Original PS4 NEO
CPU 8 núcleos Jaguar aa 1.6 GHz 8 núcleos Jaguar a 2.1 GHz
GPU AMD GCN, 18 CUs a 800 MHz  AMD GCN melhorado, 36 CUs a 911 MHz
Memory 8 GB GDDR5, 176 GB/s 8 GB GDDR5, 218 GB/s

Os jogos poderão usar a performance adicional da NEO, sendo que a Sony permite o uso de 512 MB adicionais para suporte ao novo hardware. O suporte 4K está garantido, mas isso não implica jogos 4K nativos.

Ao que parece a Sony impõem algumas limitações ao modo NEO, forçando a que os jogos que ali correm necessitem forçosamente de exceder os fotogramas da versão PS4.

A ideia é que a performance não seja usada apenas em mais efeitos gráficos, criando uma disparidade enorme entre as duas consolas que deverão co-existir e oferecer a mesma experiência.

A Sony vai impedir que hajam jogos que corram apenas na NEO, forçando a que a base seja sempre suportada. Não pode haver absolutamente nada na NEO que não esteja disponível na PS4, com as melhorias a serem limitadas à performance e a situações locais (como jogos locais), mas nada que possa afectar a funcionalidade do modelo existente.

Terá igualmente de haver paridade no suporte ao hardware!

Todos os jogos que sejam lançados depois de Outubro de 2016 terão de suportar os modos normal e NEO, e os jogos lançados em Setembro terão de receber patches para a nova consola. No entanto o rumor refere que os jogos preparados para a NEO podem sair antes da consola, o que impede que se pense que a consola sai em Outubro!

A Sony permite ainda que os jogos atuais tenham patches para a NEO.

Parece assim que estamos mesmo condenados a uma nova consola após 3 anos do lançamento da PS4.