Rumor: Fifa segue o caminho de PES

5 1 vote
Avalie o nosso artigo

Estes jogos deixaram de ser “pay to play”, para passarem a ser “Play to pay”.

A frase do subtítulo surgiu num comentário do nosso leitor José Galvão, mas revela a realidade que atingiu os jogos de futebol.

Antes o jogador pagava para comprar o jogo e o jogar. Mas a forma como as micro transações evoluíram tornaram as receitas das vendas irrelevantes. Os jogos tornaram-se uma máquina de vender cartas, cartinhas, pontos, e porcarias que se tornaram num negócio de milhões. Ao ponto que agora o jogador existe para pagar… e a frase “Play to pay” adapta-se bem.

Daí que para se poder levar a coisa ao patamar seguinte, em que o jogador basicamente pode ser forçado a ter de pagar para jogar, ou pelo menos jogar de forma conveniente, a Konami resolveu abandonar o seu PES, torna-lo gratuito, e passar a viver apenas das transações internas.

Uma situação que um conhecido leaker de Figa revela agora que será igualmente adoptada pela EA com o seu Fifa 23.



A forma como a industria está a avançar torna-se preocupante. O futuro da mesma poderá até nem estar em causa, mas será certamente bem diferente do que é atualmente.

E sinceramente, se isto é o futuro… um futuro onde quem ganha é quem gasta mais dinheiro, eu não estarei nele!



5 1 vote
Avalie o nosso artigo
10 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Sparrow81
Sparrow81
1 mês atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Se Sony tivesse essa visão, começaria a formar equipe para produzir seu próprio futebol. Seria um risco, mas se desse certo seria um tiro certíssimo e que traria muitos jogadores para plataforma, pois pelo jeito o futebol acaba de morrer nos videogames. Não que estivesse vivo, já era um zumbi a mais de 10 anos.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Licença se paga né. PlayStation já patrocina a maior competição de clubes do mundo.

Hiago
Hiago
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

Talvez a Sony poderia comprar logo a Konami e revitalizar a franquia PES.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Hiago
1 mês atrás

Hahahaha..m como se fosse fácil… Mais fácil pegar o Studio San Diengo, contratar uma segunda equipe com pessoas com experiência na Konami e EA e desenvolver seu próprio game. Hehe

Hiago
Hiago
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

A Konami seria uma ótima aquisição, daria para revitalizar todas as franquias que colocaram na geladeira e ainda resolveria o problema com as licenças exclusivas de times que a Konami possui, algo que um estúdio com ex-funcionários da Konami não teria como resolver.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Hiago
1 mês atrás

É mais fácil comprar as IPs do que a Konami. A Konami hoje não está só nos games e ela vem dando cada vez menos importância para o setor.

José Galvão
José Galvão
Responder a  Mário Armão Ferreira
1 mês atrás

No nosso tempo as licenças não eram um problema, muitas horas passei eu a editar as equipas do campeonato nacional no Sensible Soccer, até achava piada os nomes aldrabados.

Esta era que atravessamos agora, faz-me lembrar os tempos em que me fartava de comprar cromos para completar a caderneta, mas ai dava para trocar com amigos, hoje em dia não só é um sistema altamente manipulador como é perigoso.

Convém não esquecer que a monetização é projetada por verdadeiros psicologos que são peritos em engendrar táticas para manipular o jogador, existem palestras no GDC sobre técnicas predatórias para implementar nos nossos jogos.

Carlos Zidane
Carlos Zidane
1 mês atrás

Ainda bem que não sou mais tão vidrado em FIFA, mas essa é uma notícia péssima de qualquer forma, pois infelizmente pode se alastrar.
Incrível como as pessoas aceitam todo tipo de porcaria que lhe empurram.

error: Conteúdo protegido