Ubisoft admite que DRM não pára a pirataria

O DRM é aplicado para evitar a pirataria. Mas esta continua a existir e quem sofre com o DRM acabam por ser aqueles que pagam honestamente os seus jogos.

ubisoft_logo

A Projekt Red, actualmente a criar The Witcher 3 tinha dito em tempos que o DRM era maus para a indústria e que os gamers “não são criminosos que precisam de DRM”. E agora a Ubisoft vem afirmar a mesma coisa, admitindo que o DRM pune quem paga, mas não pára a pirataria.

Em uma conversa com a Gamespot,  Chris Early referiu:

O que é ponto chave para nós é o sabermos que estamos a entregar uma experência aos pagantes que passa pela qualdiade. Não nos quero numa posição em que estamosa  punir um jogador pagante com algo que um pirata pode contornar. Tudo pode ser pirateado dado tempo e esforço para tal. daí que a a questão é, o que criamos como serviços, ou como benefícios, e a qualidade do jogo, que farão com que as pessoas estejam dispostas a pagar por isso?



Penso que é muito mais importante para nós estarmos focados em fazer grandes jogos e fornecer bons serviços. A realidade é, quanto mais serviços há num jogo, mais os piratas perdem. Daí que quando o jogo é bom e tem bons serviços com ele, és incentivado a não piratear o jogo para teres a totalidade da experiência.

E para os descrentes, sim, é a Ubisoft! A mesma empresa que durante muitos anos apresentou dos DRMs mais agressivos da industria. Felizmente eles foram abandonados em 2012 e agora apenas é requerido que haja uma ligação internet na instalação do jogo, o que mereceu o respeito dos gamers.

Esperemos que mais empresas sigam o seu exemplo.

Fonte: Loadthegame



Posts Relacionados