Vice Presidente da Epic chama à PS4 o PC de jogos perfeito.

O Vice Presidente da Epic comparou a PS4 ao “PC Perfeito para jogos” citando a fenomenal combinação de hardware e experiência de utilização.

Sony disc loading validation system00

Em uma entrevista recente, Mark Rein, Vice Presidente da Epic apelidou a decisão da Sony de utilizar componentes de PC para a sua PS4 de “muito inteligente”. E isto porque na sua opinião permitirá aos criadores de software uma rápida integração com o hardware da consola.

Curiosamente foi igualmente feita uma comparação com o actual hardware PC, onde a maior parte dos sistemas operativos são ainda 32 bits, possuindo claras limitações no acesso à memória, o que permite à PS4 passar claramente o que a maioria dos PC’s pode fazer.

Assim Mark acredita que esta decisão de criar um PC com uma arquitectura melhorada foi uma grande decisão. E acrescenta ainda “Não nos vamos esquecer que temos 16 vezes a memória da PS3 – o que não é algo insignificante. E sabendo que todas as máquinas podem lidar com isso, poderemos fazer coisas ridículas e malucas com a consola

Publicidade

Retomando o nosso artigo

A questão é que não só 8 GB não é ainda a memória base nos PCs, mas a maior parte dos sistemas operativos é 32 bits, limitando o acesso a algo perto dos 3.92 GB de RAM. E com placas gráficas com 1 GB de RAM isso quer dizer que o PC fica limitado a usar pouco mais de 2 GB de RAM. E essa será uma limitação que não existirá na PS4, onde todas as consolas poderão aceder livremente aos 8 GB.

Curiosamente esta é uma situação que mostra uma clara vantagem da PS4 face aos PCs. As pessoas esquecem que os programadores não programam para o seu PC mas para a média do mercado. E com os PC’s na sua maioria a mostrarem um hardware inferior ao da futura PS4, o máximo que actualmente os PCs de topo poderão esperar ver é um acrescentar de efeitos gráficos e melhorias nos tempos de acesso ao disco. Mas nunca jogos que requeiram e precisem efectivamente dos 8 GB de RAM uma vez que esses não correriam nos sistemas mais baixos.

É por este motivo que Mark considera que com a PS4 “…Eles fizeram o PC para jogos perfeito”. E acrescenta: “Sempre disse que o que ditará a próxima geração não é apenas a força bruta do harware, mas sim os serviços e a simplicidade da experiência – As coisas que fazem com que seja tão simples e fácil correr um jogo na PS4 como é no iPad

Mark acredita igualmente que a Microsoft fará com a sua Xbox 720 algo “nas mesmas linhas da PS4

Publicidade

Posts Relacionados