Rumor: Densidade do novo Ivy Bridge-E pode ser um entrave ao overclock

Ao que tudo indica o novo Ivy Bridge-E terá uma densidade superior à usada pelo Sandy Bridge-E e tal implica uma coisa… mais calor.

Ivy

De acordo com o website WCCFTECH o novo Intel Ivy Bridge-E terá uma área de apenas 258.37 a 259.84 mm2 (erro de 1%), o que face ao Sandy Brigde-E com uma área de 435 mm2 é uma redução bastante drástica.

O novo processador terá 6 núcleos completos, em detrimento dos 8 núcleos “mutilados” do Sandy Bridge-E, mas apesar da redução, a densidade energética é a maior alguma vez registada. Assim teremos 0.5W/mm² no Ivy Bridge-E,  0.481W/mm² no Ivy Bridge, 0.440W/mm² no Sandy Bridge, 0.345W/mm² no Sandy Bridge-E e 0.475W/mm² no Haswell.

 Dado que basicamente mais densidade energética se reflecte em maior dissipação de calor por mm quadrado, tal reduz as capacidades de overclock.

Há no entanto que referir que este processador será fornecido com um sistema de dissipação de calor diferente do habitual que poderá tomar já em conta esta situação.



Posts Relacionados