Terá a Google deitado fora os 12,4 mil milhões gastos com a Motorola?

Em 2011 a Google adquiriu a Motorola pelo valor de 12,4 mil milhões de dólares. Mas até ao momento o que a empresa ganhou com isso?

motorola-logo-big

A aquisição da Motorola pela Google foi uma jogada muito aplaudida no mercado em plena guerra de patentes. A Motorola seria um excelente reforço ao portfolio de patentes da Google, e uma excelente arma na guerra contra a Apple.

Mas o que se viu até ao momento? Nas acções legais que decorriam a Google perdeu, e o que percebeu foi que o portfolio de patentes da Motorola não era assim tão significativo como se pensava. Fica assim a questão se o investimento terá então sido ou não justificado.

Mas porque lembrar agora a questão da Motorola? Bem, é que a Comissão Europeia enviou à Motorola Mobility uma lista formal de queixas em que acusa a empresa de usar a sua posição no mercado para pesquisar as patentes da concorrente Apple. O objectivo, agir legalmente contra as mesmas.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

Acontece que como é sabido, as empresas tecnológicas que possuam patentes consideradas pela indústria como essenciais para poderem ser usadas em produtos do género, possuem a obrigação de licenciar as mesmas com “termos justos e razoáveis​​”. Ora o que acontece é que na opinião da União Europeia, a Motorola não está a dar à Apple esses “termos justos e razoáveis​​”. E a isto juntam-se as queixas da Apple de que está a ser obrigada a pagar royaltys pelo uso das patentes da Motorola.

A carta da Comissão Europeia não foi leve e mostra claramente que a mesma está disposta a agir podendo aplicar pesadas coimas à Motorola.

Mas mesmo nas acções que tem vindo a ganhar, a Motorola não se tem mostrado tão lucrativa como esperado. Por exemplo a Motorola havia processado a Microsoft pelo uso de um codec de vídeo na sua Xbox, solicitando um pagamento de 4 mil milhões de indemnização. Este foi um processo ganho, mas o valor que a Microsoft foi condenada a pagar foi de apenas 1,8 milhões, uma gota de água face ao valor inicialmente pedido.

Por outras palavras, a Motorola não se está a mostrar minimamente rentável face ao valor astronómico pago pela sua aquisição.

Basicamente a Motorola dá prejuízos e não se prevê que saia do vermelho tão cedo. É certo que a Google quer minimizar essas perdas com vendas de secções da Motorola, como a das Set-Up Boxes e que poderia render 2,3 mil milhões de dólares, um valor mesmo assim baixo face ao total pago.

A eventual  mudança de rumo da Motorola poderá surgir com o lançamento do X Phone, mas com tanto smartphone no mercado e numa economia mundial em crise será que isso vai mesmo acontecer?

Fonte: NY Times

Publicidade

Posts Relacionados