Samsung entra na loucura. O seu smartphone Flex poderá custar 2500 dólares.

O novo telefone dobrável da Samsung poderá custar 2500 dólares, o que se poderá traduzir para Portugal em algo como 3000 euros!

Confesso… sou fan da Samsung! Neste momento, após vários anos, deixei de ser cliente da marca, mas continuo a achar os produtos deles excelentes. A questão é que a marca está a entrar na loucura dos preços!

Os seus topo de gama andam acima dos 1000 euros, e prevê-se que o S10 possa rondar os 1300 ou mais euros. Mas a realidade é que antes dele temos o Samsung Flex, o telefone dobrável com ecrãs de 4.6 polegadas que desdobrado é um tablet de 7.6 polegadas.

Convenhamos que por  muita tecnologia que possa ali existir, um smartphone de 4.6 polegadas ou um tablet de 7.4 são pequenos! E cobrar 3000 euros só porque ele dobra e um pouco esticar a corda. No fundo, apesar da menor conveniência, é possível comprar um smartphone e um tablet por esse preço.

A questão é que no que toca à tecnologia é a sua fraca duração no mercado: Pagar um topo de gama compensa pouco quando pouco depois telefones da concorrência começam a apresentar o mesmo a preço bem mais baixos. Mas o pior nem é isso, é a desvalorização que estes telefones tem, pois devido a serem ultrapassados  rapidamente, e à pouca procura por estes modelos de topo usados, em poucos meses eles caem entre 100 a 200 euros no preço.



Quanto a interessados, bem, eles existirão… Há sempre fanáticos, e há sempre pessoas que gostam de mostrar que estão em cima da onda. Mas por 3000 euros… não obrigado! E por muito que tentemos, não conseguimos ver interesse em recomendações ou análises a hardware deste preço. Porque quem gasta este dinheiro não anda certamente à procura da melhor relação qualidade preço, ou de recomendações de hardware, até porque, de forma simples e directa, não há verdadeiramenre nada para além da novidade de um ecrã donrável que justifique tais preços.



Posts Relacionados

newest oldest
Notify of
Carlos Zidane
Visitante
Carlos Zidane

Agora eles pegaram pesado. Esse display dobrável a mim não vale praticamente de nada. Se fosse uma tela com resistência a quebras (como foi o Moto Force sei lá o que) seria uma muito mais valia…
Porém assim como um Bugatti, isso aí é só pra quem tem dinheiro no banheiro invés de papel higiênico.