Rumor: APUs Celadon pretendem retirar o domínio da Intel nos GPUs integrados

Segundo uma suposta fuga de informação, foi dado a conhecer que a AMD pretende criar um APU com um GPU de baixo custo, que competirá directamente com as soluções integradas da Intel, mas com uma performance várias vezes superior.

Quando falamos de soluções integradas, apenas a AMD e a Intel possuem soluções. Estamos aqui a falar de GPUs presentes nos CPUs, ou se assim preferirmos APUs.

A Intel basicamente traz em todos os seus CPUs um GPU intel integrado que permite usar o sistema sem o acréscimo de um GPU discreto, é no entanto uma solução de baixas performances gráficas e que nem de longe, nem de perto consegue competir com os GPUs discretos da AMD ou Nvidia.

Mas se a AMD tem tambem soluções do género, elas não são tão genéricas como as da Intel, mas o certo é que os APUs que as possuem estão dotadas de um GPU que a nível de performances bate as soluções Intel, ficando porém abaixo das soluções discretas da Nvidia.

É aqui que entra o Celadon. Basicamente a ideia é trazer uma performance equivalente às soluções da Nvidia. Basicamente a performance destes Celadon poderá alcançar as da Nvidia MX250, mas integrados no CPU. Aliando a tecnologia Ryzen a um GPU com estas performances, a AMD basicamente arrebentará completamente com as ofertas da Intel.



Basicamente, e enquanto a Intel não tiver uma linha de GPUs seus com performance adequada, resta à Intel soluções com duplo GPU, um Intel dos seus, e um segundo da Nvidia, o que a nível de preço não será competitivo com a oferta AMD pois limitar-se-à a oferecer performances semelhantes, mas a um preço superior.

Especificações dos APUs AMD Celadon

Estes APUs possuirão uma solução integrada que usam memoria DDR4 com um bus de 128 Bits, e dotada de 8 unidades de computação (512 Shader processors). Os dados actualmente existentes apontam para uma velocidade de 1,75 Ghz, o que face à atual oferta da AMD com processadores Zen e GPUs baseados na arquitectura GCN Vega, que se limita a 1.3 Ghz é impressionante.

O certo é que 512 SPs batem tudo o que a Intel pode oferecer. Provavelmente baseados na litografia de 7nm+ com um CPU Zen de última geração, esta é uma oferta extremamente atractiva.



6 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Nelson Cruz
Nelson Cruz
6 meses atrás

É falso que os GPUs integrados da Intel não consigam competir com placas gráficas da NVIDIA! O GPU Intel 630, integrado nos processadores da Intel desde os 7xxx, dá coça na segunda placa gráfica mais vendida na Amazon. Que é da NVIDIA. 😀
https://www.youtube.com/watch?v=IOQ7RnJj3dg

By-mission
By-mission
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Ele estava a brincar…

Nelson Cruz
Nelson Cruz
Responder a  Mário Armão Ferreira
6 meses atrás

Pois claro que estava a brincar. Mas é de 2014. E ainda se encontra por aí nas lojas todas. E na Amazon a MSI GT 710 é incrivelmente a segunda placa mais vendida. Não sei como é possível haver no mercado uma placa tão fraca, e vender tanto. Tirando a substituição de placas avariadas em computadores antigos e apenas usados para trabalho e internet, para que mais serve isto?

Shin
Shin
6 meses atrás

A ID dos drives de Renoir são sequências de FireFlight e RavenRidge existe versões desse mesmo chip com e sem SMT e com Vega e RDNA. Eles são a base dos consoles da nova gen.

error: Conteúdo protegido