Sensor curvo da Sony pode revolucionar câmaras de baixo custo

O maior problema de uma pequena câmara é a miniaturização das lentes que necessitam de manter qualidades de refracção intactas. A proposta da Sony passa por um sensor que resolve esse problema.

curved-camera2

Se para o utilizador normal está cada vez mais difícil distinguir entre uma câmara de topo e uma câmara mediana uma vez que com as condições ideais é já possível tirarem-se fotos com qualidade impressionante em um simples smartphone, o que tem impedido os smartphones de terem câmaras com qualidade de topo é acima de tudo o facto que as lentes não são fáceis de miniaturizar.

Por muito boa que seja a câmara ela só vale pala qualidade da luz que cai sobre os seus sensores, e até hoje não foi ainda possível ter-se conjuntos de lentes que conseguissem ser simultâneamente compactos e poderosos.

Aí é que entra a solução da Sony que propõem que não se altere mais as lentes, mas sim o sensor que passa a ser curvo. E a provar a qualidade do que se pode obter a Sony mostrou a foto promocional de cima.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

 curved-camera1

Basicamente qualquer lente que seja colocada sobre um sensor plano introduz uma forma de distorção de imagem que é conhecida como a curvatura de campo Petzval, e que descreve o facto que os raios de luz serão reflectidos num valor não standard dependendo da distância da trajectória do ponto plano focal. Ou mais simplesmente, quanto mais inclinado for o angulo do raio, mais longe vai cair do ponto focal da lente. Ora as câmaras de topo resolvem este problema usando múltiplas lentes que vão torcendo a luz para a colocar no sitio para onde ela devia ir, e fazendo algum calculo computacional na imagem capturada para corrigir eventuais falhas.

A questão é que o sensor que vai recolher esses raios de luz pode ser modelado para naturalmente compensar o efecurved-cameraito de curvatura e isso pode trazer muito melhores performances a uma pequena câmara. E de forma muito mais barata!

Infelizmente nem tudo são vantagens pois um sensor curvo tem mais dificuldades com uma imagem em Zoom, mas os smartphones basicamente usam Zoom digital e isso quando usam.

O melhor exemplo de sensores curvos são os nossos olhos. São sensores curvos que com um efeito de lentes bem simples corrige as imperfeições da distorção da luz de forma eficiente

Se estes sensores irão passar a ser comuns no mercado depende agora da Sony. É a primeira empresa a apresentar um sensor do género, e tem agora de convencer a concorrência a adoptar os seus sensores.

Publicidade

Posts Relacionados