Universum War Front – Um jogo feito como deve de ser

O controlo de qualidade nos videojogos é cada vez menor. Problemas e mais problemas são comuns. E mesmo grandes equipas com 100 ou mais elementos lançam jogos com problemas. Eis Universum War Front. Um exemplo para todos!

A equipa que criou Universum Warfront possui… 1 elemento!

Sim, Universum War Front foi feito por apenas uma pessoa!

Seria assim de pensar-se que o jogo não é grande coisa. Um jogo Indie qualquer, provavelmente de baixíssima qualidade.



Pois é aí que se enganam! O jogo possui uma qualidade capaz de rivalizar com muitos jogos de topo. É um universo 3D, com elementos RTS, e mesmo FPS. É um jogo completissimo, e com uma qualidade que, como podem ver nos vídeos que se seguem, é excelente!

O jogo passa-se no espaço, nos planetas, e mesmo debaixo de água. E tudo, mas absolutamente tudo, foi feito por uma única pessoa. Vejam:


 


 


O mais interessante do jogo é que ele está basicamente livre de bugs críticas, e mais do que isso, o seu criador, Cyril Megem, continua a melhorar continuamente o jogo, bem como a adicionar novos conteúdos e unidades.

Face ao suporte dos grandes estúdios que só pensam em vender os seus season pass e conteúdos adicionais para jogos carregados de bugs, este é um exemplo marcante.

TitanFall é talvez um dos melhores exemplos de como o prometido conteúdo adicional pode matar um jogo. Não só ele foi pouco, mas foi pago, (apesar de há alguns dias ele ter começado a ser oferecido gratuito), e acima de tudo fragmentou a comunidade. O mesmo se passa com o DLC adicional de Destiny que estraga completamente o jogo a quem não o possui.

Universum é por isso um exemplo de algo feito por alguém que sabe fazer! Alguém que se preocupa com o seu produto e não em “espremer a teta da vaca” com franchisings anuais e que repetem a mesma fórmula vezes e vezes sem conta



Posts Relacionados