Remote play da PS4 para PC está quase pronto.

Xperia remote

Não é oficial, mas tem todas as funções do original e funcionará no PC!

O Remote play é uma função extraordinária que é bastante usada na PS4. No entanto, mesmo o sistema mais adaptado ao seu uso, a PS Vitaa possui falta de alguns dos botões físicos que tornam alguns jogos difíceis de serem jogador, mesmo usando-se o ecrã tatil traseiro para acrescentar funções.

A característica é suportada pela PS4, mas encontra-se limitada a uso com a PS Vita e alguns telefones Xperia, e isso é algo que um programador a título individual resolver alterar criando uma aplicação para Windows que permite jogar os jogos em remote play e com uma melhoria de imagem a condizer com o aumento do ecrã.

A aplicação, apesar de não oficial, parece excelente, com um lag basicamente nulo como mostra o vídeo que se segue. Falta saber qual a posição oficial da Sony quanto a isto, especialmente agora que o suporte à PS Vita está basicamente parado. E diga-se que dado o sucesso do Stream da Xbox One para PC, esta aplicação parece ser muito bem vinda no mundo da PS4.

Eis a app em acção com o jogo Stynx!

Infelizmente a aplicação não será gratuita e custará 10 euros. E aqui há duas questões pertinentes a serem colocadas.

1 –  Será que a Sony vai aceitar bem isto? A Sony (e a prática é normal neste mercado) nunca gostou que alguém ganhe dinheiro com os seus produtos sem as devidas licenças. O produto em causa alarga as potencialidades do serviço, podendo ser mau para as vendas dos smartphones Xperia e da PS Vita. E ao ser pago e ligado à consola, muitos poderão associar problemas no software a problemas na consola que a Sony não deseja. Fica por isso a questão se a Sony não irá atuar removendo o software do mercado.

2 – Não se compreende bem os motivos que levam um software caseiro a querer entrar pelo domínio do pago. Certamente que, ao ser caseiro, a protecção ali colocada será fácil de ser removida, dado origem a versões piratas do software. E essas versões podem ser adulteradas e causar problemas de infecções por vírus ou outras. Ora não só isto é mais uma vez uma situação que certamente não agradará à Sony, como impedirá o autor de lucrar com o software a não ser que gaste uma fortuna num sistema de protecção profissional (que mesmo assim será crackado).

Publicidade

Posts Relacionados