Queres subir o Gamerscore? Eis 10 jogos que te fornecem um total de 13500G, e que podes obter de forma simples.

Se és dos que se preocupam em mostrar Gamerscores, então eis aqui pelo menos 13500 G que podes conseguir de forma simples!

Sinceramente, da parte que me toca… passo! Nunca me interessei por trofeus ou gamerscores. Jogo porque gosto e não para andar a exibir pontuações! Mas se és daqueles que acha que o Gamerscore é importante e que te eleva o estatuto (nem que seja o moral), eis aqui uma lista de 10 jogos que te fornecem os 1000 G por completar os mesmos, sem que tenhas de perder grande tempo com a consola!

Como já referi, não me interesso e nem nunca me interessei em acabar jogos e em obter todos os achievements só pelos pontos! E não é agora que vou começar! Mas caso queiras pontos, eis aqui alguns jogos que poderás adquirir para os obteres de forma simples. Basicamente não só aqui não perderás grande assim tanto tempo como isso a conquistar essa pontuação, como perceberás facilmente que ter um gamerscore alto não é uma questão de perseverança ou de se jogar mais. É uma questão de se escolher bem o que se joga, pelo que na prática o que ele demonstra… vale muito pouco!

ARK Survival Evolve

Eis aqui um jogo que poderás completar… sem sequer realmente o jogares! Basicamente é um jogo que te fornece os 1000 G por acabares o mesmo, sem sequer precisares de realmente jogar o jogo!



Como?

Bem, não vamos entrar em detalhes precisos, até porque o que vamos referir é uma batota, e aqui não apoiamos esse tipo de situações. Mas a realidade é que o jogo permite que isso aconteça, e nem sequer é preciso usar qualquer tipo de exploit.

Como fazer? Bem, caso não tenhas percebido, com o jogo em pausa tens direito a uma consola de comandos! Isto pode ser novidade para os possuidores de consolas, mas certamente não o é para os possuidores de PC. Aqui podes escrever comandos (caso os saibas), e com esses comandos podes activar imensas coisas! Podes obter itens, podes saltar de pontos no mapa, podes iniciar um “God mode”, etc,

Acreditem se vos disser que este é um jogo difícil… mas que com a consola acessível, nada disso importa!

Não vos vamos dar os comandos a usar, mas apenas referir que eles existem! Se estás interessado, “Google it”!

Black the fall

Este é um jogo Indie… não é complicado, não é difícil, e pode ser completo num número reduzido de horas, fornecendo-te facilmente os 1000/1000 G.

Absolute Drift: Zen Edition

Este é um jogo que pode ser acabado numa tarde! E com excepção de um ou outro achievement que pode requerer um pouco mais de concentração, os 1000/1000 podem ser conquistados facilmente!

SOMA

Este é um jogo que não tem qualquer achievement que não possa ser obtido facilmente. É um jogo com puzzles, mas todos eles bastante simples e simplistas, acabando-se em 5 ou 6 horas e facilmente consegues todos os achievements jogando o jogo todo apenas uma vez.



Tekken 7

Podem julgar que é preciso um mestre para se obter 1000/1000 aqui, mas se pensam isso irão ficar surpreendidos!

Basicamente o jogo apenas possui uma mão cheia de achievements online que requerem apenas uma vitória em cada um dos modos e ganhar um número pequeno de combates.

Pode não ser um jogo que se complete em apenas algumas horas, mas dedica-lhe duas horinhas por dia durante uma semana e vais ver os 1000G a caírem facilmente.

Super Lucky’s Tale

Um jogo fácil e simples que permite acabar sem problemas e ainda por cima é divertido.

Aqui, se queres limpar os achievements todos da primeira vez que jogas é melhor seguires um guia ou podes falhar algum, mas este é um dos jogos que facilmente te oferecem os seus 1000G em 1000 de forma fácil!

Candleman

Jogo com dificuldade casual e uma arquitectura de níveis simplista. Não é exactamente um jogo excitante, mas aqui o que importa são os pontos!

Aqui nem sequer precisas de andar atrás dos achievements. Jogar o jogo de início a fim desbloqueia directamente todos os achievements dado que ele é linear. São pontos faceis. E se quiseres mais 500G basta comprares o DLC e joga-lo tambem!

Paladin

Não confundir com o jogo Paladins. Este é outro!

Trata-se de um shoot em up de acção frenética, mas que é na realidade bastante fácil de se jogar e que se pode explorar a 100% em apenas algumas horas. Mas o mais interessante é que podes desbloquear os 1000G em apenas meia hora! Pelo menos já houve quem o fizesse!

Black and White Bushido

Um jogo igualmente simples e fácil de se completar, mas que para um dos achievements precisas de começar um jogo com 4 jogadores, o que requer a existência de 4 controladores ligados localmente.

Fora isso, é mais um dos jogos fáceis de se extrair a pontuação.

The Walking Dead Collection

Certamente conheces este jogo da Telltale, pois trata-se de uma compilação de 4 jogos que te fornecem 1000G cada um jogando apenas o jogo de forma linear. Apesar de requerer tempo para se acabar os quatro jogos, estamos a falar de 4000 G. Nada mau, certo?

 

Fonte: TheXboxhub



Posts Relacionados

Readers Comments (41)

  1. —OFF TOPIC—

    Segundo Aaron Greenberg dezembro foi o melhor mês de dezembro da história para a Xbox One, ficando atrás por uma unha da Nintendo Switch e a frente da PS4.

    E.U.A dezembro.

    Nintendo Switch 397…
    Xbox One 396…
    PS4 390…

    http://www.eurogamer.pt/articles/2018-01-12-xbox-one-teve-o-seu-melhor-dezembro-de-sempre-nos-eua

    • Enquadra só isso com os preços:
      A PS4 em Dezembro subiu dos 199 de Novembro e esteve ao preço de 299 euros.
      A Xbox em Dezembro esteve tal como em Novembro a 189 euros.

      • Penso ser um efeito do PuBG, aquilo está imparável, se exclusivos não vendem consoles bom aí tens a resposta, e como vendem..

        • Penso que 100 euros a mais na PS4 tambem contaram… Pelo menos no que toca aos valores de venda da PS4!

          • Sim mas é o exatos os mesmo preço da Switch, mas vê lá que das 3 foi a que mais vendeu, mas tecnicamente um empate…

          • Sabe o que eu acho engraçado!

            Fale com a Microsoft sobre vendas, e recebe o dedo do meio!

            Mas agora como venceu o mês, fala de números, mas só desse mês.

            Mais engraçado fica quando se vê que ganhou por apenas 6 mil consolas, mas não refere que para isso manteve a sua One a 189 euros. A PS4 e a Pro não mantiveram a promoção de de Novembro e subiram 100 euros cada, o que desceu as vendas.

            Mais engraçado ficam estas 6 mil consolas quando se sabe que a PS4 vendeu 5.9 milhões globalmente neste período e quando neste ano vendeu 20.2 milhões, ou seja mais de metade do mercado total da Xbox.

            Mas quer algo ainda mais engraçado?

            Em Novembro, tal como acontece agora, a Xbox tinha tido o seu melhor mês de sempre, e pode ler isso aqui:

            https://www.gamespot.com/articles/ps4-tops-xbox-one-in-november-2017-us-sales/1100-6455668/

            Mas nessa altura a Microsoft esteve calada, e não veio com números de vendas. Talvez porque foi esmagada pelas vendas da PS4.

            Haja coerência, e vergonha!

          • Reinaldo… Já não é a primeira vez que te peço. Por favor tenta ser mais cordial na forma como dizes as coisas. És um pouco directo demais!
            Para além do mais, acho que a Microsoft não referiu números de vendas, o By-Mission é que os colocou!

          • Referiu sim Mário, o Twitter de Aaron Greenberg e bem claro vendemos mais que a PS4 e menos que a Switch… Foi ele próprio que chamou atenção a isto.

          • Sim, mas não citou números… Onde os foste buscar?

          • Vgchartz.
            Se a Nintendo informar o número sábias que era menos, e Sony informa sabia que era mais.

          • Não percebi… e estou a procurar mas não encontro números em lado nenhum!

          • OS números que o By-Mission postou são de até 16 de dezembro, não conta o período de natal.

            Eu deixei de acompanhar vgchartz por isso, eles são muito lentos e imprecisos.

          • Já vi números finais… a diferença foi de 75 mil consolas.

            Mas ao menos a notícia que li referia tudo. Que a Xbox beneficou de manter o preço, que as PS4 subiram e acrescentava ainda que devido ao esgotar de stocks em Novembro, a PS4 esteve na primeira semana sem stocks na maior parte dos grandes retalhistas.
            Já agora, a VGChartz passou a usar os números da NPD!

            Dec NPD
            PS4 : 1,300,000
            NSW: 1,450,000
            XB1: 1,375,000

            PS4 suffered from scarcity of stock during 1st week.

        • E quando Phil Spencer veio falar que jogo multiplayer vende muitos mais os soystas principalmente falaram um monte.
          Mas a verdade é essa mesmo multiplayer detona os single hoje em dia, tirando os da nintendo, porque nintendo as pessoas compram para jogar exclusivos, xbox e playstation, não apesar que Sonysta vive falando que exclusives vendem consoles, mas até papagaio fala..
          Exclusivos e single player que sofrem para vender 5% da base instalada, mas enfim, se Sonysta ao menos comprassem os exclusivos quem sabe um dia chega em 15% da base instalada, mas só falam e fazem listinha.

          E batlegorunds vendeu tanto porque as pessoas querem diversão, jogar com os amigos, não ficar contando frames.

          • Phil Spencer quando referiu que os jogos multiplayer vendem mais limitou-se a verificar que os maiores best sellers actuais são jogos multi.
            Mas dizer que os multiplayer vendem mais do que os single não é o mesmo que dizer que todos os multiplayers vendem mais do que os single. E é aí que a coisa parece não entrar na cabeça de muitos!
            Quanto aos exclusivos recuso-me a voltar a tocar no assunto. Com o devido respeito, só são precisos dois neurónios para se perceber a sua importância, e quando um deles está de férias, não há dialogo possível, pelo que é preferível nem voltar a tocar no assunto.
            Agora o que é engraçado é que quando aparecem pessoas como tu, elas repetem todas exactamente as mesmas frases. Não sei se é algum tipo de religião associado às fotocopiadoras, ou se é mera cartilha, mas que é exactamente igual é.
            “Os exclusivos não vendem consolas. Só vendem a 5% da base instalada”, “A PS 4 vende é por ser mais potente”, “A resolução não importa, o que importa são os jogos”, “900p e 1080p não se notam”.
            Mas os exclusivos não vendem consolas… e a consola que vende menos é a que não os tem.
            A PS4 vende por ser mais potente… mas a Xbox One X é ainda mais potente e nem com o acumular de pré reservas a Xbox bateu a PS4 em Novembro.
            A resolução não importa, o que importa são os jogos… mas a Xbox One X é A BESTA e a Pro não vale nenhum.
            900p e 1080p não se distinguem… mas 1800p e 4K distinguem-se!
            Pá… acertem lá a cartilha porque assim não dá! Pelos vistos há duas versões e não batem certo!

            Quanto às vendas de PUBG serem porque as pessoas quererem diversão e jogar com os amigos, acho bem! É uma boa explicação.
            Só que quando olho para as vendas conhecidas de Forza 7 tenho de questionar. Os amigos estavam de férias ou o jogo não é divertido?

          • 3 milhões da quantos % numa base de 40 milhões, curiosidade monstra aqui 😁

            Responda isso pra mim gabri, o neto user sabe tudo fanboy kkk

  2. Mário, não entendo pq utilizares o fator dos 100 dólares a menos do xone em comparação com o PS4 como forma de diminuir o desempenho das vendas do console mesmo pq, foram esses 100 dólares a menos que fizeram o PS4 saltar nas vendas no início da geração… Bom, se mesmo sem o volume de exclusivos tão alegados do ps4, o xone foi muito bem… Talvez dizer que somente os exclusivos são determinantes para o sucesso de um console é,no mínimo, insuficiente…

    • Nada disso Carlos! Não houve aqui nenhum factor de tentativa de diminuição. Houve aqui um factor de enquadramento!
      É como dizes… a Xbox vendeu menos quando custava mais 100 euros, e isso foi relevante!
      Dizer apenas: A Xbox vendeu menos é retirar muita coisa do contexto! Ela vendeu menos e havia justificações… e um dos factores justificativos era custar mais 100 euros!
      Isso foi dito aqui quando a consola foi colocada à venda e foi um dos motivos pelos quais, mal a consola saiu, defendemos que o Kinect deveria ser opcional!
      Aqui é a mesmissima coisa!
      A PS4 vendeu menos… mas isso também é retirar muita coisa do contexto. Ela vendeu menos e há justificações… e um dos factores justificativos foi custar mais 110 euros! Quando no mês anterior estava 100 euros mais barata.
      Somente com este enquadramento podes perceber as coisas! E isto em nada elimina a verdade de que a Xbox vendeu mais! Apenas explica e enquadra é algum do porque das coisas.
      E tal como disse, o preço da PS4 pode não alterar as vendas da Xbox, mas altera certamente as da própria PS4.

      • Não preciso fazer cartilha pc manias já faz, no começo comparavam os gráficos você fazia até listinha dos jogos que rodavam em 720 no xbox 900p e 1080 no playstation 4, e falava que o xbox por causa do gargalo do esram nunca ia chegar em 1080.
        De um ano pra cá mudou o discurso falando somente em exclusivos, quando lançar ps5 você volta a fazer listinha novamente e para de falar em exclusivos.

        Metia o pau no Nintendo wii u dizendo que era fracassado por não ter jogos multiplyer, fez artigo falando que o Switch seria um fracasso, e o leitor sabe tudo Neto fanboy do playstation disse que o console nascia morto por ser fraco, e você respondeu que existia tablets melhores que o console que era muito caro por ser fraco.

        Agora mudou o discurso dizendo que o console vende por seus exclusivos ….

        A cartilha do pc manias já é muito manjada, não é atoa que o Fernando não posta mais nada aqui, até porque vocês são muito fanboys

        • Além de não saberes o que dizes, não lês o site. Foste catequizado em algum forum e nem te dignaste a verificar as coisas por ti mesmo. É típico dos cartilheiros que se limitam a repetir, mas sem pensar!

          Fiz listas de jogos 720p e 1080p… Sim fiz…
          A Xbox One custava mais 100 euros! E isso não é normal! O produto mais caro é por norma melhor! Ora quando isso não acontecia e a internet era invadida por artigos de Duplos GPUs escondidos, larguras de bandas por usar, potências 4x superiores que adviriam da Cloud… alguem tinha de alertar que era tudo treta!
          Quanto a dizer que a Xbox nunca chegaria aos 1080p…É como disse, não lês e comeste o que te disseram!
          14 de Fevereiro de 2014 – Pouco mais 2,5 meses após o lançamento:
          http://www.pcmanias.com/problemas-com-os-1080p-na-xbox-one-vao-ser-resolvidos/
          6 de Novembro de 2013 – Ainda antes do lançamento da consola
          http://www.pcmanias.com/xbox-one-o-que-a-esta-a-limitar-a-720p-e-o-que-esperar-no-futuro/
          E uns dias antes do lançamento da consola, até disse como se resolveriam os problemas e se chegaria aos 1080p.
          http://www.pcmanias.com/os-problemas-da-xbox-one-em-esquema/

          Como disse, tens de deixar de ser papagaio e verificar o que te dizem!

          De resto não mudei discurso… A Xbox melhorou e muito. Em 2015 e 2016 com as resoluções dinâmicas as consolas aproximaram-se muito. E a diferença deixou de ser significativa. Infelizmente isso coincidiu com a quebra de suporte da Microsoft.

          Quanto à Wii U nunca falei de jogos multi… nem sei que jogos a Wii U tinha pois nunca tive nenhuma!

          A Switch nunca disse que seria um fracasso. Alertei que poderia ser um fracasso pois as thirds não a estavam a suportar. Curiosamente fui um dos que arriscou e comprou uma nessa altura pois queria que ela fosse um sucesso!

          Quanto à sua performance… Azar.. A Switch é um Tablet de 2014! Pode estar muito bem aproveitada, mas mesmo assim é!

          Quanto ao Fernando… Se isso acontece é problema dele! Nunca o desrespeitei, apenas o contra-argumentei. Se ele não teve mais argumentos…
          No seu último comentário ele repetiu algo que já o tinha desmentido desde 2013. Nunca a Xbox teve mais exclusivos que a PS4, e ele referiu que em 2014 e 2015 a Xbox aí ganhou de rajada. A minha resposta foi apenas a lista de exclusivos de ambas as consolas nesses anos que desmentiram isso.
          Ele se não respondeu mais… É porque não pode desmentir factos.

          • É uma tendência que ocorre muito por aqui…

            Tivemos um André que era capaz de apostar tudo o que tinha que a duplo GPU da Xone ia fazer a consola voar e a Cloud ia ser dar-lhe a grande vantagem.

            Em inícios de 2014 quando nem um nem outro se mostraram deixou de postar (claro, também achou que aqui as pessoas eram muito fanboys).

            Depois o Fernando a afirmar primeiro que Halo era o suprassumo dos suprassumos, depois que exclusivos não importavam, depois que a PS4 Pro ia ser o fim da atual geração, depois que a ONE X iria virar definitivamente a mesa.

            E desde 2016 que só tem comentado muito raramente. (também porque toda a gente é muito fanboy)….

          • @Bruno, pior é que na época que li esse boato/mentira do GPU duplo eu torci demais pra ser verdade, pois eu tinha o One
            Mas infelizmente não deu
            Kkkkkk

          • Uma coisa é torcer.

            Outra é insultar de fanboy, tendencioso, mentiroso quem demonstra por factos e lógica, e sobretudo com um cuidado extremo, que isso era uma mentira despegada.

            Quem não sabe, acreditar, não tem mal. Tem mal é continuamente insistir no mesmo, sem argumentos que contrariem os factos, com outros factos.

          • O problema Bruno é que se mete tudo no mesmo saco!
            E quando olham para aqui, confunde-se realismo com fanboyismo!
            Da minha parte nunca disse uma vez que fosse que a Xbox era má, ou alguma vez fiz alguma apologia para não a comprarem.
            Pelo contrário. Digo o que sempre disse! A Xbox é excelente e se aquilo que ela oferece te satisfaz, força!
            Eu pessoalmente tenho uma tambem!
            Agora o que não vou deixar é de fazer comparações com o que o resto do mercado onde a consola está inserida faz! Porque a Xbox existe no mundo real, um mundo onde há concorrência, onde há alternativas.
            PS4 e Xbox são ofertas demasiadamente próximas para não serem comparadas. Os jogos são basicamente os mesmos numa e noutra consola, os serviços são em tudo semelhantes, etc.
            Como não comparar?
            Agora se querem que compare e diga bem de A ou B, é bom que A ou B seja efectivamente melhor no que oferece, pois eu quando criei esta página tive a intenção de ser isento e de friamente dar a minha opinião, devidamente fundamentada, sobre o que acho do mercado.
            Que haja quem discorde, acho muito bem! Depois olhem para a reacção do mercado e vejam se tive ou não razão!
            Mas aqui o problema de muitos utilizadores não é o concordar ou discordar, é o quererem fazer passar coisas como verdade que não o são.
            O comentário do Fernando onde referia sobre os exclusivos “Se vendessem da forma que sonysta acha que vende, 2013, 2014 e 2015 teria sido vitória de vendas do Xbox one de lavada e 2016 teria sido empate”, chocou-me!
            Mais do que pela falsidade, pelo facto que ele já disse isso em 2014, e se lhe comprovou estar a dizer disparates, já o disse em 2015, e repetiu-se-lhe a lista de exclusivos de cada consola, disse-o em 2016, e mais uma vez levou com nova lista, mas repete-o em 2017!
            Acima de tudo, mais do que repetir e repetir pela quarta vez, isto mostra claramente que ele ignora o que lhe provam. Não podendo refurtar-se a realidade: Ignora-se!
            Mas a realidade é que a lista de exclusivos existe e está disponível para consulta. De 2014 a meados de 2016 a Xbox recebeu 22 exclusivos que foram vendidos no retalho. Nesse mesmo tempo a PS4 tinha recebido 73. Isto só em jogos que foram vendidos no retalho, não contando com os jogos digitais!
            Isto acho doentio! E estes fanboys que aqui vem com estes paleios repetidos estilo cartilha deixam-me doente. Ao que a humanidade chegou!
            Como é que me acusam de factos que basta consultar a página para se comprovar o contrário? As pessoas perderam a capacidade de pensar. São carneiros doutrinados onde uma lhes diz o que dizer, e as outras repetem! E nos foruns brasileiros a campanha Anti PCManias é grande! Fujam deles, são o Diabo!
            Vem-me falar de listinhas de resolução ? Ora bolas, houve motivos, não desenquadremos as coisas do seu contexto. A Xbox era mais cara e rodeada de um marketing oficial de potência da cloud que quando se fazia ver quer por artigos técnicos, quer por análise à realidade da internet/cloud, nos vinham tentar desacreditar. Até o MisterXmedia veio aqui comentar nos meus artigos a tentar desacredita-los quando alguem lhe citou na página os meus argumentos contra o que ele dizia.
            Perante isso, o que melhor que a realidade chapada das performances? Foram muitos os sites forçados a isto pois às reações das audiências não eram normais pelas campanhas de performance falsas que existiam, e bastava ler os comentários para se encontrar referências aos hardwares secretos e performances da Cloud.
            E mais… listinhas de resoluções, mesmo não apoiando essas consolas, tambem já publiquei aqui uma, comparando a One e a Pro!
            Infelizmente para estes senhores a realidade é que, modestia à parte, tenho conseguido fazer aqui desde sempre uma boa análise do mercado. Como quem me segue regularmente sabe, aceitando que sou meramente humano e que me engano, a realidade é que o mercado não fugiu muito daquilo que eu previa.
            As minhas ideias de aceitação de serviços e produtos tambem não fugiu muito do que ocorreu!
            Basicamente isso deve-se a dois motivos: O de eu ser cliente, e o de eu estar presente em todas as alternativas de serviços em que posso estar, das outras marcas. E assim sendo, não estando preso ao que apenas um oferece, consigo avaliar e dar a minha opinião, que felizmente não anda longe da geral.
            De que me acusam então? De saber pensar pela minha cabeça?

          • Sobrou até pra mim, kkkkkk.

            Acho que deve ser amigo do user citado pelo mesmo.

          • Ou amigo, ou simplesmente outro membro na “jihad mil grau” contra os “cães infiéis” sonystas
            Huahuehuahue

            Calma, calma, só brincadeira pessoal

  3. Mário, parabéns pela atenção com que vc responde a todos, os debates são muito proveitosos!
    É isso, é da divergência de opiniões que os temas são cada vez mais aprofundados mesmo pq, como dia um escritor brasileiro (Nelson Rodrigues):
    “Toda unanimidade é burra”
    Obrigado Mário

  4. Mário, me mostre a luz e me diga que há tecnologia mobile ou haverá alguma comercial para a Sony apostar agora ou futuramente em um console híbrido como a Nintendo. Minha filha tomou posse do meu ps4.rsrs

    • Isso já teria sido possível com esta geração se a Sony não lança a Vita em 2011.

      Houve há uns tempos atrás um artigo aqui na PC que referia isso. Procura por: “PS Vita, um caso de fracasso” aqui no site.

      Ouviste falar no Mullins e Beema?

      São duas Apus ultramobile que vêm equipadas com 4 núcleos jaguar e 2 CUs (128 cores GCN – para comparação a PS4 tem 1152 cores).

      O ponto é: é exatamente o mesmo hardware e seria possível, com uma portátil equipada com esses processadores, fazer o mesmo que agora se passa com a PS4/PS4 Pro, isto é fazer jogos para a portátil que poderiam correr com acréscimo de resolução na de mesa.

      Repara neste video:

      https://www.youtube.com/watch?v=RO0IbIiaAVM

      Esse é um computador equipado com essa APU: supostamente conseguia fazer tudo o que o ecrã está a mostrar. Isto sem optimização específica.

      Basta ver a forma da coisa, é quase uma portátil, só lhe faltam os botóes, a bateria e o ecrã!

      E é perfeitamente possível a Sony fazer isso numa próxima geração, mesmo com jaguar, e usando Ryzen na consola de mesa (ou Ryzen nas duas, quem sabe).

      • Curiosamente eu ia responder a esta pergunta de outra forma.
        Pelo lado negativo!
        É que hardware capaz, como falas e bem, existe! Mesmo o atual APU se fosse criado numa litografia de 7 nm era capaz de descer os consumos para algo capaz de ser adaptado a uma portátil.
        Mas o problema de uma portátil não passa só por aí, mas acima de tudo pelo armazenamento.
        Para uma portátil não apresentar problemas e custos adicionais precisaria de ler os mesmos media, os blu rays!
        Isso implica que teria de poder levar os mesmos patches e de fazer as mesmas instalações, logo precisaria de um disco.
        O grande problema está aí! Estamos a falar não apenas de um APU de baixo consumo, mas no fundo de miniaturizar toda a PS4, acrescentando-lhe um ecrã, e criar aqui um sistema portátil, leve e ergonómico.
        Olha para a Switch, olha para a Vita, e o que vês? Cartuchos! Como fazer para resolver isto? Meter um leitor de BD com partes moveis e consumos elevados numa portátil, ou levar os cartuchos para a consola de mesa?
        O streaming podia ser uma solução! Mas requer internet e tráfego, algo que nos sistemas móveis seria problemático.
        Basicamente o grande problema de uma portátil compatível com uma consola de mesa até nem é a performance que ele podia ter. É como resolver os problemas com a partilha dos media e com o armazenamento.

        • Obrigado, Mário! Ou seja, não é impossível, até pq, a Sony pode no futuro usar cartuchos e abandonar o Blu-ray nos consoles, mas é mais complexo do que eu pensava.

        • Não necessariamente…

          E se a consola não precisasse de suporte físico? E se fosse à consola de mesa buscar o título?

          Explico melhor.

          Acho que se a Sony quiser ter sucesso numa portátil precisa de fazer o mesmo que a Nintendo fez para ter sucesso numa de mesa.

          A Nintendo poderia ter criado uma consola de mesa para competir com a PS4 e a ONE diretamente. Mas percebeu, claramente, que esse não era o caminho a seguir. Nao só tudo estava já tomado, como devido à febre do online, não adiantaria de nada fazer uma consola para lutar diretamente com essas duas. Daí a Switch, que assenta precisamente onde a Nintendo sempre se deu bem: nas portáteis. Basicamente é uma portátil que por acaso pode ser ligada à TV, permitindo continuar o mesmo jogo, sem qualquer problema (precisamente o contrário da Wii-U que era uma consola de mesa que podia ser jogada num tablet, mas uma evolução da ideia base desta e bem implementada). E nas portáteis, devido às suas franquias que vendem milhões (Pokémon especialmente), a Nintendo sempre se deu bem. Acabou por ser uma aposta segura, porque a Switch é uma portátil e de mesa – é sucessora tanto da Wii-U como da 3DS!

          A Sony, na minha perspetiva deve fazer o mesmo, mas em sentido inverso. Isto é aproveitar o seu sucesso nas consolas de mesa, para tentar vender um aparelho portátil de jogos. E de nada adianta pensar num suporte único para essa consola, porque isso, no passado sempre deu asneira.

          Assim sendo na PS5 terias dois sistemas: a consola de mesa, e um tablet portátil, que partilha a mesma tecnologia, e é capaz de rodar os mesmos jogos. Como passar os jogos para a portátil? Por ligação com a de mesa. Basicamente compras os jogos em formato físico e podes fazer a instalação na consola portátil.

          No fundo é o mesmo conceito da Switch, mas inverso. Enquanto numa tens uma portátil com acessórios que lhe permitem ligar à TV, na PS5 terias uma consola de mesa com um acessório, o tablet (5 – 7″), que te permita continuar a jogar certos jogos em andamento (sim acaba por ser como a wii-U com a diferença que instalas os jogos no tablet e continuas a jogar em andamento, algo que esta não permitia).

          Isto acaba por ter lógica porque como bem vemos na Vita, acabas por ter os mesmos títulos nas duas consolas, de mesa e portátil (tanto que a compra de um numa plataforma via online, dá direito ao outro na outra plataforma, conforme o caso). Seria uma evolução daquilo que já existe mas ainda está mal, neste momento.

          O melhor disto tudo é que a portátil tem um suporte garantido com a de mesa (serve para remasters/remakes e indies, para além de novos títulos que tirem partido destes dois), conseguindo jogos uma vez que são únicos para as duas consolas funcionando de uma forma semelhante àquilo que temos agora entre as versões base e versões Pro/X.

          Claro, dado que no fundo seria um acessório como o VR, precisaria de um preço bem interessante, talvez na ordem dos 100 – 150$ (o kindle fire está a 50$ na Amazon), pelo que o tablet teria de ser barato. Desta forma até se conseguiria bundles a preços atrativos.

          • Mas que armazenamento usarias com os jogos a ocuparem 50 GB cada? HDD? E bateria para alimentar um CPU e um HDD? Peças moveis numa portátil? Se cai avaria logo!Limitarias a capacidade a 1 TB, mas usavas um SD? É pouco e os SDs possuem limites de escrita!
            O problema de se ter uma PS4 portátil é o armazenamento! Vás por onde fores há limitações.

          • Bruno, penso que a única chance que a Sony teria com um portátil seria fazer algo como o switch. Mário questionou bem com relação a o que usaria, SD, SSD, etc… Eu penso um pouco diferente. Penso que a Sony poderia vir com 2 consoles no lançamento, um ps5 tradicional com muito poderío e um outro PlayStation 5 porém híbrido, sendo que o último teria uma entrada de cartucho e armazenamento interno de 500gb com expansão SD de 1tb, no mínimo, pq até lá, já teríamos até 2tb de armazenamento sd, pois até a própria Nintendo garante que o switch permite o cartão com esse tamanho, porém ainda não está no mercado. Como o switch, creio que a versão híbrida do ps5 teria tb que ter um dock, porém com algum poder adicional para dar um up nos games que rodariam na tv. O tablet poderia ser 1080p( quem sabe com HDR.rs) ou até menos para baratear o custo, e na tela um aumento para 1080p, pois o consumidor desse aparelho, não seria tão preso à resolução, porém sim a mobilidade, até pq, o PlayStation 5 tradicional estaria tb no mercado com muito poder, rodando jogos em 4k. Ambos os consoles seriam ps5, recebendo os msm jogos, porém provavelmente com arquiteturas diferentes. Seria mais trabalhoso para as desenvolvedoras de games? Sem dúvida que sim, mas estariam ganhando com 2 produtos no msm mercado mas da msm família. Pelo menos é o que penso! Desculpe se falei bobagem.

          • Phonix… o The New Colossus está-me a crashar sempre que falo com um gajo na cantina. E preciso de o fazer….

          • Fixe, ontem consegui dar a volta à bug… Esta pessoa era suposto dar-me pistas sobre o que teria de fazer. Mas não conseguindo falar com ela, fui à net! E fiz tudo passando a missão à frente!

      • Obrigado, Bruno! Sensacional!!!

      • Obrigado, Bruno!!! Espetacular!!!

    • Interessante isso aí, também gostaria de saber.

  5. Bem apesar de estarem todos a dizer bem ou mal dos outros eque uns são fans e outros fanboys, o que eu acho é que entrei neste artigo que supostamente seria sobre 10 jogos fáceis e ninguém até ao momento falou sobre o assunto, tudo assunto off topic…

    Bem vou inaugurar e dizer que os jogos da tellgame são todos 1000g fáceis e tranquilos, pois embora os jogos tenham vários finais as conquistas desbloqueiam todas no primeiro playtrought , pelo menos em todos os que joguei eram assim, e já agora um jogo que tiras os 1000G em menos de 1 hora e nem precisas fazer grande batota, apenas necessitas de ter 4 comandos é o monopoly, mesmo assim demora mais que o famoso avantar da 360 que dava os 1000gh apenas com 10 minutos de jogo…mas a seguir a esse deve ser o mais fácil e rápido que já joguei e é para a ONE e PS4

Deixe um comentario

O seu e-mail nao sera publicado.


*