The last of us – parte 2 ganhou o prémio de jogo do ano… Mas e para os nossos leitores, qual foi o jogo de 2020?

0 0 votes
Avalie o nosso artigo

O video game awards atribuiu o seu prémio de jogo do ano… agora é a nossa vez!

The last of us foi, a nosso ver merecidamente, o jogo do ano de 2020… Mas uma coisa é a perspetiva das pessoas ligadas à área dos videojogos, outra é a de leitores específicos. E estando interessado no que são os gostos dos nossos leitores, é altura de abrirmos a votação de jogo do ano de 2020 para os leitores da PCManias…

Assim, ao mesmo tempo que esta notícia, aparecerá na coluna lateral direita um questionário onde podem votar naquele que é, para vocês o jogo do ano.

Notem que cada pessoa só poderá votar uma vez, e não se aconselha a que, caso usem computadores diferentes, votem de novo. O sistema tentará reconhecer e assinalar todas as votações duplas, e caso as mesmas sejam detectadas, como tem sido, os votos dessa pessoa serão todos eles anulados. Em caso de tentativa de burla extrema, como aconteceu à dois anos, a votação será cancelada.

 



 



0 0 votes
Avalie o nosso artigo
28 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Rui
Rui
7 meses atrás

Votei no demon souls, nao o joguei mas dessa lista é para mim de longe o melhor.

José Galvão
José Galvão
Responder a  Rui
7 meses atrás

Alguma jogaste o da PS3?

Rui
Rui
Responder a  José Galvão
7 meses atrás

Sim, tenho o para a ps3.

José Galvão
José Galvão
Responder a  Rui
7 meses atrás

Eu também tenho, e como o acabei sei o que vale e que o remake só pode estar ainda melhor, portanto sem o ter jogado, para mim é o GOTY.

Inicialmente estava inclinado para o TLOU2, mas apesar de achar que como jogo de acção é mesmo muito bom, a nível de história ficou algo aquém, e tudo porque o seu diretor, que é um aceso activista, achou que seria mais importante abordar as questões transgenero e homossexuais do que a história em si, logo a mesma sofreu com isso, e como TLOU tem uma grande vertente de história, para mim é “apenas” um grande jogo de acção.

Hennan
Hennan
Responder a  Rui
7 meses atrás

Joguei no ps5. Gostei bastante, mas tem alguns problemas de design. Deveriam explicar melhor o funcionamento da tendência do mundo. Achei curto e quase não tem batalhas épicas contra os chefes. O nioh 2, me agradou mais. Apesar de graficamente ser bem inferior, ps4 x ps5

José Galvão
José Galvão
Responder a  Hennan
7 meses atrás

Tens que ter em conta que foi o primeiro Souls, mais ainda assim considero ser melhor que o Dark Souls em certos aspectos, e além disso, sendo um remake tinha que se manter fiel ao material fonte.

Alexandre Oliveira
Alexandre Oliveira
7 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Votei no The Last Of Us – Parte 2
E deixo uma menção honrosa para o Ghost Of Tsushima 🙂

Carlos Zidane
Carlos Zidane
7 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

The Last of Us 2, disparado.

hiago
hiago
7 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

poderia ter colocado half life alyx na lista de votação, foi um jogo de nicho, mas inovador.

Ennio Rafael
Ennio Rafael
7 meses atrás

Não joguei o The Last Of Us 2. Estou esperando um patch para PS 5. Acho que vou de Ghost Of Tsushima ou Hades.

Paulo Kaufmann
7 meses atrás

Mário desculpa postar isso aqui, pois não tem nada haver com a matéria, mas na sua última matéria, vc não entendeu o que eu disse! A Rare disse que não quer fazer nada relacionado a suas antigas franquias! Não apenas remakes! Tanto que quem fez a continuação do Battletoads, foi a Dlala e não a Rare!

nETTo
nETTo
Responder a  Paulo Kaufmann
7 meses atrás

Eu vi isso, estão olhando pra frente

Andrio
Andrio
7 meses atrás

Sem sombras de dúvidas The Last of Us part 2!
ND foi muito corajosa em seguir pelo caminho que acreditavam
Tenho um amigo que médico e ele simplesmente ficou de boca aberta para os detalhes contido no jogo,
relatorios de exames com informaçoes reais tudo muito bem feito.
A forma como mostram o TEPT (transtorno do estresse pós-traumático) e cartese foi bem realista.
E a parte tecnica nem precisa de comentários!  

Fernando Molina
Fernando Molina
7 meses atrás

Ghost of Tsushima ou Doom Eternal, porém votei no Ghost, pra mim TLOU 2 foi uma decepção, não gostei da história

Livio
Livio
7 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Votei no The Last pois como respondi uma vez no Eurogamer, um jogo não é somente enredo. The Last se superou em diversos quesitos, seja animações, IA e até mesmo acessibilidade, permitindo que deficientes visuais consigam jogá-lo. Se teve cenários com inimigos e estaladores que eu ficava com medo de seguir em frente ou ficava indeciso em ir para um local, agora imagina um deficiente visual que vai se basear somente no áudio e mesmo assim eles conseguem jogar.

Por tudo que o jogo ofereceu, mesmo tirando o enredo(ao qual eu gostei), mereceu sim ser o melhor do ano, principalmente porque é atualmente uma referência a ser seguida em um hardware de 2013. #FicaADicaCyberbugCyberPunk

nETTo
nETTo
7 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Pra mim o jogo do ano foi Tlou Part2, estou também muito satisfeito com Ghost of Tsushima, quase na platina, este se não tivesse o jogo da NaughtyDog seria o jogo do ano pra mim.

PS: Por todo hype criado desde 2013 principalmente depois de 2015 eu achava que o jogo da geração seria Cyberpunk 2077.

Fernando Cardoso
Fernando Cardoso
7 meses atrás

Comprei o TLOU2 na semana passada, mas ainda não o joguei.
De tudo o que joguei este ano, votaria no Ghost of Tsushima (a correr a 60fps na PS5, que maravilha 🙂 )

Marco Antonio Brasil
7 meses atrás

É muito difícil não dar esse prêmio para o Tlou2. O jogo é tecnicamente impecável, com destaques para a jogabilidade, “ausência” de loadings, design de som, IA, transição para cutscenes, feições e por aí vai.
Alguns podem até não gostar dos rumos da história, isso é normal e faz parte, mas é preciso reconhecer que entregou um roteiro maduro, complexo e coerente com o mundo do jogo, digno de uma produção para o cinema. (

spoiler lever
Achei uma grande sacada a narrativa da abby ter a mesma estrutura da narrativa do joel no tlou1
)
Para mim o jogo só teve um defeito mais gritante, o desenvolvimento da narrativa:
Spoiler leve
Acho que aquelas partes em que jogamos as memórias da ellie quebraram o ritmo do jogo, muitas vezes elas foram inseridas durante momentos de tensão. Da mesma forma, após chegarmos a um ápice somos obrigados a reiniciar com um personagem “do zero” (a abby). Talvez fosse interessante termos jogado com as duas personagem de forma intercalada.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Marco Antonio Brasil
7 meses atrás

Man, se não tivesse aquelas partes de flashback, o game ficaria um absurdo de pesado. Ele tem esses momentos para te dar um pouco de paz de espírito. Eu terminei o game extremamente esgotado emiocionalmente. Creio que se fosse sem os flashbacks, teria diminuído demais meu ritmo no game.

Marco Antonio Brasil
Responder a  Sparrow81
7 meses atrás

Opa, valeu pela resposta. Eu concordo contigo, não acho que deveriam ser retirados os flashbacks. Só acho que alguns são um pouco mais longos do que deveriam e foram colocados nos momentos errados, quebrando o ritmo.

Edit: outro detalhe que eu babei e esqueci de mencionar: a incrível física das cordas !

Sparrow81
Sparrow81
7 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

The Last of us Parte 2. É até covardia com os outros concorrentes. Outro patamar.

nETTo
nETTo
Responder a  Sparrow81
7 meses atrás

Bem vrd, talvez um concorrente de peso fosse Cyberpunk 2077 caso o mesmo tivesse sido lançado antes e de forma decente pra quem joga em consoles. Mas tirando ele da reta por todos os problemas que tem vindo a tona, realmente jogar Tlou Part2 e depois ir pra qualquer game se sente um downgrade considerável na experiência, isso segundo a minha opinião, qualquer um pode pensar diferente de mim

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  nETTo
7 meses atrás

Não seria nem concorrente pra Ghost. A história de Cyberpunk é muito longe do prometido. O jogo não tem absolutamente nada de novo. Ele levaria uma surra no the game awards, isso sim.

Finn
Finn
7 meses atrás

TLoU 2 foi o melhor jogo que joguei deste ano. No entanto, não merecia ganhar todos os prêmios que ganhou, notadamente o melhor ação-aventura e direção, com a ND sendo acusada pelos funcionários de não os ter dado boas condições de trabalho.

Dr. Bemal
Dr. Bemal
7 meses atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Votei em The Last Of Us Part 2 pois o prêmio de GOTY é merecido. Muitos reclamaram que houve atenção a ativismo do diretor do jogo, mas para mim não atrapalhou minha experiência jogando, digo ainda que acrescentou e enriqueceu a história da personagem Ellie. Gostei da maioria das decisões tomadas, com exceção ao fato que ocorre com um dos personagens do game anterior logo no início, mas conforme a trama avança vai se mostrando que a decisão por esse sentido vai fazendo sentido e ainda nos apresentando a personagem Abby e as consequências da escolha de Joel ecoam e afetou drasticamente na vida de Abby e Ellie que no game é apresentando numa alternância que pra mim é a cereja do bolo. Espetacular!!!

Sir. Tavares
Sir. Tavares
7 meses atrás

Merecido!

error: Conteúdo protegido