Sony já despachou 47.4 milhões de consola PS4

A Sony veio anunciar o despacho de 47.4 milhões de consolas. Mas surge a pergunta: Desde quando a Sony fala em despachos nesta consola em vez de vendas efectivas? Haverá algo que não se quer revelar?

Ao longo dos tempos temos vindo a analisar os valores indicados pelas marcas no que toca a vendas e despachos de consolas.

E curiosamente o que temos vindo a constatar é que quando as vendas estão a ser bem sucedidas as empresas indicam sempre as vendas efectivas (Sold Through). Mas quando as coisas não correm assim tão bem, rapidamente mudam para os valores despachados (Sold in), ou seja o número de consolas colocadas em lojas, mas não o número de consolas efectivamente nas mãos de clientes. É uma forma de se manter informações com números elevados, tentando ocultar as quebras das vendas.

Isso aconteceu com a Sony com a PSP quando a empresa competia com a Nintendo DS a nível de vendas. E se inicialmente ambas as empresas davam números de vendas, rapidamente a Sony começou a trocar os mesmos por consolas despachadas. Só desta forma os relatórios da Sony conseguiam números que acompanhavam os da Nintendo, mas estava longe de reflectir a real penetração no mercado.

Esta foi uma situação que ainda recentemente voltamos a ver com a Microsoft e a Sony na guerra entre as vendas da PS4 e da Xbox One. Se no início, orgulhosamente ambas as empresas reportavam o número de vendas, rapidamente a Microsoft mudou para as consolas despachadas… e a certa altura, quando nem esses números acompanhavam os da Sony, a Microsoft parou pura e simplesmente de fornecer números de vendas passando a referir actividades nos jogos e números de contas activas na Xbox Live.



Tudo técnicas para se aumentar os valores de forma artificial face a uma realidade que não se pretende demonstrar.

Ora perante esta realidade não pude deixar de constatar que no seu último relatório a Sony veio dar a conhecer a que até ao final de Setembro a empresa despachou (Sold In) 47.4 milhões de consolas!

Quando a 26 de Março de 2016 a empresa deu a conhecer que tinha nessa altura alcançado um valor de 40 milhões de consolas efectivamente vendidas ao público (Sold Through), a referência agora a números de consolas despachadas não pode deixar de ser notada.



A 26 de Março de 2016 a PS4 tinha um total de 28 meses de vida. E com 40 milhões de consolas nas mãos dos clientes, isso implica vendas efectivas médias na ordem dos 1,42 milhões de unidades mensais.

Ora desde esse mês de Março a Setembro são 6 meses. E isso, pela média de vendas anterior, implicaria uma média de mais 8,52 milhões de consolas efectivamente vendidas (Sold Though) neste período! Algo que não acontece com o número anunciado a ser de apenas 7,4 milhões… e meramente despachadas (Sold In).

Naturalmente temos consciência de que isto não significa que a PS4 esteja, globalmente, a vender pior. Afinal os 1,42 milhões de média mensal de vendas efectivas abrangem meses onde o volume de vendas é extremamente elevado face aos restantes, como é o caso de Novembro e Dezembro, que não estão contabilizados nestes 6 meses entre Março e Setembro. E isso implica que, dependendo dos valores reais de vendas (Sold Though), as vendas da PS4 até poderão estar dentro de valores considerados normais.

No entanto, pelo menos para nós, não deixa de ser curiosa a referência a consolas despachadas, especialmente numa altura em que a Xbox One tem vindo a bater a PS4 em vendas em várias partes do mundo. E isto deixa-nos a pensar sobre se, no mínimo, a Sony não estará a achar ser necessário passar ao público uma imagem de vendas bastante robusta para combater a eventual ideia de que a sua consola caiu nas vendas! Até porque se em Março a Sony tinha 40 milhões de unidades vendidas, quantas tinha despachadas? Certamente um número maior! E isso implica que mesmo o número de despachos nem sequer os 7.4 milhões foi, mas sim menos.

É certamente uma situação curiosa… Que pode ser fruto de mero acaso… mas que, como percebem pela ideia do artigo, os números que referimos, e historial das empresa no uso deste tipo de informação nos parece que pode estar cheia de significado! Até porque a quebra de vendas da PS4 perante a perspectiva da PRO é uma realidade de mercado expectável e que certamente estará a reflectir-se nestes números. Falta saber apenas é se esse será o único motivo para o sucedido.

Certamente ficamos à pensar e a aguardar curiosos por mais dados da Sony.

 

 



Posts Relacionados