Rumor: Playstation 4 será essencialmente um PC.

Parece que a Sony aprendeu com a Microsoft e a sua Xbox 360. Após ter gasto largos milhões no desenvolvimento do Cell para a sua PS3, a consola da Sony viu-se equiparada em potência por uma consola da concorrência equipada com uma arquitectura convencional, a Xbox 360.

Quer isso dizer que, os milhões gastos pela Sony com o Cell, no fundo quase serviram apenas para pesquisa e desenvolvimento, pois na prática a tecnologia que já existia conseguia performances em tudo semelhantes.

O motivo para a afirmação inicial prende-se com um rumor de uma suposta fonte de elevada reputação (e não são todas? 😉 ), e que afirma que a próxima consola da Sony, a Playstation 4, será “essencialmente um PC” em termos da tecnologia usada.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Se tal for verdade, nem é de admirar. A Ps Vita utilizou igualmente uma arquitectura tradicional de aparelhos móveis, e com grande sucesso, pelo que não há motivos para que a formula não se aplique à PS4.

Segundo o rumor, a Sony e a AMD estão em colaboração muito estrita no desenvolvimento do CPU da consola que se afastará do CELL, indo para uma arquitectura X86. E tal como referimos, a fonte cita a arquitectura da Vita como decisiva para esta mudança de pensamento no fabrico de consolas.

De acordo com Richard Leadbetter da Digital Foundry

Já não se trata de hardware exótico ou inovador, mas sim de criar a melhor máquina possível com um conjunto de ferramentas de desenvolvimento invejável – e é uma aproximação que já trouxe resultados.

Apesar de na PS Vita ainda faltar uma aplicação super desejável, ainda penso que a consola definiu a fasquia em termos de qualidade e quantidade a um nível mais elevado do que qualquer outra consola lançada em 21 anos que estou neste negócio. Extrapolando esta filosofia para a Playstation 3 faz com que uma aproximação ao estilo do PC por parte da Sony pareça muito provável.

Dado o rumor anterior de que a ATI estaria a tratar igualmente dos gráficos, a possibilidade de um processador híbrido ao estilo dos AMD FUSION parece a solução mais viável ao permitir partilhas de memória e melhores larguras de banda internas sem limites na comunicação CPU/GPU.

Publicidade

Posts Relacionados