e que foi muito solicitada ainda na época do 360. Uma pena está há 7 anos atrasado, espero que incluam no Scorpion.. 🙁 🙁

      • Eu prefiro que eles se importem com alguma coisa relevante como suportar uma tecnologia mais avançada de conexão de rede e controles sem fio para melhorar a experiência de jogo do que HDMI-CEc…
        Mas se tem gente que prefere compartilhar screenshot no Facebook… Então cada um com suas prioridades.
        Aposto que 9 entre 10 pessoas não sabem pra que server HDMI-CEC.

        • Para quem não sabe HDMI-CEC é uma funcionalidade do padrão HDMI que você pode controlar equipamentos utilizando um único controle remoto.

          É uma boa opção para você não ter aquela coleção de controles IR na mesa de sua sala, já que somente 1 pode controlar os demais aparelhos. Quando você liga o PS4 o teu Home e TV automaticamente ligam. Também é bom no quesito economia já que quando vc desliga um aparelho os demais são desligados e cada aparelho compatível pode ser configurado se usa o recurso ou não.

          É como disse, não afeta a jogabilidade e podem achar que é besteira, porém é um recurso útil, presente em modelos de diversas marcas de produtos eletrônicos.

          Se parece não ser um recurso interessante então não sei o porquê dos pedidos desse recurso nos consoles Xbox.

          Quem desdém geralmente não conhece.

          • E aja procurar essa função no One, ela é muito útil pois é só ligar o console que a TV também liga, fora que quando desligamos a TV o console também desliga, achei legal, pensei que o One tivesse essa função pois até o PS3 tem, que vergonha em.

        • Bem que você falou lá em cima Fernando,depois que conheci a série Halo não consigo parar de jogar e estou ansioso para a vinda do halo 6 de tanto que a história desta série me puxou,conheci no One e descobri que no outro lado da moeda existem jogos brilhantes e Halo para mim bate a série Uncharted,tanto que após concluir a série no Halo 5,a minha vontade de adquirir um ps4 simplesmente desapareceu.Aonde esta série estiver o meu console será este.Não desmereço a Sony e nem suas IPS,pois são muito boas.Mas a e 343i deixou um legado para os fãs que é impossível não querer jogar.Como falo minha opnião,pois tem muita gente que gosta de God of War,mas eu simplesmente não gosto e acho que o Zero Daw vai ser flop,pelo menos pra mim.Pois vi os videos e achei o jogo muito linear e repetitivo,opniões são opniões,foi o que eu senti.Ao contrário de Days Gone.Quem tem PS4 se diverte e quem tem um Xbox se diverte tambem.

          • Que!!!! Jogo de mundo aberto linear?????? Repetitivo, que?????? Nossa amigo surpreendeu esse teu comentário, muito boa essa forma como vc vê as coisas, falo porque vc jogou a série Halo toda nos últimos tempos e não a achou repetitiva, mas sim Horizon que é um jogo linear de mundo aberto (na sua opinião).
            Eu ao contrário de vc prefiro muito mais Uncharted, Tlou e Gow que Halo e Gears, mas gostos não se discutem né, e Horizon que aliás na equipe que o produz está alguns ex integrantes de Witcher 3 aparenta ser um dos principais jogos de 2017. Mas é de se respeitar a sua opinião.

          • Você achou o jogo muito linear e repetitivo ou somente viu praticamente os mesmos vídeos do mesmo local?

          • É uma opinião e tens direito.

            Eu por meu turno não passo sem Uncharted e o inevitável The Last of Us 2.

            Sobre Horizon, acho que é o que o Lívio disse, deves ter-te fartado de ver vezes e vezes o mesmo vídeo. Essa é a tua impressão inicial, mas várias impressões iniciais de outras pessoas apontam para um grande jogo, tencicamente soberbo e absorvente como todos os grandes jogos o devem ser.

        • Ahh tá, suportar uma tecnologia mais avançada de conexão de rede é ótimo, Como se só bastasse do One/PS4 para usufruir disso. Infelizmente nem todos os roteadores suportam os 5GHz e os que fazem isso são mais caros.

          • Vocês usam wifi nas consolas ou PCs?
            O wifi cá de casa só serve para os tablets e smartphones, bem como para o meu sistema de videovigilancia. De resto porque acrescentar lag, cortar largura de banda ou colocar uma qualidade de sinal variavel nas minhas ligações e experiencia de jogo? Dado que uma powerline coloca rede em qualquer tomada onde se pode ligar um cabo, evitando cabos pela casa, eu tenho todas ligadas por cabo. Só há cabos da powerline aos aparelhos ou routers.

          • Bom respondendo a pergunta do Livio,assiti somento o video exibido na E3 eu acho e achei sim o jogo repetitivo demais.Antes do video apresentado,fiquei no aguardo de um grande jogo com novas mecânicas,mas o que vi foi um jogo parecido com The Witcher e Skryn ou seja tudo de novo,de novo.Mas sempre espero que minha língua se queime mas até hoje poucos jogos fizeram isso.Achei o jogo Halo repetitivo demais no 1 ao 3 mas como falei a história para mim é muito importante e a 343i mudou a série ao meu ver para melhor.Não entendam mau ok,pois amo jogos de Fumito Ueda e fico triste quando alguém me relata que detestou o Shadow of The Colossus,mas fazer o que cada um tem um gosto.

          • Agora entendi @Ewertom, mas como vc mesmo disse que espera queimar sua lingua, vamos esperar o jogo lançar.
            Interessante que eu tive o a mesma impressão que vc quanto a série Halo e o que mais vejo pela comunidade e gente reclamando que a 343I não consegui manter a mágia da série, também acho os primeiros jogos muito repetitivos e curti muito o 4, o 5 ainda não terminei pois o meu blacklog esta gigantesco, mas pelas primeiras horas já percebi que a pegada do 4 esta la com refinamentos.

          • Mário somente uso Wi-Fi no 360 pq não há mais portas disponíveis no roteador.

            Ewerton
            Fui um dos que queimaram a língua ao ver pela primeira vez o Shadows of The Colossus. Lembro que a gameplay do jogo passou em um programa de games na TV aberta, se não me falha a memória foi no G4 Brasil, ao ver as imagens tive logo a opinião de que o jogo era desinteressante e chato, mas ao ter o contato com ele no meu PS2(na época disco pirata) mudei de opinião e achei um baita jogo.

            Hoje vi em um site uma situação do jogo que achei interessante e pelo que lembro não vi isso em jogo algum:
            “Uma delas é que os animais viajam em conjunto no mundo de Horizon: Zero Dawn. Se atacarem um, é frequente que os restantes animais o socorram”

  5. Para os especialistas em plásticos aqui vai o “teardown” do PS4 Slim: https://youtu.be/1AXERz8sjuA. Parece que vão ter que achar outra coisa para colocar defeito no Slim

    E a resposta das portas USB separadas, há um cooler(ventoinha) entre elas.

Os comentarios estao fechados.