Tempo de renderização da geometria da demo do Unreal Engine 5 não era superior ao de Fortnite

5 1 vote
Avalie o nosso artigo

Basicamente a Epic coloca-nos a coisa sob uma outra perspectiva. Que a redução de polígonos conseguida pelo motor não esforça mais o GPU do que um jogo de actual geração.

A EPIC veio mais uma vez falar do seu Unreal Engine, e desta vez numa perspectiva muito interessante. Basicamente a EPIC dá a entender que no que toca ao tempo dedicado ao processamento da geometria da impressionante demo que nos mostrou, não é superior ao que as consolas de actual geração dedicam aos seus jogos.

Isto numa clara referência que a demo não é sobre Tflops ou performance bruta, mas sim sobre as capacidades de I/O, de streaming de dados, e de remoção de polígonos excedentes. E nesse sentido não é de admirar que a EPIC tenha escolhido a PS5 para a sua demo, considerando-a “uma obra prima no design de sistemas”.

Ora quando se fala que o tempo de renderização era baixo, e igual às actuais consolas, pode surgir a questão. Se é assim, porque motivo a demo não era a 4K , 60 fps?

Bem, porque na realidade a EPIC apenas aborda uma parte do que é realizado. Mas não todo o trabalho realizado pelo GPU para aquela cena.



Se bem se recordam a demo do Unreal Engine 5 coloca-nos perante uma cena onde só em estátuas há 16.5 mil milhões de polígono no ecrã. Isto não considerando sequer o resto da geometria ultra detalhada de toda a cúpula e obras de arte adicionais.

Talvez nem todos tenham essa consciência, mas este número de polígonos é algo que nenhum sistema caseiro, consegue gerir em tempo real… e muito menos a 30 fps por segundo. Aliás, ele é de tal maneira surreal que um GPU RDNA não consegue gerar tantos polígonos, quanto mais movimenta-los a todos a 30 fps.

Se lermos os white papers do RDNA, percebemos que esta arquitectura possui 4 shader Arrays, cada um deles incluindo uma unidade de primitivas. Esta situação permite gerar um total de 4 polígonos a cada ciclo de relógio. Isto quer dizer que podemos extrapolar isto para o limite máximo de geração de polígonos da PS5, que é o maior das duas consolas de nova geração, e que será:

4*2230= 8.92 mil milhões de triângulos por segundo.

Esta é uma situação que depende apenas da velocidade de relógio e como tal, sendo a PS5 a consola com as velocidades mais altas, é a que maior débito de triângulos oferece.

Ou seja, temos no ecrã um total de polígonos, movimentado a 30 fotogramas por segundo, que é mais do dobro do que a consola consegue gerar num segundo. Acreditem que o que ali é mostrado é um colosso, algo impensável de se ver até hoje, e que é conseguido graças à velocidade do SSD da PS5 e da sua capacidade de ler dados directamente para a RAM e para as caches do GPU graças ao inovador sistema de I/O da consola. É o motivo dos elogios à consola. O conseguir superar algo que era até hoje uma barreira no hardware.



Mas a questão que surge é… Como é que a consola consegue mover mais de 16.5 mil milhões de triangulos? E ainda por cima a 30 fps?

Na realidade não consegue… Nenhum sistema caseiro consegue. É aqui que entra o geometry engine e as suas capacidades de “culling”, ou remoção de triângulos não visíveis.

Segundo a EPIC, a PS5 naquela demo eles estão a conseguir reduzir os mais de 16.5 milhões de triângulos para 20 milhões. Tudo o resto não é visível!

Mas porquê 20 milhões? Bem, em teoria era possível reduzir-se estes triângulos para algo na ordem dos 8,3 milhões, sem qualquer perda de qualidade, uma vez que 8.3 milhões é o número de pixels que temos no ecrã a 4K. E quando temos triângulos do tamanho de pixels nada ganhamos em os reduzir.

Mas por norma é comum trabalhar-se com margens de segurança. Situações que permitam que um movimento inesperado não coloque a nú a falta de polígonos em alguma zona. E nesse aspecto a EPIC refere que trabalha com valores entre os 8.3 e os 20 milhões de polígonos, dependendo da cena.



Ora 20 milhões de triângulos é o que os jogos mais avançados actuais calculam nas suas cenas mais complexas. Fortnite, o exemplo dado, até nem é dos que mais poligonos puxa, mas como puxa a 60 fps e não a 30 fps, esse número dobra! Isso quer dizer que Fortnite acaba por processar por segundo uma média semelhante ao mesmo número de polígonos que a demo do UE 5.

É um dado impressionante. Que mostra que com geometria complexa, mas sem entrarmos na loucura dos 16.5 mil milhões, a PS5 pode apresentar resultados impressionantes. E quem sabe, esperemos todos… a Xbox tambem!



5 1 vote
Avalie o nosso artigo
37 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
eduard08
eduard08
25 dias atrás

Imagem de como serao as capas da ps5

comment image

comment image

comment image

By-mission
By-mission
Responder a  eduard08
25 dias atrás

Então.. Não tem o selo “Only on PlayStation”, mais jogos indo para o PC?

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  By-mission
25 dias atrás

Já foi falado que não terá mais o selo. Será apenas o selo playstation Studios. E creio que sim, mais jogos de ps4 entrarão no Pc, mas nem todos. Do ps5 eu duvido muito, já que ao que tudo indica se a Sony quer ter seus jogos com todo potencial de i/o nos Exclusivos, um Port para Pc geraria o que? Apenas PCs mto específicos conseguiram rodar os games e isso não teria impacto nenhum de lucro para empresa.
Acredito que a jogada da Sony é colocar alguns exclusivos do ps4 no Pc para angariar mais clientes dessa base para o ps5.

AlexandreR
AlexandreR
Responder a  Sparrow81
25 dias atrás

Também penso igual! God of war deverá ser o próximo a ir para o pc na altura certa. (Perto da sequela sair na ps5)

Reinaldo
Reinaldo
Responder a  AlexandreR
25 dias atrás

Você leu que o modelo actual de videogame é insustentável.
E isso terá implicação no futuro. Ou se altera o modelo, ou se tem de cortar na qualidade.
A sony está com isto tentando obter receita extra com os jogos já existentes. Seria a forma menos danosa de conseguir sustentar o modelo.
E desde que os jogos que passam tenham já alguns anos, não vendendo mais na PS, e sejam lançados na altura de sair a sequela, não vejo mal.

Deto
Deto
Responder a  Reinaldo
25 dias atrás

“modelo insustentável”

“olha so o modelo sustentável: MP cheio de lootbox e microtransações igual celular.”

me lembro desse discursinho lá em 2010~2013 que tudo iria virar jogo de celular.

daniel
daniel
Responder a  Mário Armão Ferreira
25 dias atrás

Off topic Mário.
Com esse investimento da Sony em ações da Epic, achas que pode surgir uma parceria “exclusiva” quanto aos lançamentos desses jogos? Faz até sentido, sendo que a Sony ganha dos 2 lados; com a venda de jogos na plataforma e com os dividendos de sua cota na empresa, que pode valorizar muito com essa manobra, e benefiando os 2 lados.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  daniel
25 dias atrás

Faz mto sentido… Lança os exclusivos de PS4 apenas na loja da epic.

Livio
Livio
Responder a  Sparrow81
24 dias atrás

e já não é praticamente assim? Os jogos desenvolvidos pela Quantic Dream saíram primeiro para a Epic Store

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Livio
24 dias atrás

Não é questão de sair primeiro, é de só sair na epic store.

bruno
bruno
Responder a  Mário Armão Ferreira
24 dias atrás

1.4% nao te da muito direito de voto.

bruno
bruno
Responder a  Mário Armão Ferreira
24 dias atrás

Eu tenho uma sugestao sobre como evitar aumentos dos gastos… que tal geracoes mais longas? Ja alguem pensou nisto? Nao e que as pessoas andem a exigir que aumenta os graficos ate ser impossivel ganhar dinheiro com isto…

Quer dizer, se uns nao conseguem… porque raio e que sentem necessidade de o fazer?

bruno
bruno
Responder a  Reinaldo
24 dias atrás

@Reinaldo com o resultao infeliz que os jogos deixam de contribuir para vender PSs, a consola.

So digo isto: a PS5 ja nao me convencia, e agora convence cada vez menos.

Daniel Torres
Daniel Torres
Responder a  Sparrow81
24 dias atrás

Olha deixando um pouco de lado a parte em que sou contra os exclusivos de Ps irem para o Pc, eu acho que a Sony deveria já que ela quer lançar jogos no Pc contar nos dedos os que vão por exemplo para mim ela seria extremamente burra para não usar outra palavra de lança God of War e Uncharted, porque esses jogos são praticamente a identidade do Ps hoje, assim como Mário e Zelda são para a Nintendo, mas novas IP’s que não venderam tanto depois de um tempo serem lançados para mim é mais “tolerável”.
Fora isso como já disse antes a Sony está querendo traçar os mesmos passos da Micro e isso não é bom, mas fazer o que.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Daniel Torres
24 dias atrás

Mas eu não vejo eles, de forma alguma, colocando os principais AAA do ps5 no Pc. Podem colocar algumas coisas no Pc, principalmente se comprarem Studios indies, mas AAA não. Seja por dificuldades de Port do ps5 para Pc ou por estratégia mesmo. Você abandonaria PlayStation se os exclusivos saíssem depois de 4 anos no Pc? Eu não e creio que a maioria não esperaria tanto assim… Não se esqueça que a Playstation é a galinha dos ovos de ouro da Sony. Eu não acredito que um dia vai estar tudo no Pc, pelo menos enquanto a Sony fabricar PlayStation.

Daniel Torres
Daniel Torres
Responder a  Sparrow81
24 dias atrás

Eu posso te dizer que sim eu posso esperar 4 anos para saírem no Pc, porque para mim eu vou ter jogos Sony, Micro (não ponho em causa a qualidade) e jogos que só saem no Pc ou seja eu vou estar sendo muito bem servido de jogos e para você ter uma ideia hoje eu tenho Ps3, Ps4, Vita e Psp, tem jogos dessas plataformas que eu possuo e até hoje não encostei neles por falta de tempo para joga-los então o período de 4 anos não faz diferença para mim e também não me importo com jogos lançamentos eu ate hoje não peguei The Last of Us 2 e tenho evitado spoilers, tanto que não entro nas notícias daqui em relação a ele.
Quero deixar claro que isso é apenas minha opinião e como eu penso e se o mercado está insustentável como eles estão alegando faz como o bruno falou gerações mais longas e isso para mim é a nova moda da geração assim como a anterior foi DLC’s e ALways on.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Daniel Torres
24 dias atrás

Boa. Geração mais longa é uma coisa legal, mas na atual geração não dava mais. Creio que a próxima sim tem potencial para uma atualização em 5 anos e durar quase 10 anos de geração. Muito melhor.

Daniel Torres
Daniel Torres
Responder a  Mário Armão Ferreira
23 dias atrás

Mário entendo o que você quer dizer porém é ai que te faço uma pergunta, você acha que a pessoa que gasta seus 2 mil dólares ou mais em um Pc de topo, vai realmente comprar o Ps5 por causa dos jogos como a Sony diz ser a intenção dela?
No mais como citei em um comentário acima desde que ela conte nos dedos os jogos que saíram no Pc eu posso até tolerar e continuar com meus planos de adquirir um Ps5, mas a partir do ponto que ela solte uma de suas principais franquias para mim já era Sony e sei que muitas pessoas aqui do Brasil pensam da mesma forma.
Ps: Quando citei o preço em dólares foi apenas por ser uma medida mais segura, já que o Real (moeda do Brasil) não serve como medida comparativa.

bruno
bruno
Responder a  Sparrow81
24 dias atrás

@Sparrow o selo PS Studios tambem estara presente em jogos a chegar a outras plataformas.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  bruno
24 dias atrás

Nem todos… E nem deve ser nisso que a Sony pensa. Como já disse, a Sony tem no playstation sua galinha dos ovos de ouro. Vejo mais uma divulgação dos jogos de PlayStation no Pc para angariar novos clientes, conseguindo faturar mais para novos jogos, do que a receita principal da empresa em games. A Sony sabe da pirataria que existe no Pc e não iria arriscar perder o playstation agora

bruno
bruno
Responder a  Sparrow81
24 dias atrás

O selo estara em todos os jogos feito pelos estudios sony, ou terceiros mas financiados/encomendados pela Sony, e podem chegar a mais plataformas que a PS. E isso que foi dito pela Sony quando o revelou.

Sobre o angariar novos clientes e nao acredito muito nisso e penso que tera o efeito oposto, embora possa ser esse o motivo.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  bruno
24 dias atrás

O problema principal é o marketing da Sony. Eles não tão sabendo comunicar faz algum tempo (desde 2018).
O marketing tá péssimo no que envolve ps5 e tudo a sua volta.
Exemplos: Spider-Man Miles Morales eles não deixaram claro o que era na apresentação. Aí da margem para suposições e até distorções. Tiveram que no dia seguinte se pronunciar falando que era um spin off. Ora, não podiam ter deixado claro pós apresentação de trailer, no próprio?
Outro é Horizon, que dias depois falaram que lançamento é pra 2021! Não era mais fácil comunicar TB depois do próprio trailer?
Enfim, chega até parecer amador várias vezes.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  bruno
24 dias atrás

Agora, se lançarem jogos do ps4 no Pc e os AAA de ps5 ficarem só no console por razões óbvias: se for pra tirar tudo da máquina, um Port para o Pc já se torna inviável né?!! Se for assim, não vejo pq alguém não compraria ps5, sendo que seus AAA não seriam disponibilizados em outra plataforma. Lembrando que ao contrário de muitos por aí, eu jogo todos os exclusivos de playstation e gosto de todos. O contrário de alguns. Por outro lado sou uma pessoa que joga mto pouco multiplataforma, pela qualidade que demostraram nessa geração mesmo. Joguei pouquíssimos e da ubisoft menos ainda por exemplo. Então eu dou prioridade a jogos de qualidade comprovada, pois nem tenho tempo de ficar jogando qualquer coisa por jogar…

Lucas Diogo
Lucas Diogo
25 dias atrás

[OFF]

https://twitter.com/deantak/status/1281287899024027649
Sony invests $250 million in Fortnite maker Epic Games

Deto
Deto
Responder a  Mário Armão Ferreira
25 dias atrás

Será que a Sony vai começar a usar a UE5 nos estúdios internos dela?

talvez estúdios menores que não tem engine?

pq eu não acho que a GG ou ND vão abandonar as engines delas e começarem a usar a UE5.

Já a Bend, com certeza deve seguir na UE5, afinal o único problemas de Days Gone é o stutter do streaming de assets na UE4, que já foi resolvido com o PS5 até na UE4, imagine a UE5.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Deto
25 dias atrás

Creio que os grandes Studios da Sony continuam com suas próprias engines ou trabalham em conjunto com a epic para melhorar a unreal 5 especificamente para uso no sistema PlayStation. E TB como a Sony parece que tá adquirindo vários Studios indies, esses usariam a UE5 e esses AA seriam disponibilizados no PC posteriormente.

bruno
bruno
Responder a  Deto
25 dias atrás

É 1,4%. Não é muito. O que pode ser, e provavelmente é, é a Sony querer o motor optimizado para as suas plataformas.

Repara…. Agora tens até a Square Enix a usar o mesmo para FF.

Julio Esteves
Julio Esteves
25 dias atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Off topic Boatos são boatos e valem o que valem.
Tem um boato indicando que a MS está interessada em comprar a Warner Games

https://adrenaline.com.br/noticias/v/64918/microsoft-quer-comprar-warner-games-responsavel-por-batman-e-mortal-kombat-rumor

error: Conteúdo protegido