Vendas da Xbox One nos EUA não são muito melhores que as da Xbox 360.

Uma análise às vendas das consolas de antiga e nova geração no mercado Americano, o principal mercado da Microsoft, revelam que a Xbox One não se está a descolar claramente face às vendas da Xbox 360.

Analisando os números de vendas de consolas no mercado Americano, desde o lançamento das novas consolas até ao presente, há vários dados que são perceptíveis.

O primeiro é que as vendas das novas consolas tiveram um pico de vendas no seu lançamento que não foi depois acompanhado. Nesse aspecto a PS4 bateu claramente a Xbox One ao manter o seu pico por um período consideravelmente maior mas, naturalmente acabou igualmente por cair.

Curiosamente, no período de lançamento das novas consolas, por coincidir com o natal, PS3 e X360 tiveram igualmente grandes picos.

O segundo dado perceptível é que Xbox 360 e PS3 estão basicamente a vender o mesmo, com ambas as consolas a manter um média de 50 mil unidades vendidas por mês.



Ora sendo este estudo relativo ao mercado Americano, um mercado tradicionalmente dominado pela Xbox, ele mostra que claramente há uma inversão na tendência do domínio da consola da Microsoft.

Essa tendência é mais notória quando analisamos as vendas da Xbox One e da PS4, e onde podemos ver que se em média a PS4 vende o dobro das unidades da Playstation 3, a Xbox One basicamente acompanha as vendas da consola antiga da Microsoft, não descolando verdadeiramente desta.

Vamos ver os gráficos, começando pelo comparativo PS4 vs PS3:

ps3ps4

O início do gráfico mostra o período de Natal de 2013, com aumento das vendas em ambas as consolas, principalmente na PS4 devido ao seu lançamento. Nota-se igualmente as grandes quebras nas vendas da PS4 devido à rotura de stocks.

Posteriormente durante o ano o que vemos é a PS3 a vender perto das 100 mil unidades mensais até perto de Abril, altura em que cai para as 50 mil unidades. A PS4 mantém-se perto das 150 mil unidades mês com picos em Março para as 450 mil unidades, e outros mais pequenos em Abril e Junho. Actualmente as vendas estão nas cerca de 100 mil unidades mês.



Vejamos agora as vendas da Xbox One:

xonex360

Tal como nas consolas anteriores as vendas no período de lançamento/natal, foram maiores. Mas o curioso é constactar que após a euforia do lançamento Xbox One e X360 basicamente venderam com valores muito mais próximos que os valores da concorrência. E se tal comoa PS3 a Xbox 360 estagnou nas 50 mil unidades mensais, a Xbox One andou lá perto em Fevereiro, afastou-se ligeiramente em Março, mas sem atingir as 100 mil unidades mensais, até que em um pico entre Março e Abril se fastou temporariamente chagando às 150 mil unidades (Lançamento de Titanfall!).

No entanto em Abril a consola cai e iguala basicamente as vendas da X360, apenas se voltando a destacar em Junho para as cerca de 75 mil unidades mês.

No global PS3 e Xbox 360 vendem em valores muito próximos, mas a PS4 vende em média o dobro da Xbox One, mas apesar de os dados serem ainda poucos há uma aparente alteração desta realidade constatada nos poucos dados de Junho. É que vendo o final do gráfico vemos uma aproximação da Xbox One à PS4. O motivo? A remoção do Kinect e descida de preços da consola!

Será que vamos assistir à recuperação da Xbox One? Só o tempo o dirá, e falta agora saber se teremos um “boom” sustentado ou um pico temporário semelhante ao criado por Titanfall.

Seja como for as boas notícias são que o mercado americano é apenas uma parte do mercado global, e contabilizando as vendas a nível mundial a Xbox One parece ter-se aproximado um pouco da PS4. Actualmente, de acordo com o VGChartz as vendas estão nos 4.8 milhões de Xbox One e 8,3 milhões de Playstations 4 (uma diferença de 3.5 milhões de consolas e que já foi de 3,9 milhões).

Será que a descida de preços para $399, o aumento de vendas globais e a subida que vemos no final dos gráficos significam o renascer da consola? Ainda é cedo para dizer, mas aparentemente sim, e a Xbox prepara-se para atacar o mercado com mais força do que nunca.



Posts Relacionados