Sony dá a entender lançamento em breve da PS5

Mais uma vez há dados que apontam para um lançamento da PS5 em breve. Mas não para se concluir quando.

O lançamento da PS5 está para breve, apesar de não se saber ao certo quando! Mas podemos especular e tentar ver o que é dito!

John Kodera, actual CEO da Sony, referiu recentemente que a PS4 está entrar no final do ciclo da sua vida e essa frase pode dar direito a especulações quando analisada.

Nota: Há uma série de artigos na internet que refere que Kodera referiu que a PS5 só sairia daqui a 3 anos (2021). Como veremos, tal interpretação é abusiva e incongruente, especialmente perante tudo o resto que este referiu. Na realidade, analisando com cuidados as palavras de Kodera, algo que alguns artigos já fizeram, vemos que este nunca referiu, ou deu sequer a entender que a PS5 sairia daqui a 3 anos. Mas vamos perceber já o porque, mesmo que não se tivesse esclarecido isso, se percebia que 2021 não fazia sentido.

Mas vamos ver então as hipoteses.



Hipotese 1: PS5 em 2021

Tendo a PS4 actualmente 4 anos e meio, um lançamento da PS5 em 2021 daria ainda 3 anos e meio de vida à consola. Ora não é minimamente lógico que, havendo apenas uma diferença de meio ano entre o tempo que já decorreu e o tempo que falta decorrer, surja uma frase que refere que a PS4 está a entrar no final do ciclo da sua vida. Quando muito a PS4 estaria a pouco mais do meio da sua vida, e uma frase daquelas, para além de descabida, não contribuiria nada para as futuras vendas ao criar confusão no mercado.

Hipotese 2: PS5 em 2020

Esta hipótese daria à PS4 mais 2 anos e meio de vida. E de certa forma até se torna aceitável que, tendo já decorrido 4 anos e meio, a frase seja usada. Mas mesmo assim quer-nos parecer que, salvo uma má tradução das palavras realmente usadas, a referência a um fim de ciclo de vida quando há mais 2 anos e meio pela frente (se o lançamento fosse em Novembro de 2020) é algo infeliz. A Sony lançou uma PS4 Pro à pouco mais de um ano e meio, e se a consola ainda tem 2 anos e meio pela frente, a nosso ver esta frase acaba por ser um pouco mau marketing para as vendas da mesma saírem-se com uma frase destas que criará confusão no consumidor, especialmente quando a vida que falta à Pro é superior há que já teve.

Naturalmente cada um responde por si, e “erros de casting” deste tipo até são comuns, mas nos últimos tempos não tanto do lado da Sony…

Hipotese 3: PS5 em 2019

Esta é a hipótese mais coerente para aceitar-mos esta frase da entrada da PS4 em fim de ciclo de vida!

A PS4 Pro é uma consola de meio de geração e como tal sabe-se que só duraria metade da vida da PS4. Sabe-se ainda que apanharia a altura de decadência de vendas da consola ao apanhar o final de vida da mesma. Quem a comprou, dado que a PS4 nessa altura tinha 3 anos, apontou igualmente para uma vida útil de 3 anos (o que daria 6 à PS4 em 2019), e saberia tambem que apanharia o o último ano e meio, que neste caso corresponderia ao último quarto de vida da PS4.  E um quarto da vida, ou ano e meio poderia ser perfeitamente apelidado sem qualquer receio de “fase final do ciclo da sua vida”.

Seja como for, a realidade é que apesar de esta frase ser mais uma que alimenta a ideia de finais de 2019 como data de lançamento, a mesma não é, de forma alguma conclusiva. E quando se fala de ciclo final da sua vida não se fala exactamente da sua morte, mas da sua existência como consola principal da Sony pois é nossa crença que a PS4 ainda estará por muitos anos entre nós.

Vamos por isso ver que mais John Kodera referiu a ver se temos apoio a esta ideia de 2019 ou não:

John Kodera refere ainda (e eis as duas frases que estão a criar toda esta confusão sobre uma possível afirmação de uma PS5 apenas em 2021):

O período até Março de 2021 será quando a Playstation se “abaixará” para crescer de novo no futuro!

E (e não sabemos se ambas as frases são reais, ou se uma delas já é uma deturpação da outra, mas ambas são encontradas nos diversos sites que abordaram o assunto)

Iremos usar os próximos três anos para preparar o próximo passo, para nos baixarmos para podermos saltar mais alto no futuro.

Para explicar estas frases, Kodera apresentou o seguinte gráfico.

Este gráfico tem estado, a nosso ver a ser mal interpretado, com muitos websites a não perceberem que os mesmos representam os lucros dos anos fiscais respectivos e que como tal o período que abrangem é o ano anterior ao indicado.

Assim, o gráfico de cima possui 5 colunas, sendo que a primeira diz respeito ao ano fiscal terminado em Março de 2017, ou seja o período compreendido entre Abril de 2016 e Março de 2017.

A segunda coluna diz respeito ao ano fiscal terminado em Março de 2018, ou seja o período compreendido entre Abril de 2017 e Março de 2018! E vemos uma subida dos lucros.

A terceira é já uma previsão… diz respeito ao ano fiscal de 2019, que compreende o período entre Abril de 2018 e Março de 2019. Ou seja, é o período actualmente em vigor! Aqui prevê-se ainda uma subida dos lucros.

A quarta e quinta colunas são o referido por Kodera como sendo o período onde se aplica aquela que acreditamos ser a melhor tradução das suas frases: “a Playstation se “baixará” para crescer de novo no futuro”.

E aqui surgem as especulações, havendo quem refira que a ideia destas duas previsões é mostrar aos accionistas dois cenários, o dos lucros com uma consola subsidiada parcialmente (a Sony assumir algum prejuízo na venda) e os lucros sem o subsídio (preço total no consumidor). Uma situação que poderá, apesar de cortes nos lucros, ter retornos futuros mais rápidos ao aumentar as vendas. Uma teoria onde a frase de Kodera, “Baixar para crescer de novo”, encaixa perfeitamente!



Seja como for, não haja dúvidas que esta situação se prende com o lançamento de uma nova consola, que pelo gráfico, não será em 2021, mas sim antes: 2019 ou 2020.

Mas qual o ano de lançamento.

E aqui tal como em cima podemos analisar duas hipóteses para tentarmos ver qual o mais coerente, sendo que há teorias válidas para ambos os casos.

Hipótese 1: Lançamento em 2019

Por um lado poderemos pensar que a ausência de 2020 no gráfico não é casual. parece que seria muito lógico e coerente fazer-se a comparação dos lucros em 2021 com os previstos para o ano anterior (ano fiscal de 2020) e não dois anos antes (ano fiscal de 2019). Só aí se poderia ter a noção real da quebra.

E nesse aspecto há quem refira que a ausência de 2020 se deve a um motivo simples. O esconder a data real de lançamento da consola em finais de 2019!

Tal explicaria o motivo pelo qual não há previsão para 2020.



Mas… aqui na PCManias, apesar que sempre apontamos para 2019 como data de lançamento da PS4, perante estes dados temos de os analisar seriamente, e somos forçados a interpreta-los de outra maneira.

Hipótese 2: Lançamento em 2020

Apesar de tal não invalidar o de cima, uma análise ao passado mostra-nos que é no ano de lançamento de uma consola que os lucros caem a pique. E como tal é nesse ano que importa fazer-se a análise financeira.

Neste sentido a lógica de se fazer a previsão no ano fiscal de 2021 faz mais sentido se o lançamento ocorrer em 2020. E neste caso não se deve ler muito da ausência de 2020 que não estará lá apenas… por não estar.

Se recordarmos à uns anos atrás, em 2015, Andrew House, na altura CEO da divisão Playstation referiu que 2015 era “o início do periodo de colheita” da PS4, ou seja o período na vida de um produto onde a empresa reduz o investimento e colhe o máximo de lucros. Aceitando que se passaram dois anos para se chegar aí, a frase de Kodera de que a PS4 estava a entrar na fase final do seu ciclo de vida adequaria-se a um período em tudo semelhante.

E toda esta lógica parece apontar que 2020 seria efectivamente o lançamento da consola!

Agora, o que poderá acontecer é um lançamento em Abril de 2020, uma hipótese colocada por alguns analistas, e que colocaria a consola entre as datas mais faladas de Novembro de 2019 e Novembro de 2020.

Resumindo, não parecem ficar dúvidas que 2021 está fora de hipotese e que ou 2019 ou 2020 são a data de lançamento da PS5, sendo que no global estes dados dados da Sony não ajudam nada a esclarecer qual dos dois seria pois os dados, se calhar propositadamente, não são claros o suficiente para qualquer conclusão.

Seja como for, a hipotese de 2021 parece ficar arrumada. A nosso ver a PS5 sairá em 2019 ou 2020.

Num contexto separado, mas para melhor se perceber as frases de Kodera, resolvemos incluir este parágrafo: O que o CEO da Sony referiu foi : “We will use the next three years to prepare the next step, to crouch down so that we can jump higher in the future”

Basicamente aqui nunca é dito que haverá um lançamento daqui a três anos. Mas sim que serão usados os próximos três anos para preparar o próximo passo, baixando os lucros de forma a poder saltar de novo no futuro.

A nosso ver isso quer dizer que os próximos 3 anos serão usados para reconsolidar a Sony financeiramente, de forma a manter o crescimento das receitas nos anos que se seguem, e isso, a nosso ver, passa pela preparação de uma estrutura capaz e sustentada, na qual o lançamento de uma nova consola devidamente estabilizada e em crescimento, se inclui. Um próximo passo será certamente a criação de um serviço de streaming de jogos, como comprova esta outra frase relatada:

Sony sells the hand-held PlayStation Vita, but Mr. Kodera said that when it comes to mobility, the company doesn’t want to limit itself to a single dedicated device. “We need a broader perspective than that because so many things are now connected via the internet,” he said.”

Infelizmente a tradução que alguns websites fizeram desta frase foi : “Sony Corp. wants to spend three more years readying its next videogame move”, ou seja, que a Sony vai usar os próximos 3 anos para preparar a sua próxima movimentação nos videojogos. Ora isto não podia estar mais afastado do que efectivamente é dito, e é uma interpretação muito fechada de uma frase onde Kodera falava da estabilidade económica da divisão Playstation e não especificamente de um lançamento de uma consola que a empresa nesta fase nem sequer admitiu existir.



Posts Relacionados

newest oldest
Notify of
Edson Nill
Visitante
Edson Nill

Eu tb apostaria todas as minhas fichas em 2019, sendo novembro ou dezembro como meses perfeitos para o lançamento, mas ao meu ver a data perfeita tb seria 2019, pois entraria na frente do seu concorrente direto, tendo o mercado todo seu por um tempo. PlayStation nunca precisou de hardware mais potente para vencer uma geração. Até nessa que ficou um bom tempo com o mais potente, teve o fenômeno dos consoles de meio de geração, e a Microsoft acabou tendo o mais poderoso. PlayStation trabalha com 3 Pilares: Preço, tecnologia e exclusivos, ou seja, não precisa necessariamente ter o hardware mais poderoso, ou seja, o mais caro e sofisticado.

Livio
Visitante
Livio

Embora na minha visão de consumidor desejaria só em 2020/2021, mas como a minha visão que é de economia é diferente da Sony que é de lucro e com base no conteúdo do artigo acima(e de alguns anteriores) já começo a aceitar em um possível novo hardware no final de 2019.

Nessa E3 pode não ter divulgação de um novo hardware, mas pode fazer o mesmo que a MS fez ao lançar um conceito(Project Scorpio)

Carlos Zidane
Visitante
Carlos Zidane

Tem horas que dá nojo falar desse assunto.. Num grupo de WhatsApp aqui, falei a respeito dessa hipótese de 2019, os caras ficaram ofendidos, “não tem nada a ver”, disseram algo: “o cara falou que é em 2021, perai, vou ver se acho o link…” Com a certeza de que o sol vai sair amanhã!

O outro achou ruim (não sei porquê) quando falei que – o camarada que só joga um FIFA despreocupado, não tá ligando tanto pra novo hardware tão cedo, pois o PS4 ainda vai longe – aí solta que fui infeliz no comentário pois o cara que joga FIFA podia se sentir ofendido com meu comentário… Mas vai se lascar com essa geração “palavras machucam”, isso ainda vindo de cara barbado…
😠

Edson Nill
Visitante
Edson Nill

Se tiver como Carlos, me ponha nesse grupo de zap TB de PlayStation.

Carlos Zidane
Visitante
Carlos Zidane

Edson, com todo o prazer faria isso, mas acabei sendo banido… Kkk pois é, não aceitam muito bem sinceridade.
Mas achei foi bom, os caras lá estão num nivel caipira de tudo, nada a ganhar lá, só perda de tempo.

joao
Visitante
joao

acho que estão levando para o lado errado o que foi dito por “fim do ciclo”, talvez ate tenha sido uma utilização errada de palavras do Kodera, mas ele mesmo explica o que ele quis dizer com isso, o que ele quis dizer e o fato das vendas vão decrescerem agora, o fim de ciclo do ps3 foi iniciado em 2011 o do wii em 2008, o ps4 em um dos seus anos de ciclo de vida vai ainda vender 16m o que e mais que o melhor ano do ps3, entao acho muito difícil ser lançado em 2019.

José Galvão
Membro

Eu aposto em 2020, em 2019 não faz muito sentido pois teremos talvez um dos, senão o melhor ano da PS4 nesta geração, TLOU2, Ghost of Tsushima, Death Stranding, Days Gone, Dreams e quiça, GT7, ainda falta sair isso tudo, e muito provavelmente só sairá em 2019, e lançar uma PS5 no ano em que sai estes jogos de elevado calibre, é no mínimo irracional.

Em relação aos 3 anos referidos, penso que ele se esteja a referir ao tempo de vida da PS4 ou seja, 2 anos ainda activos e um ano de transição com a PS5 já no mercado ou seja, 2020.