Voice Coil actuators e gatilhos resistivos. Como funcionam e quais os benefícios?

5 3 votes
Avalie o nosso artigo

O Dualsense distingue-se de todos os controladores até agora existentes pelo seu uso, e ele permite um nível de realismo inédito.

A primeira consola a trazer-nos um sistema de vibrações refinado foi a Switch com o seu HD Rumble.

Basicamente o que a Switch oferece não é muito diferente do que a PS5 agora nos traz, com a diferença que acaba por ser menos refinado ao ser baseado em “Linear Resonant Actuators”, uma versão menos capaz dos “Voice Coil Actuators”.

Para terem uma percepção de como os Voice Coil Actuators funcionam, olhemos para uma coluna de som. Quando há um som que tem de ser transmitido pela coluna, o cartão que constitui a coluna de som tem de vibrar de um a determinada forma e frequência que permita criar o com que vamos ouvir.

É um sistema de previsão extrema que nos permite transmitir áudio usando um mero pedaço de cartão.



Ora o mesmo principio está aqui aplicado aos “Voice Coil Actuators”. Basicamente o comando vai vibrar de acordo com o som em causa, e é isso que o torna preciso, refinado e realista. Aqui, em vez de uma folha de cartão a coisa é diferente pois temos uma bobine dotada de um íman que se estende mais ou menos, conforme a vibração, conseguindo causar uma sensação precisa, refinada e  afetada pelo posicionamento 3D do áudio que se “reproduz” no interior do espaço do controlador.

Note-se que as imagens são apenas um exemplo. A velocidade de movimentação e a frequência de movimento e inversão de movimento é variável e ultra rápida.

Basicamente os Voice Coils são como pequenas colunas de som, que existem no interior do controlador, mas associadas a peso conseguem transmitir uma sensação física do som reproduzido no interior de todo o espaço 3D do controlador.

A isto associa-se uma outra tecnologia… os Gatilhos resistivos.



Basicamente aqui temos um motor que oferece resistência ao pressionar dos gatilhos, sendo que o gatilho pode mesmo fazer foça contrária ao movimento do dedo do jogador, transmitindo uma sensação de resistência ela mesma adaptada ao som.

Estas novidades do Dualsense trazem um nível de imersão até hoje inédito. É uma sensação de nova geração que apenas a PS5 oferece, e uma das situações que permite viver-se o jogo como nunca antes.



Não se confunda isto com um Rumble ou com gatilhos de impulso… porque pura e simplesmente não é disso que se fala. O que aqui temos está num patamar deveras superior, e não comparável.

Vejam aqui o mecanismo em funcionamento:



5 3 votes
Avalie o nosso artigo
10 Comentários
Antigos
Recentes
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Livio
Livio
1 mês atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Mais um excelente artigo explanando o que o Dualsense está oferecendo para a nova geração e que todo o elogio a respeito do joystick em nada tem a ver por ser da Playstation ou da Sony.

Acharia interessante se tivesse(vou até procurar) um vídeo a mostrar o rumble dos controles do Xbox, para exemplificar que não se trata da mesma coisa.

nETTo
nETTo
Responder a  Livio
1 mês atrás

OFF DF News
https://youtu.be/N06yMnlz5b0

Mais um embate entre PS5 e Xbox Series

Modo de desempenho :
PS5 em 4K dinâmico (2275x1280p ~ 3840x2160p)
XSX em 4K dinâmico (1920x1080p ~ 3840x2160p)
XSS em 1080p dinâmico (1280x720p ~ 1920x1080p)

Modo de qualidade:
PS5 em 4K nativo (3840x2160p)
XSX em 4K dinamico (3328x1872p ~ 3840x2160p)
XSS em 1440p dinâmico (1920x1080p ~ 2560x1440p)

Modo de desempenho de taxa de quadros:
PS5: 59,99 fps em média (máx .: 60 fps / min: 59 fps)
XSX: 59,97 fps em média (máx .: 60 fps / min: 56 fps)
XSS: 47,06 fps em média (máx .: 60 fps / min: 30 fps)
*O PS5 no modo Performance tem um bug estranho que causa gagueira, mas não relacionado à taxa de quadros do jogo.

Modo de qualidade da taxa de quadros:
PS5: 30,00 fps em média (máx .: 30 fps / min: 30 fps)
XSX: 30,00 fps em média (máx .: 30 fps / min: 30 fps)
XSS: 29,99 fps em média (máx .: 30 fps / min: 27 fps)* Um pequeno rasgo no XSX e XSS no modo de qualidade.
Tools?

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  nETTo
1 mês atrás

Na moral, tá muito estranho esse SX. Eu acho que tem um gargalo legal aí…

Carlos Zidane
Carlos Zidane
Responder a  Sparrow81
1 mês atrás

Gargalo no SX eu não sei… mas desde o Road to PS5 que o Mark Cerny disse que ia minimizar os do PS5 e o resultado taí. O cara é realmente um gênio.

Sparrow81
Sparrow81
Responder a  Carlos Zidane
1 mês atrás

Com certeza. Mérito do Cerny em remover todos os gargalos e também em otimizar a comunicação dos componentes, diminuindo muito o tempo de espera. Isso que nem foi utilizada ainda a grande cartada do ps5.

Fernando Molina
Fernando Molina
Responder a  nETTo
1 mês atrás

Me corrija se eu estiver errado, mas me parece que texturas, draw distance e sombras estão melhores no X

Livio
Livio
Responder a  Livio
1 mês atrás

E para aqueles que ainda acham que o controle do Xbox One faz o que o Dual Sense faz é só ir no passo 13 do link abaixo e compare o mecanismo do controle do One com o do DualSense (No passo 16 mostra o trigger sendo desmontado):
https://pt.ifixit.com/Guide/Xbox+One+Elite+Controller+(Model+1698)+Trigger+Assembly+Replacement/98221

PS: Se não tiver convencido, realize uma busca no mesmo site (ifixit) com as palavras “Xbox One Wireless Controller Trigger Rumble Motor Replacement

PS2: Ao pesquisar por imagens do trigger do joystick do controle do Xbox One vejo uma imagem da GamesRadar na qual tem um controle de One e com as palavras Haptic Feedback e no texto há o trecho:

Microsoft actually introduced the technology (haptic feedback) into its controllers with the original launch of the Xbox One. The Xbox One controller arrived with what Microsoft calls impulse triggers, which included adding four vibration motors to the pad. There’s one behind each trigger, and one in each grip, which when combined creates a better sense of in-game directionality and depth, especially when it comes to gunshots, car crashes, and explosions.

Alguns leitores daqui chegaram a relatar que usaram o rumble do gatilho no Forza e gostaria de saber se sentiram o que o trecho acima fala (profundidade e direcionalidade) pois, como citei ontem, há uns 3 dias testei meu controle do One no Forza 6 (texto da GamesRadar cita Forza 5) e eu com um carro danificado ao apertar o gatilho do freio o carro puxava para o lado, mas na questão do rumble ou da combinação dos 4 motores não senti nada que representasse direcionalidade e profundidade, só sentia mesmo o gatilho esquerdo tremer, sendo que o carro puxava para a direita.

Fernando Molina
Fernando Molina
1 mês atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Estou doido pra experimentar esse controle, e o PS5 de um primo chegou ontem, mas com esse maldito vírus não posso ir jogar com ele, só saio de casa pra ir trabalhar

Carlos Zidane
Carlos Zidane
1 mês atrás
Avalie o nosso artigo :
     

Caramba, esse Dual Sense tá se mostrando mais bacana que eu pensava… O sistema do Switch já parece ser excelente, se esse vai além… Interessante.
Minha dúvida é se não vou quebrar tudo isso aí 😅

error: Conteúdo protegido