Quantos Tflops são precisos para 4K nativos?

A questão é colocada por várias pessoas! Qual é o valor mágico? Na realidade ele não existe, e na prática tudo depende do que queremos colocar lá!

Já vários leitores colocam a questão! Quantos Tflops são precisos para 4K?

Alguns entram mesmo em teorias da conspiração devido à Microsoft referir que a sua Scorpio com 6 Tflops será capaz de 4K nativos, mas Mark Cerny ter referido que para 4K seriam precisos 8 Tflops. Afinal se um diz uma coisa, o outro está a mentir, certo?

Na realidade não! Ambos tem razão no que referem, e a questão passa apenas pelo que se quer colocar ali!

Vejamos a PS4. A consola tem performance mais do que suficiente para os 1080p, mas no entanto nem todos os jogos atingem os 1080p, e alguns correm a 900p ou em resoluções dinâmicas.



E isto deve-se a que? A variações nas necessidades de performance! Dependendo dos efeitos presentes no ecrã e das suas necessidades de processamento, a performance da consola pode, ou não, ter capacidade para chegar aos 1080p.

Basta ver o VR, onde a maior parte dos jogos necessitam de cortes na resolução ou aldrabices, não conseguindo alcançar os 1080p nativos. Mas nesse caso a questão são os fotogramas que necessitam de ser bastante elevados.

E essa é outra questão, os fotogramas! 30 ou 60 requerem performances diferentes, e isso tudo tem implicações na resolução. Quando a performance não chega… corta-se na resolução!

Ora quando a Microsoft refere que 6 Tflops são suficientes para 4K, a empresa refere-se a uma capacidade de processamento para se levar os jogos existentes na Xbox One para 4K.

E como a Xbox One possui 1.31 Tflops, sendo os 4K uma resolução quadrupla dos 1080p, precisamos de 4X mais resolução. E isso implica que precisamos de 1,31*4=5,24 Tflops. A Microsoft aqui acrescenta uma margem de segurança de 760 Gflops para eventuais acertos.



Mas curiosamente a Microsoft não prevê o caso em que os jogos da One são a 900p. A passagem de 900p para 4K implica um aumento de 5,76x na resolução! E isso quer dizer que os 6 Tflops não são suficientes, e precisaríamos de 7,54 Tflops!

A lógica de Mark Cerny é a mesma. Dado que os jogos da PS4 são algo superiores quer a nível de resolução, quer de fotogramas, levar os mesmos para 4K requer 7,26 Tflops. E acrescentando uma margem semelhante de 740 Gflops, Cerny aponta para os 8 Tflops!

Basicamente não há aqui um número milagroso, e mesmo estes valores implicam jogos com a mesma qualidade da One e PS4, e não jogos melhorados! Para melhorias gráficas, serão precisos Tflops adicionais!

Esse é o motivo pelo qual a PS4 Pro consegue alguns jogos a 4K nativos. Porque a qualidade do jogo obrigava a menos de 1 Tflop de performance gráfica a 1080p (isto apesar que a Pro ao ser capaz de efeitos 16 bits pode, diminuindo a qualidade dos efeitos, obter uma performance superior aos 4,2 Tflops).

Isso quer dizer que na realidade não temos nenhum valor de performance nos consegue garantir uma resolução, seja ela qual for! Tudo depende do processado, e com efeitos fotorealistas, podemos ter uma placa de 8 Tflops a ter de correr em resoluções sub-hd.

Nesse aspecto uma nova geração terá de oferecer muito mais do que mera performance para aumento de resolução. Terá de oferecer performance para tal e mais ainda. O suficiente para permitir que nessa resolução haja melhorias gráficas significativas e tendo em conta que qualquer efeito aplicado ao ecrã gastará 4x mais performance do que a 1080p.

 

 



Posts Relacionados