Quando o anti virus se torna o verdadeiro risco!

elo mais fraco

Na ânsia de impingirem os seus produtos, os anti vírus optam por medidas que por vezes colocam em risco a segurança dos computadores onde estão instalados

Um anti virus é instalado para proteger, certo? Pelo menos será o consenso geral que uma empresa de segurança nunca iria desenvolver um produto que tornasse os computadores menos seguros, não é verdade?

Mas infelizmente isso não foi o caso com o AVG e a sua extensão para o Chrome denominada de WebTuneUp!

O que é o Web TuneUp? Apesar de o nome poder indicar mais do que o que é, na realidade, e apenas uma suposta “melhoria” nas pesquisas efectuadas.

A ideia da extensão é marcar resultados questionáveis que possam aparecer! E daí o termos colocado a palavra “melhoria” entre aspas pois como sabemos, a Google, com recursos como nenhuma empresa de anti-virus possui, já faz isso, e aliás o Chrome até possui embutida uma protecção contra sites maliciosos.

Mas a AVG, tal como qualquer anti-virus, precisa de impingir o seu produto! E nesse sentido faz crer que é necessária protecção extra, e o Web TuneUp seria a solução. Daí que o inseriu na instalação do seu antivirus usado por mais de 200 milhões de pessoas.

A questão é que o seu software possuía uma falha. Uma falha que a Google descobriu e reportou. Não só a falha podia ser facilmente explorada, mas a mesma tinha dois grandes inconvenientes: Revelava o histórico de navegação do utilizador, e desligava as capacidades de detecção de malware em websites do Chrome!

Daí que a Google esperou que a AVG rapidamente corrigisse a falha!

E isso assim aconteceu! 4 dias depois o patch estava disponível… mas infelizmente o patch não corrigia a vulnerabilidade toda pelo que foi preciso um segundo patch ser lançado uns dias depois!

Atualmente a falha não existe e está corrigida. Mas não deixa de ser curioso e digno de notícia que um anti virus acabou por fazer mais mal do que bem, pois não só criou uma falha que não existia, como desactivava a protecção embutida do próprio Chrome. E tudo isso devido a um plug-in de interesse questionável face ao que o Chrome já faz!

 

Publicidade

Posts Relacionados