Star Wars Battlefront é talvez a maior proeza gráfica já conseguida nas actuais consolas

Star Wars Battlefront está sob ataque cerrado pela sua falta de conteúdos, mas o jogo possui pontos a seu favor. E um deles é que visualmente este é o jogo mais impressionante alguma vez criado para as consolas de nova geração.

Analisar a qualidade gráfica de um jogo não é uma questão de mero gosto visual ou competência técnica e artística. É analisar aquilo que está apresentado no ecrã e comparar a nível do que é feito com o que existe no mercado.

Star Wars Battlefront corre a 900p na PS4 e a 720p na Xbox One, e isso pode parecer um ponto negativo. É-o de certa forma, mas no entanto quando se enquadra a realidade do jogo no esquema global, o que vemos é que esse é o menor dos males.

A nível visual, Star Wars Battlefront é um colosso. O detalhe nas modelações, o realismo gráfico, os pormenores nas texturas, e outras situações que se refletem visualmente, são assombrosos. É graficamente um jogo que nos transporta ao universo Star Wars como nunca nenhum outro o fez, sendo mesmo difícil distinguir certas cenas de partes do filme.

Qual o jogo? Qual o filme?

O jogo implementa ainda uma qualidade na iluminação assombrosa, com efeitos de luz, de fumo, transparências, reflexos e outros, a um nível super elevado. Os níveis na floresta de Endor em particular são pura e simplesmente assombrosos, e o detalhe é fantástico! Mais assombroso ainda é que, tirando as diferenças de resolução, ambas as consolas são visualmente idênticas e com um nível de detalhe que se situa entre o High e o Ultra no PC.

Eis alguns efeitos que conseguimos discernir e que se encontram entre o que de melhor se faz actualmente:

-“Image based lighting”
-Fumos volumétricos
-Luzes volumétricas
-Efeitos de particulas
-“Motion Blur”
-Geometria altamente detalhada e vegetação e folhagem
-Animações capturadas
-Photogrammetry
-Tesselização adaptativa
-Parallax occlusion mapping
-Profundidade de campo e  efeito focal bokeh

Mas o mais assombroso de tudo não é a qualidade gráfica. Essa já a vimos em jogos como Ryse: Son of Rome, The Order 1886 ou outros! O mais assombroso é que tudo o que ali está corre a 60 fps basicamente constantes, com quebras quase inexistentes e ridiculamente pequenas. E é no juntar desses dois dados que está o mérito da Dice. Nunca nenhum jogo conseguiu tal perfeição visual com apenas 16 ms de cálculo por fotograma e 40 jogadores no ecrã.
E apesar do sacrificio na resolução que muitos outros jogos já apresentaram sem os mesmos resultados finais, o jogo corre a 1080p 30 fps em ambas as consolas, em modo de ecrã dividido!

SW1 SW2 SW3 SW4 SW5 SW6 SW7 SW8

 

Publicidade

Posts Relacionados

Readers Comments (2)

  1. Sim compreendo, mas fugindo ao tópico, estou indeciso entre a asus Nvidia strix 980ti ou a amd fury x, se eu comprar uma destas gráficas será k me serve para toda esta geração (tendo em conta o flop do DX12 LOL) ou ao fim de um ano terei k trocar? é que tenho medo nunca gastei mais de 700€ em gráficas a ultima que comprei custou-me metade e durou 2 anos mais ou menos. Será melhor esperar k saia o DX12? Obrigado

    • Se pensas no DX 12 de forma consciente tenho de te recomendar a AMD. Com o DX12 virá a computação assíncrona e pelo que até agora foi visto das NVIDIA elas deixam muito a desejar nesse campo. Actualmente tenho uma R9-290x já há um ano e não a penso tocar tão cedo.
      PS: O DX12 já saiu, o que não saiu foram jogos para ele.

Os comentarios estao fechados.