Sony – Não temos emulação de jogos PS1 e PSP porque?

A retro compatibilidade pode ser algo de uso esporádico, mas o seu valor é inegável. E negar aos clientes a possibilidade de a ter quando estão reunidas as condições para que ela exista, não parece algo passível de explicação coerente a não ser pela possibilidade de se revender remasterizações.

Sim, todos sabemos que os jogos PS3 não são fáceis de se emular, e que colocar os mesmos na PS4 requer muito trabalho. Até aí nada a dizer!

Mas e os jogos PS1, PS2 e PSP? Certamente a PS4 tem performance mais do que suficiente para emular esses jogos, certo?

A resposta não só é positiva, como vai mais longe. E se soubesses que, pelo menos no que toca à PS2 e PSP  a Sony tem emuladores perfeitamente funcionais para a PS4, mas que não os liberta?

Não nego que adorei a remasterização de Shadow of The Colossus, mas não seria nada mau dar a alternativa a quem já tem as versões todas desse jogo, de as correr na PS4, ou seria?
Na perspectiva de quem já comprou os jogos, pensa-se que sim! Já na da Sony, a resposta parece ser um rotundo não!



Ora quando sabemos que hackers conseguiram, ainda no firmware 4.05, aceder a um emulador escondido no firmware e perfeitamente capaz de correr jogos PS2, ficamos desde então à espera da libertação do mesmo. Mas infelizmente, numa altura em que já se fala de uma possível PS5, nada foi mostrado.

Eis o emulador a funcionar:

Infelizmente os jogos não funcionam todos de forma directa e a maior parte precisa de “retoques” para se adequar ao hardware da PS4, mas o facto é que com ou sem a necessidade de patches, estes jogos poderiam estar acessíveis para correrem na PS4, a quem possui os mesmos, da mesma forma que a Microsoft faz.

A situação torna-se ainda mais caricata quando se soube que PaRappa the Rapper Remastered, lançado para a PS4, é na realidade o jogo original da PSP, a correr num emulador que re-escala a geometria para as capacidades da PS4, sendo que os hackers acreditam que Loco Roco 2 Remastered, lançado no mercado Asiático, funciona sob o mesmo emulador. Uma prática que aliás não é nova uma vez que os “minis” vendidos na PS3 eram também eles jogos PSP a correr num emulador.

A realidade é uma: Muito ou pouco usada, a retro compatibilidade é uma mais valia. Mas a Sony não se tem mostrado muito interessado em a ceder livremente, e re-vender jogos PSP a correr nestes emuladores é-lhes muito mais rentável.

Nesse sentido, e sabendo-se da existência destes emuladores oficiais da Sony, é caso para mais uma vez se usar o slogan: PS4 – For the p ayers!



Posts Relacionados

  Subscribe  
newest oldest
Notify of
José Galvão
Membro

A Sony nesta geração só me tem dado motivos para sorrir, mas neste quesito é de facto vergonhoso, estão praticamente a obrigarem-me a pagar outra vez por um jogo que já lhes comprei, e digital ainda por cima.
Percebo que em relação à PS3 seja muito complicado, agora as outras?
Vão enganar outro.

Pode ser que com a PS5 já sigam o excelente exemplo da Xbox One, não acredito que aceite um disco de PS ou PS2 mas ao menos que aceite os meus jogos de PS3 e claro, PS4.

Vitor PG
Visitante
Vitor PG

Pra mim não faz falta nenhuma a retro,afinal tenho todos os consoles da SONY e se quiser jogar jogo no console original que é bem melhor,retro acredito que deixaria o console mais caro então pra mim está ótimo sem retro