Sony recusa vender 15 a 20% da Sony Computer Entertainment

A Sony recusou a proposta de compra de 15 a 20% da sua divisão de entretenimento. A consequência é que a Sony manter-se-à una.

Sony disc loading validation system

A  Third Point LLC, questionou a Sony, em carta enviada no dia 14 de Maio se esta estava interessada na venda de 15 a 20%da sua divisão de entretenimento de forma a obter fundos para a sua secção de electrónica.

A Sony respondeu com uma carta em que os seus directores, de forma unânime  recusaram a venda, acreditando que manter os 100% da secção é fundamental para o sucesso da empresa.

As razões oferecidas referiam:

Publicidade

Retomando o nosso artigo

A procuram por conteúdo está a umentar o seu valor numa industria dinâmica que se caracteriza pela emergência de plataformas de distribuição tanto no mundo do mercado de poderosos aparelhos móveis e no acesso à banda larga. A Sony acredita que o seu negócio de entretenimento irá benefiar de tal, e que os seu accionistas irão beneficiar de possuir tudo, e não parte desses bens.

O controlo total do negócio de entretenimento leva a colaboração interna, facilita sinergias e permite à empresa maior agilidade. A Sony acredita que a colaboração entre os negócios da Sony são numerosos e aumentarão, e uma venda criaria a necessidade de um desnecessário braço de intercomunicações na companhia como resultado de uma minoria de direitos de accionistas, limitando o controlo da Sony e a sua flexibilidade estratégica.

Assim a Sony acredita ter os fundos necessários e que caso necessite de mais os poderá arranjar sem a necessidade de se desfazer de algo que considera essencial à sua estratégia de crescimento.

Publicidade

Posts Relacionados