Telefones Galaxy J chegam ao fim. Galaxy A será a gama que os substitui.

A Samsung decidiu cortar na oferta e acabar com um de dois modelos que concorriam entre si. Assim o Galaxy J será descontinuado, mantendo-se a linha Galaxy A.

Convenhamos, a oferta da Samsung é confusa e canibaliza-se a si mesma. Olhando para o seu alinhamento a Samsung oferecia a gama Galaxy S, Galaxy Note, Galaxy A, Galaxy J, Galaxy C, e Galaxy On, sendo que os dois últimos são específicos de certas regiões do mundo.

São demasiados telefones Galaxy, e uma oferta confusa!

No sentido de simplificar a coisa, o ano passado a Samsug acabou com a série Galaxy On e com a Galaxy C, substituindo-a pela Galaxy M. Agora, avança um pouco mais, e corta a série Galaxy J que será substituída pela já existente Galaxy A.

Nesse sentido a série Galaxy A que era um modelo da gama média alta, verá o seu alcançe alargado, até porque o modelo não se estava a dar muito bem na relação qualidade/preço, passando a ter telefones mais acessíveis como o Galaxy A10, A20, A20e, e A30.



A gama contará ainda com o futuro Galaxy A2 Core, um telefone Android Go.

Os modelos de topo serão o Galaxy A50, Galaxy A70, e Galaxy A90 que serão acompanhados pelo Galaxy A60 e A80 em breve.

Nesse sentido está na hora de nos despedirmos dos tão conhecidos Galaxy J, que diga-se lá o que se disser, foi crucial para a divulgação da marca junto do público mais jovem e com menor capacidade económica.

A Samsung parece querer dar alguma qualidade adicional a esta gama A, como o video que se segue demonstra, mas a realidade é que o modelo alcançará uma fatia larga de mercado, pelo que a qualidade será sempre variável conforme o modelo.