Quando a descoberta da roda é anunciada com pompa e circunstância, apesar de a roda já existir.

Uma das coisas que mais vontade de rir me dá é quando ouço uma notícia a publicitar algo que está agora a ser implementado e que revolucionará o mercado. E vemos depois que essa coisa já existia.

 Selfie

Nunca me hei-de esquecer da publicidade que foi feita ao facetime quando a Apple o apresentou no iPhone. Uma aplicação que permitia videoconferência entre duas pessoas. Algo fabuloso que iria revolucionar o mercado.

Não fosse pelo facto de essa característica, fosse por wi-fi ou por 3G já estar disponível à vários anos nos Nokia, até seria interessante ver como a Apple efectivamente estava a revolucionar o mercado.

Mas essa não é a notícia que nos traz aqui. É que dentro dessa temática, não deixei de achar piada ao destaque que vários websites deram a uma aplicação para iPhone chamada GoCam que vai revolucionar o mundo das “selfies”. Uma aplicação que é capaz de tirar fotos às pessoas a uma distância superior à do braço.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

E como é que essa aplicação faz isso? Muito simplesmente reconhecendo gestos a distâncias até 3 metros. Eis a App em acção!


Como se pode ver, basta à pessoa pousar o telefone, afastar-se, elevar o braço e fechar a mão para que a aplicação reconheça o gesto e prepare uma foto. É certamente uma revolução no mundo das “selfies”. Algo que não existia antes!

Ou será?

Bem, na realidade, poderia dizer que… não!

É que se bem me recorda, a Samsung já faz isso desde o Samsung Galaxy S3/Note 2. Só que em vez de ficarmos com o braço no ar, limitamos-nos a dizer a palavra “Capturar”.

E acreditem que funciona…

Publicidade

Posts Relacionados