Samsung foi acusada de mentir sobre a resistência à agua dos seus smartphones.

A autoridade da concorrência na Austrália diz que a Samsung exagerou na publicidade aos seus equipamentos, o que se traduz em publicidade enganosa.

De acordo com a ACCC (Australian Competition & Consumer Commission), a autoridade da concorrência Australiana, que monitoriza as boas práticas da concorrência comercial e os direitos dos consumidores, a Samsung está a fazer publicidade enganosa, e assim sendo vai colocar a empresa em tribunal. O motivo é a resistência à água dos seus telefones.

Desde o S/ que a Samsung refere que os seus Smartphones possuem a certificação IP68, uma certificação que garante a resistência à água e ao Pó. Esta certificação garante que o smartphone pode ser submergido até 1,5 m de água por 30 minutos, sem sofrer danos.

Mas a publicidade da Samsung vai mais longe e mostra o seu aparelho a ser usado em piscinas e em praias, sem qualquer preocupação. A questão é que mesmo que o telefone aguente, a ACCC refere que a Samsung não testou os produtos ao longo de um largo período de tempo para perceber até que ponto o seu uso continuado nestas situações poderia afectar o aparelho ao longo da sua vida. E a realidade é que alguns utilizadores que o usaram nas condições indicadas por algumas vezes e que tiveram problemas com a água, viram as garantias negadas.

A ACCC refere que a Samsung usou mais de 300 publicidades em que mostrava o telefone a ser usado livremente nas condições acima referidas, e juntou os mesmos ao processo em tribunal.



Caso a Samsung seja considerada culpada esta pode ter de pagar 7 milhões de dólares por cada publicidade lançada em que mostra essa promessa falsa.