Robocop poderá vir a ser uma realidade bem próxima.

Apesar de com um conceito bem diferente do do filme, os polícias Robots estão mais próximos do que se julga.

k5-robot-security-guard

Polícias robots são uma realidade apenas em filmes de ficção futurista, mas o K5 Beta é um protótipo bem real de um robot criado por uma empresa da Califórnia, a Knightscope e que pode mudar isso.

O robot tem a forma de uma bala, com 1,5 metros de altura, sendo bastante semelhante ao R2-D2 dos filmes do “Star Wars”, e apesar de não fazer tudo o que o seu primo da “galáxia longínqua“, possui uma série de sensores que lhe permitem ver, ouvir e mesmo sentir os odores da sua envolvente.

 



Os dados recebidos pelos sensores são combinados com dados  recebidos em tempo real e compilados externamente e que permitem ao robot ter consciência da realidade que o rodeia, alertando a comunidade ou serviço que serve, possuindo ainda contacto directo com as autoridades.

Ou seja o K5 é um observador que analisa e compila dados relativos à sua envolvente e usando essa informação juntamente com outros dados que recebe constantemente tenta prever a ocorrência de crimes.

No caso de detecção de crime, emite via wifi toda a informação cobre o mesmo, permitindo que toda a comunidade tenha acesso à informação em tempo real.

A empresa que criou este robot foi fundada como resposta massacre que ocorreu na escola de Sansy Hook em Newtown, Eua, em Dezembro de 2012, e tem como intenção a criação de um elemento que permita prevenir situações do género.

No entanto as pessoas não gostam muito que imagens, video e dados sejam recolhidas para bases de dados privadas, pelo que, apesar da sua intenção e utilidade, o projecto pode ser visto com maus olhos.

É por esse motivo que o K5 liberta todos os dados que possui de forma livre sempre que detecta algo. A intenção é assegurar à comunidade que nada de ilegal está a ser feito, fornecendo a todos os dados que possui.

O robot está agora em fase de testes Beta, mas não há dados sobre quando poderá ser colocado à venda.

Fonte: Lifescience



Posts Relacionados