Sony é agora basicamente uma empresa dedicada à Playstation

A Sony está a dar lucros, mas a empresa ainda atravessa tempos difíceis.

A Sony continua em dificuldades, com as receitas, apesar de terem existido lucros, a ficarem abaixo do esperado.  

A empresa, antigamente o maior gigante da electrónica mundial, tem vindo a ser mal sucedida em todas as áreas, e tem-se vindo a desfazer das diversas secções que antes a constituíam, e agora acaba de se separar de mais uma das suas secções, a de baterias.

A secção de baterias estava inserida na divisão de componentes, que inclui os conhecidos e lucrativos sensores Sony das máquinas dotográficas, reconhecida mundialmente como lider no segmento. Mas no entanto a parte de baterias que a Sony iniciou em 1975 estava a torna-se custosa face à concorrência de empresas como a LG, Samsung ou Panasonic, obrigando a investimentos de 270 milhões de dólares anuais.

Dos 546 milhões de lucro apresentados pela Sony, 78% advém da divisão Playstation, o que torna a empresa completamente dependente da mesma. É uma empresa que vive do sucesso da sua consola e que, como tal, não se pode dar ao luxo de cometer erros.

Numa nota pessoal, percebendo-se esta situação de dependência da Sony, torna-se cada vez mais difícil compreender como é que a empresa aposta em lançar uma consola como a NEO que, de forma clara, e já comprovada pelas inúmeras reacções nos fóruns, irá ser mal recebida e irá antagonizar a base de utilizadores da consola, podendo comprometer o futuro da Sony.

Mas cada um sabe da sua vida… e se calhar a Sony não está assim tão atenta ao mercado e ao que os seus fans pretendem como isso!

Publicidade

Posts Relacionados

Readers Comments (17)

  1. Luciano S. Carvalho 3 de Agosto de 2016 @ 9:32

    É praticamente um suicídio, subiu tão alto só para poder se jogar lá de cima. Vai entender!

  2. Tb não entendi esta de lançar um Neo, mas… Do jeito que está, a Sony será como a Nintendo, ou seja, só viverá da indústria de games. E pensar que a Sony fora um colosso no final do séc 20 em eletrônicos, um bom exemplo para mostrar onde erros e mais erros podem levar uma Empresa. Uma lástima!!!

    • Normalmente é assim. Quem está por cima deixa de inovar e começa a viver do nome. E depois lixa-se!
      No caso da Sony pecou em todos os sectores, e onde esteve bem foi nos jogos. Mesmo no tempo da PS3, com uma consola que se revelou dificil de programar, a Sony esteve bem ao oferecer aos fans aquilo que eles queriam. Mas agora… parece que vai pecar ao lançar uma consola que os fans não querem ver no mercado.
      Faria bem melhor em lançar em 2017 com especificações decentes! Mas aquilo que surgiu em rumor… nem é carne nem é peixe… mas estraga a refeição!

  3. Eu não sei o que se passa lá dentro, mas más políticas de gestão e de relacionamento com o cliente entre outras coisas que li, são imperdoáveis. Lamento pela Sony porquê ela sempre trouxe inovações e qualidade, enriquecendo o mercado, sem essa “potência” o mundo tecnológico ficaria terrivelmente mutilado. Espero que ela se recupere, ou num pior caso, fosse assumida por uma gigante de respeito. Só como exercício de imaginação, pensem em algo como a Samsung, que atua em tantos campos e talvez é hoje o que a Sony já foi, porém com uma equipe bastante competente e competitiva (tendo em sua equipe alguns ex engenheiros da própria Sony) se ela comprasse a marca PlayStation, o que será que poderíamos esperar?! Kkk Sempre fantasiando/ esperando o melhor possível. Mas o Neo é um grande ponto de interrogação no ar.

  4. Comparando apenas as companhias e não os produtos, o lucro da Sony foi quase 11 vezes menor que o da Microsoft no mesmo período, com um agravante, a MS registrou perdas em relação ao ano anterior por causa de investimentos realizados, redução do preço e margem de lucros do Xbox One e fim de produção do Xbox 360.
    Nessa caminhada, a Sony está se condenando à ser apenas uma empresa de games e possivelmente eles nunca mais terão os recursos financeiros para projetar um console que seja o lider de tecnologia da indústria. Eles já não teriam nessa geração caso a Microsoft não tivesse apostado uma boa parte do orçamento no Kinect.
    A melhor saída pra Sony é se concentrar no que eles realmente podem fazer, jogos. Até por que se a empresa viesse a fechar um dia, seria terrivel o mercado de games ter apenas console da Microsoft e Nintendo. A concorrencia é boa para o consumidor.

    • Como referi já várias vezes não podes dizer isso porque a divisão de hardware engloba vendas dos surface e hardware pc.

      Computing and Gaming Hardware

      The principal products and services provided by the Computing and Gaming Hardware segment are: Xbox gaming and entertainment consoles and accessories, second-party and third-party video game royalties, and Xbox Live subscriptions (“Xbox Platform”); Surface devices and accessories (“Surface”); and Microsoft PC accessories.

      Mas se tiveres números só sobre os lucros líquidos da Xbox que apoiem o que dizes, por favor mostra.

      Aquilo que o relatório refere é que a Xbox teve quebras de vendas e receitas, mas mesmo assim não há lá valores específicos de lucros só para as consolas ou qualquer outro, apenas receitas.

      Computing and Gaming Hardware revenue increased $1.1 billion or 12%, primarily due to higher revenue from Surface, offset in part by lower revenue from Xbox Platform. Surface revenue increased 65% to $3.6 billion, primarily due to Surface Pro 3 units sold. Surface Pro 3 was released in June 2014. Xbox Platform revenue decreased $385 million or 6%, driven by lower prices of Xbox One consoles compared to the prior year, as well as a decrease in second- and third-party video games revenue. We sold 12.1 million Xbox consoles in fiscal year 2015 compared with 11.7 million consoles in fiscal year 2014.

      Indirectamente, o relatório refere de forma clara as receitas da Xbox (chegas lá indiretamente), mas não lucro líquido. E o que aqui está da Sony é o lucro liquido, não são as receitas.

      Seja como for, se queres receitas da Sony, elas foram de 15,66 mil milhões de dólares. Podes ver no relatório oficial.
      http://www.sony.net/SonyInfo/IR/library/fr/16q1_sony.pdf
      78% são 12,21 mil milhões só da Playstation!

      Já agora, o da Microsoft está aqui:
      https://www.microsoft.com/investor/reports/ar15/index.html

  5. Não gosto dessa notícia a Sony fazia produtos de excelentes qualidade, durabilidade, designer que até o Steve jobs elogiava o desenho dos produtos. Agora tá isso ai só vejo notícia que sony tá mal das pernas.

  6. Na minha época a SONY era a melhor empresa de eletrônicos disparada,não tinha pra ninguém,eh triste ver uma empresa que contribuiu tanto para o mercado tecnológico ter decaído tanto,foi a SONY quem criou a mídia cd,o videocassete,a primeira tv transistorada,os haters podem não gostar da SONY mas eh inegável sua contribuição para o mercado de eletrônicos,a má gestão da empresa está destruindo ela,logo quando a SONY mostrava sinais de que ia dar a volta por cima,com o sucesso esmagador do ps4 eles me lançam a neo,qual a necessidade de um console novo e mais caro só pra rodar em 4K,sendo que 4K ainda nem eh padrão,eh um luxo.

    • Esse foi o problema da Sony. Tanto foi líder e tanto definiu padrões que acreditou que poderia faze-lo para sempre.
      Lixou-se!

    • O problema da Sony foi um cancro que subiu a presidente. E quando cancros destes tomam as rédeas da empresa e tomam decisões brilhantes como despedir os funcionários com longos anos de casa e provas de competência dada, sai asneira.

      As mentes foram-se, o talento foi-se e a concorrência nem perdeu tempo: agarrou-os.

      Resultado: a empresa é ultrapassada em todas as frentes, e agora só restam escombros daquilo que um dia foi um gigante.

      Moral da história: lição de gestão 101 – valorizar os recursos humanos, fazê-los crescer no seio da empresa.

      infelizmente o cancro também saiu e foi empastar outras empresas – porque quando são gestores de topo geralmente e ao contrário dos casos reais, quando não conseguem matar a vítima não são eliminados, passam para outra e sem mossa.

  7. https://www.microsoft.com/en-us/Investor/earnings/FY-2016-Q4/press-release-webcast

    Receitas de 22,6 Bilhões de dólares, ou mil milhões como vocês dizem aí na Europa.
    Lucro de 6,2 bilhões de dolares.

    A Sony consegue gerar uma receita de 15 bilhões e ter um lucro de apenas 570 milhões, sinal claro de má gestão, um custo operacional muito alto para um lucro extremamente baixo.

    • Sobre isso… Nada a argumentar. É efectivamente pouco. As baterias (agora vendidas) e os smartphones, são um sumidouro de dinheiro.
      Mas os 6,2 milhões que referes são nom GAAP, ou seja contabilidades não aceites oficialmente para termos de reporte às entidades.
      http://www.investopedia.com/terms/g/gaap.asp
      Como o link explica, sem se seguir as regras do GAAP não se pode acreditar em qualquer nível de consistência nos relatórios financeiros.
      Estas regras são internacionais – são basicamente principios da contabilidade.
      Com GAAP os lucros da Microsoft são cerca de 3 mil milhões. Mas tendo em conta que a Microsoft, ao contrário da Sony, não tem fornecedores e custos de produção, mas apenas salários dos funcionários, que neste caso são programadores (Os surface não são produzidos em fábricas da Microsoft e a microsoft vende software e serviços), a diferença até se compreende bastante melhor.
      Curiosamente, nos smartphones, a seccão que mais se aproxima da realidade da Sony, olha para os resultados…

    • E está patente – ainda o ano passado se falou da política da Sony face aos smartphones e como agendava e geria os lançamentos, coisa que entretanto melhorou, mas tornou a piorar, por alguma razão, este ano.

      Tenho pena pelas Bravia, sempre gostei do design, a Sony em 2005/2006, quando o HD surgiu, introduziu alguns televisores muito interessantes no mercado. Depois vimos a LG e a Samsung a conseguirem continuamente ultrapassar a companhia em tecnologia e qualidade.

      Apesar de tudo, as televisões desde 2013 não têm sido más… mas também não são suficientemente boas que justifiquem o preço face à concorrência.

      • Há uma coisa onde as TVs com tecnologia sony são imbativeis. O input lag é o mais baixo do mercado.
        Infelizmente os media pouco falam sobre essa caracteristica, e a realidade é que a concorrência, apesar de não ter valores tão baixos, tambem tem bons valores.

Os comentarios estao fechados.