Ubisoft procura investidores para evitar compra hostil pela Vivendi

A Ubisoft encontra-se em risco de uma tomada hostil pela Vivendi Entertainement.

Em riscos de uma tomada hostial por parte da Vivendi, a Ubisoft está atualmente à procura de parceiros. Esta é a notícia dada pelo jornal Canadiano The Globe and Mail e que refere que o CEO da Ubisoft, Yves Guillemot e outros membros da empresa estão a realizar encontros com uma dúzia de potenciais investidores de forma a conseguirem manter os investidores atuais e a gestão corrente. Guillemot chegou mesmo a encontrar-se com o primeiro ministro do Quebec, Philippe Couillard para ver se conseguia investimentos do País.

A Vivendi começou com a compra de acções da Ubisoft no ano passado, e atualmente detêm 15% da empresa. A Vivendi fez recentemente uma solicitação não solicitada de 750 milhões pela Gameloft que é gerida pelo irmão de Guillemot, Michel Guillemot. Este acção é vista como uma forma de pressão da Vivendi para forçar os irmão Guillemot a negociar uma aquisição da Ubisoft.

No entanto a Ubisoft quer-se manter independente e nesse sentido procura investidores que lhes permitam melhor controlo do capital. Guillemot não acredita que a Vivendi feche os estúdios da Ubisoft no Canadá, mas acredita que os estúdios ficarão melhor protegidos se a Ubisoft se mantiver independente, uma situação que lhes garanta igualmente melhor agilidade operacional.

A compra da Ubisoft pela Vivendi pode parecer algo insignificante para o público em geral, mas não quando sabemos que esta empresa, apesar dos seus problemas e defeitos, cria tantos dos jogos que gostamos. E uma compra hostil poderia levar a que muito do seu talento saísse e a empresa se desmembrasse, perdendo-se assim os talentos por detrás de uma das grandes empresas produtoras de videojogos do mercado. E isso seria uma pena tremenda!
Publicidade

Posts Relacionados