Rumor: Preços para as consolas da Sony – PS4 Slim a 299 euros e PS4 Neo a 399 euros

Sony_Playstation

Segundo um tweet, a Sony deverá numa primeira fase colocar a PS4 Slim a 299 euros para ver o seu comportamento face à S. Já a Neo deverá ir para os 399 euros, o preço da atual PS4.

Foi dado a conhecer no Twitter pelo reporter do Wall Street Journal que o analista da Jefferies – Global Investment Banking Firm, Atul Goyal teria divulgado que os preços nos quais a Sony apostaria para as suas novas consolas seriam 299 dólares/euros pela Slim e 399 dólares/euros pela PS4 Neo (nome sujeito a mudança).

Apesar de a situação não ser garantidamente verdade, os preços parecem coerentes com a realidade da Sony. A sua Slim, mesmo tendo margem para descer mais o preço, continuará a beneficiar do impulso das vendas da Playstation 4, que apesar de não contar com o leitor Blu-Ray 4K ou HDR, continuará a ser mais potente que a Xbox One S. Nesse sentido faz algum sentido que a Sony procure, numa fase inicial, ver a resposta do mercado a este preço, em tudo idêntico ao da Xbox One S.

Para aqueles que pretendem um sistema com melhores capacidades a oferta passará pela Neo, por um custo acrescido de mais 100 dólares.

Naturalmente, nada é oficial, mas apenas um rumor.

Publicidade

Posts Relacionados

Readers Comments (34)

  1. Se isso for verdade seria a sony a matar o ps4 slim com o neo né? pois com apenas 100 dolares vc tem um console 2x mais potente e também o unico que oferece suporte ao 4k.

    • Sim e não! Porque não há possivel suspensão de vendas por espera de produto melhor (excepto se a neo for anunciada e só lançada daqui a algum tempo). O que há são duas ofertas diferentes a preços diferentes para o mesmo mercado.

  2. Fora o rumor de que o Neo rodará nativamente os jogos PS de geração anterior. Segundo o rumor (que “veio da linha de montagem da Foxconn”) conseguiram colocar um CELL na placa.

    Se for verdade com o CELL é fácil rodar jogos de PS3, mas os de PS2 e PS1? Serão por emulação via software como fazia o segundo modelo do PS3 Fat?

    • Hahaha, eu ia comentar isso 😛

      Só complementando o que eu ia comentar,
      Eu estou achando caro o valor do slim frente ao Xbox one S.
      Acho que deveria vir custando entre 250 a 200 Dólares já que o ps4 não deve descida de preço por todos esses anos.

      Se esse for o preço do NEO está muito bom.
      Agora se o Scorpio vier até uns 500 Dólares ano que vem vai ofuscar o neo fácil, fácil.

      • A Sony não tem porque cortar no preço e descer margens de lucro. A sua consola está a vender mais que a xbox porque é mais potente e como tal há que ver se esse factor ainda se revela decisivo ou não.
        Só em caso negativo se pensa em descer preços.

        • E algo me diz que o caso negativo poderá chegar mais cedo do que pensa. E sinceramente, espero que assim seja.

    • Mas ai Livio, bom ai vai ser uma sacanagem sem tamanho pois 40kk de users não vão poder usufluir desta função caso a mesma venha a ser implementada, não achas, tipo é algo pósitivo assim com a retro do One mas obrigaria a comprar novamente o Neo.

      • Pois é, mas como dizem: é o produto diferenciado, por isso dá margem para incluirem isso no console.

        Creio que se fosse o slim com essa retrocompatibilidade nativa a sacanagem seria maior.

        • Espero que isso acabe por ser apenas um rumor, pois se o mesmo acontecer iria causar um enorme atrito com os consumidores do modelo básico. creio que esses 40 milhões (o qual me incluo) também iriam querer jogar os jogos do PS3 que são ofertados na Plus. então seria desvantajoso para nós e eu deixaria de renovar minha subscrição se isso acontecer.

      • Como a sacanagem que fizeram no One S. Se você quiser assistir filmes em 4K ou jogar em HDR deverá comprar o One S.

        • Apesar de a S ser uma excelente consola isso é uma perspectiva que não pode ser ignorada.
          A consola inicial custou 500 euros e foi vendida aos fan mais acérrimos.
          O que eles ganharam? Deitaram o Kinect ao lixo e agora veem uma nova consola sem porta kinect e com hdr e 4k.
          A Microsoft fez isso para tornar a consola mais interessante e aumentar vendas. Mas há essa perspectiva.
          Pessoalmente não a considero relevante, mas em marketing isso tudo conta.

    • Acho meio difícil, mas se colocarem um Cell lá e a gente poder rodar os games PS3 aí eu dou os parabéns pra Sony, e ainda por esse preço?!! Fantástico. Até compraria hum, sinceramente. Tem alguns jogos de PS3 que não tive tempo de jogar, pra mim seria muito bom.

    • Ui… isso não acredito. Mas se fosse verdade estaria interessado .

    • O Cell está morto e enterrado. Existe uma forma fácil de conseguir rodar os jogos da geração passada na atual que é pegar no código dos jogos que rodam no PC e adaptá-lo.

      A maioria já faz isso, mas como aumentou a resolução e os fps chamam-lhes remasters e cobram por isso.

      • Ui… achas? Possivel é, mas simples não tem nada. O CELL são 7 spus dedicados com uma capacidade de cálculo em algumas operações que um CPU normal não tem e que precisava do uso do GPGPU para o substituir.
        Isso seria algo totalmente impossível dados os custos inerentes e a dimensão da libraria da PS3.
        Não te esqueças que os remasters se pagam, o que compensa isso. Mas fazer isso de borla… OMG

        • E quem disse que teríamos que ir adaptar do Cell? Como disse o Cell está morto e enterrado e a Sony faria bem em deixá-lo ir.

          Os jogos estão feitos (maioria deles, pelo menos, outros estão a ser adaptados), com versão PC. E é nessa versão que se iria pegar. (Aliás, é nessa versão que a maioria das thirds pega com toda a certeza)

          Não acredito que com todas as compatibilidades que existem fosse muito dificil pegar num jogo PC e colocá-lo a correr na PS4 – sobretudo porque claramente não há optimização nem desenvolvimento centrado no hardware, apenas uma adaptação à consola. Definitivamente não será comparável a construir o mesmo jogo de raíz num remake, será mais barato.

          Mas a Sony poderia ir muito mais longe: criar um exchange program – recolher as cópias antigas da PS3, PS2 e PS1 e substituí-las por estas versões adaptadas do PC (maioria desses jogos possuem versão PC de qualquer forma, por isso…). Sim, não seria o mesmo que os lucros de um remake, mas garantiria a fidelização dos clientes, vendas nas versões antigas dos jogos (como aconteceu com Red Dead Redemption, por exemplo), e acima de tudo, uma extensa livraria para a loja online e muita margem de manobra para ofertas, campanhas, bundles e o Plus. Isto sem falar de extras como troféus, e até conteúdo extra.

          Teria que ser gradual, para assegurar um equilibrio no custo e no financiamento, mas seria possível.

          • Estás a falar de jogos de thirds sem exclusividade consola, ou seja, com versão PC. E que mesmo assim requereriam certament adaptação para consolas uma vez que endereços de memória e uso de vários núcleos e mesmo cpus (a ps4 tem 2 cpus de 4 nucleos cada) não estariam suportados. Mais ainda teriam de ser convertidos pelo menos para o GNMX. Isso é algo que não depende da Sony e que a Sony não pode controlar e nem sequer ditar.

          • Sim, e a grande maioria dos thirds possuem versão PC, especialmente na geração passada.
            Entre isso e preparar uma versão de raíz, este processo certamente sairia mais barato. E foi certamente o que muitos fizeram com estas remasters, pegaram no que tinham no PC e colocaram a rodar na consola.

            A Sony não o ditaria, mas colocaria a iniciativa. Não estamos a falar de fazer o jogo de raíz mas de o adaptar, algo que muito provavelmente requer apenas a conversão, sobretudo no caso de jogos mais antigos.

            A parte boa é que as versões convertidas desses títulos na PSN, dariam muita margem de manobra para promoções e iniciativas – além de muito provavelmente cnduzir à venda das cópias atuais dos jogos (estou a pensar num programa de trocas), o que muito provavelmente acabaria por pagar por si só isto.

            Além disso, não estou a dizer que os títulos teriam que ser todos convertidos de uma vez, mas gradualmente, ao longo do tempo, e poucos de cada vez. Dessa forma conseguir-se-ia, penso eu, financiar a coisa.

          • É uma ideia com pernas para andar. Mas fazer isso para ceder gratuitamente a quem tem o jogo é que não estou a ver.

  3. A falta de HDR até pode ser aceitável, apesar de que quem já viu em ação, garante que é muito significativo. Mas não ter suporte para 4K nem para filmes só pode ser resumido como vergonhoso quando isso não implicaria em praticamente nada além de atualizar a saída HDMI.
    É claramente um produto de baixo custo. Essa é a situação atual, o Playstation 4 é um produto barato, construído com plástico pobre e sem funcionalidades que se tornam cada dia mais atrativas com o barateamento de TVs UHD, e quem desejar, será obrigado a adquirir um Neo.

    O modelo de 2TB do Xbox One S custa 399,00 dólares e esgotou em poucos dias, quando existe um modelo de 500GB por 299,00. Os consumidores não são desesperados lutando para guardar 100.00 dolares em países como Estados Unidos, Japão, Canadá ou Reino Unido. Logo, com um console de gente decente custando apenas 100,00 dólares a mais, esse modelo slim cairá rápido no esquecimento dos consumidores desses países e será renegado a vender bem apenas em países de economia baixa. Em pouco tempo, o Neo terá mais atenção da Sony do que o PS4 original, e todos os consumidores que vendem o almoço pra comprar a janta, mas defendem empresa como se fosse a mãe, estará jogado de lado.
    Certamente o Xbox One também perderá a atenção da Microsoft quando o Scorpio for lançado, mas se serve de consolo, ele já tem 1 ano de anuncio quando chegar, pelo menos teremos todos os jogos anunciados antes dele já lançados, enquanto o Neo pegou os fans de surpresa, que negaram o rumor igual o diabo nega a cruz, e ainda corre o risco de chegar no mercado antes mesmo do The Last Guardian.
    Mas quem está perdida no mundo é a Microsoft…

    • Ainda a usar o esgotamento do lote do One de 2T como um modo de sucesso sem saber quantos foram disponibilizados para venda. Aliás você é craque em utilizar vários modos para decidir o sucesso de um produto. Se o teu produto não é bom em questões técnicas em relação ao rival você parte logo para as vendas. Aconteceu com Uncharted 4, não duvidaria que acontecesse com o Slim.

      Mas vamos lá defender a empresa que tratamos como mãe, inclusive no Brasil onde a MS cuida com outros olho seus consumidores não é? Cadê o Slim por aqui, onde está o preço oficial e o seu lançamento?

      A MS é tão mãe no Brasil que deu desconto de R$200,00 nos consoles Xbox, porém para o One original esse desconto somente é aplicado para os vendidos na loja oficial, cujo valor sem desconto é R$2499,00 ficando a R$2299,00, sendo que se você for na Submarino, Walmart, Americanas… você encontra o mesmo console por R$1800,00 ou até menos.

      • A Microsoft vendeu o equivalente a quantidade de PS4 no mercado americano que é maior que todo o europeu somado. Eles mesmos disseram que as vendas desse modelo foram acima do esperado. Quer dizer então que na verdade eles criaram meia duzia de consoles de 2TB? Mesmo que fosse, a Sony divulga numeros de consoles enviados à loja para falar de vendas, então quem garante que eles venderam exatamente o que falam?
        O Slim não está aqui ainda, assim como o PSVR também não estara até Abril de 2017. E não precisamos lembrar de quem lançou um PS4 por aqui por 4000,00 reais com uma margem de lucro 3x maior que no resto do mundo dizendo que a culpa era toda dos impostos né?
        Acha que o Neo será lançado aqui em sintonia com o resto do mundo?

        Na verdade essa história de desconstruir os fatos associando outras questões é o modo como voces agem, por exemplo, a PSN é um lixo, voces dizem que na vedade se importam com a experiencia single player por que ninguém joga online. Uncharted 4 não consegue vender para 15% da base instalada do console, aí sai o discurso de que as pessoas compram o PS4 por causa dos seus exclusivos concebidos pelo poder celestial por que na verdade o que importa é que ele tem os gráficos e sei lá o que. Não existe nenhum jogo exclusivo com Multiplayer ao nível do que se espera para 2016, aí voltamos ao argumento numero um, no Playstation ninguém se importa de jogar online.
        Agora temos um PS4 Slim que vai perder recurso e deixar de oferecer algo que deveria ser básico em uma revisão de hardware, e da qal muitos já davam como certo de existir. Ai o argumento de agora é que não importa, por que o foco do produto não é esse.
        Como previ e tenho acertado em tudo, já há o discurso de justificação do Neo por aqueles que demonizaram os rumores, da mesma forma que não existe nenhuma menção à morte prematura do Slim já sabendo que existe o Neo. E é só esperar a Naughty Dog anunciar a versão definitiva de unchared 4 no Neo para que aqueles mais radicais que dizem que não irão comprar o Neo de jeito nenhum, descolem o console, co o muito que compraram The Last of Us pela segunda vez num intervalo de 1 ano, mostrando pra Sony que ela pode cobrar a vontade pelo mesmo jogo quantas vezes quiser que os caras compram.

        • Vamos lá corrigindo um trecho omitido, “O slim ainda não está aqui e assim como o PSVR só chegará em 2017”
          fonte: http://link.estadao.com.br/noticias/games,bgs-2016-novidades-xbox-one-s-e-playstation-vr-so-chegam-ao-brasil-em-2017,10000073521

          Não duvido que o Slim vendeu equivalente ao PS4 no mercado americano e que colocou somente “meia dúzia” de unidades, mas convenhamos lá é um mercado forte, claro que iria vender bem e com certeza tinha muito mais unidades disponíveis para venda, mas nos outros mercados onde seu histórico não vai bem? Será que colocou unidades a venda muito acima de sua média de vendas?

          Sony lançou o PS4 a R$4K no Brasil e meses depois foi diminuindo o preço porque não tinham vendas, chegando até hoje a R$2.399,00(500GB + 3 jogos) na loja oficial, enquanto a MS aumentou o preço do One chegando a R$2.299,00 (500GB+ 1 jogo) temporariamente(s/ o desconto temporário R$2.499).

          Com certeza a Sony não fará com o PSVR assim como fez com o lançamento do PS4, importar um produto e colocar um preço alto, pois sabe que vai vender pouco e que seu público é menor. Bem como a MS que não vai colocar o Slim tão cedo devido o grande estoque de One Fat que ainda existe no país.

          Jogamos somente single player….. que piada. Não acho a PSN um lixo pois nesse ano não lembro das vezes que ela ficou indisponível quando fui usá-la.

          Engraçado que o assunto principal agora para denegrir o slim é a perda da saída óptica, é sim uma característica a menos, mas que não afeta a jogabilidade do usuário. Não lembram que as TVs LCD/LED/Plasma há tempos também tem essa saída, minha TV de 2011 já tem, qual a dificuldade de pegar o cabo óptico e ligar na TV?

          E por último pelo o que sabemos o jogo que sair para o Neo funcionará no PS4, e o lançados para o PS4 antes de setembro receberão um patch para rodar a 1080p 60fps, como a ND vai lançar uma versão definitiva somente p/ o Neo? Faz me rir Fernando, no desespero começa a alterar informações.

        • Já que vc adora lembrar do preço praticado pela Sony no lançamento do Ps4, saiba vc que o preço do controle elite no brasil no site da Microsoft é 1.799,00 reais Fernando, agora me diga onde esta a Microsoft boazinha???? Quase 2k em apenas 1 controle.

    • Caro Fernando, respeito seus comentários e vejo que você tem um bom nivel de conhecimento, mas fica claro nos seus comentários a tendência de enxergar os defeitos da Sony com lupa enquanto minimiza os da Microsoft. Uma pena. Imparcialidade é uma joia rara no mundo atual.

      • Eu não suporto hipocrisia. Sony e Microsoft são a farinha do mesmo saco fazendo exatamente as mesmas coisas e do mesmo jeito apenas em oportunidades diferentes e existem duas medidas distintas para cada uma. Se demoniza as atitudes de uma, tem que demonizar da outra. Se minimizam de uma e atacam a outra, deve existir a oposição para equilibrar as coisas, por que o mundo real não é o conto do mocinho contra o vilão.

        • Nesse aspecto concordo. E tenho-o vindo a dizer.
          As novas consolas tão cedo são uma vergonha, e nesse aspecto a Sony é a pior. Lidera e ainda assim lança primeiro.
          Mas mesmo nas slim há o que dizer. A Sony corta uma ou outra caracteristica acrescentando outra, e a Microsoft também corta, apesar de ser claro que no global aqui a coisa aumenta. Apesar de, pelo menos para mim, nem os cortes, nem os acréscimos de ambos os lados, serem motivo de revolta por não mexerem nas funções fulcrais das consolas, os novos modelos deviam ser apenas versões reduzidas do original.
          Depois há queixas… e admiram-se.

    • A inclusão de novas caracteristicas como o 4k na slim criaria uma diferenciação significativa face à PS4 original. A Slim não foi pensada para isso uma vez que face ás boas vendas da consola tal como ela é não há porque prejudicar os compradores da consola original.
      A Microsoft fez isso apenas porque precisava de aumentar vendas, porque a One original, como ela é, vende pouco face ao mercado que se revela existir.
      A arma da Sony não é essa, mas sim a possibilidade de, caso necessário, descer preços sem prejuizos.

    • @Fernando agora virou analista de pedaços de plásticos e apesar de nem ter PS4 sabe exatamente a qualidade dos seus materiais?????
      O mais engraçado disto tudo é que ele agora se apegou nestes argumentos ridiculos de que o PS4 é console de pobre e os materiais do mesmo são da pior qualidade possível, não consigo entender o ódio de alguém maduro que ele tem pela Sony, tudo absolutamente tudo que a a mesma faz o cristão vem aqui meter o pau, incrivel como ele se presta a este papel ridiculo. Enfim acho triste tudo isso pois com essa atitude o user se revela um gamer autista pois só ve as coisas de uma perspectiva a qual muitas das vezes destoa da de todo mundo. Ainda posso citar também outro argumento que ele começou a usar de que os EUA, Canada, Reino Unido são paises os quais as pessoas tem muita consciencia do que fazem com o seu dinheiro, dando a entender que estes consumidores que começam a adquerir o Xone S são os corretos e quem compra o PS4 é aquele consumidor que troca o almoço pela janta, cara ao ver este tipo de coisa só posso pensar que o cara tem uma vida estabilizada e que não passa dificuldades financeiras e se assim for fica mais evidente o preconceito pelos gamers que detem uma vida mais dificil, novamente é triste ver esse linha de raciocinio de alguém maduro.
      Pra terminar, eu não tenho nada contra o user mas condeno as suas afirmações e forma de pensar.

    • Depois de meses de críticas ao anuncio de novas consolas, é fantástico chegar a esta fase e ver que o que achas relevante nesta situação é o facto de que a Neo sairá este ano, e o modelo atual será rapidamente esquecido, enquanto que no caso da Xbox, o modelo atual (ONE/ONE S) só será esquecido daqui a um ano, porque a Scorpio só sairá daqui a um ano. Por isso, na tua opinião tinhas toda a razão: a Sony é a má da fita, e quem preferiu a PS4 é que andava cego.

      O facto de que a Xbox ONE terá uns míseros 4 anos de vida quando a Scorpio chegar não parece afectar-te minimamente. Aliás sobre isso a tua principal preocupação parece ser o facto de ela ser mais poderosa que a Neo, portanto, yay!!! tudo está bem, certo?

      Vou apenas dar uma outra perspetiva não enviesada:

      A parte do baixo custo eu até aceito: se fornecer a qualidade que a PS4 ofereceu até agora, a um preço baixo – digo baixo e não este de 299$ que acho elevado – então sim, conquista quota de mercado, chega a mais casas e irá impor a PS4 por mais tempo. Tal como a PS2 o fez. E acima de tudo conseguirá apoio para esta geração, sem sacrifícios grandes nas contas.

      Já o design… Dou o prémio à ONE S sem dúvida. Se tivesse que escolher, a ONE S iria comigo. A PS4 slim parece um daqueles produtos giros que se compra em catálogo de brindes. A ONE S já é uma peça de design mais séria. Apesar disto, acho que no fim o design desta versão slim é uma mais valia: permite um produto barato (embora não de fraca qualidade como dás a entender, porque no fim faz tudo o que a PS4 atual faz), discreto, e sobretudo pequeno – cabe em qualquer sítio. Mas acima de tudo chegará às massas, mais rapidamente.

      É que pareces não te dar conta do enorme risco e da posição delicada em que nos encontramos. Tens olhado para as mais recentes declarações dos cabeçilhas da EA? Do como elogiam esta enorme evolução, como acham que estava na altura de acabar com aquele modelo arcaico de ciclos de 6-8 anos?

      Thirds como a EA já estão a salivar perante esta nova realidade e a cereja em topo do bolo será quando as pessoas forem atrás e o modelo estilo smartphone com ciclos de 3-4 anos se impuser: acabou-se a optimização, acabou-se a programação dedicada, viva o PC.

      Isto é péssimo para nós. Deixaste de comprar uma máquina que contará com apoio durante 8-10 anos, para uma máquina que contará com apoio durante 4-6 anos. Menos valor pelo teu dinheiro.

      Por isso sim. Acho que apesar de o design não me parecer atrativo, o facto de ser barato, ao contrário do que sonhas – pelos vistos achas que as pessoas mesmo em paízes desses gostam de deitar dinheiro pela janela fora – irá ajudar a fomentar a posição da play4 nesses mercados e impedir isto.

      Porque agora, vemos a Sony a entrar na fase séria de exclusivos, um dos principais motivos pelos quais as pessoas preferiram a PS4. Nesta E3 tiveste Death Stranding, Days Gone, Spiderman, Horizon, Detroit e God of War. Tudo para este ano e os próximos 2, pelo menos. Motivos para a compra de consolas.

      E não te esqueças – a Xbox original também era mais poderosa que a PS2. E isso não lhe valeu de nada.

  4. Não vou de nenhum destes consoles.Vou esperar o NX pois pelo que estou vendo a possibilidade do mesmo ser um console híbrido pelo menos para mim vai ser algo tentador.Fora as franquias da Big N que adoro.Fora que aqui no Brasil o PS4 S e o NEO vão demorar muito tempo para baixar seus preços.

  5. Papel ridículo ?
    Passa tempo e ainda esta assim com uma disputa acirrada com o Fernando?
    Achei que já tinha superado isso rapaz kkkk
    Coloquem uma coisa na cabeça de vocês são todas iguais, ocorre que parece que nos últimos minutos a MS depois de tanta cagada acertou e olhamos por um lado, ela gastou uma nota para reverte o que tinha feito.
    A Sony usou a vantagem de estar na frente para recuperar receitas e deu certo ate o momento, pode estar na frente em quantidades mais isso não garante Lucro pessoal assim como MS.
    Estamos entrando na era dos fim dos consoles como víamos antes.

Os comentarios estao fechados.