Windows 8: Número de vendas do sistema operativo poderá ser maior que as instalações

Aparentemente as vendas divulgadas pela Microsoft não correspondem ao número de utilizadores uma vez que computadores produzidos mas não vendidos estão incluídos no lote.

Windows8

A Microsoft divulgou recentemente que o número de licenças vendidas do Windows 8 atingiu os 100 milhões. Mas será que isso quer dizer que o Windows 8 já possui no mercado 100 milhões de utilizadores efectivos?

A questão é que a Microsoft inclui nestas vendas as entregas feitas aos seus parceiros e fabricantes OEM. Quer isso dizer que poderemos estar a falar de licenças existentes em computadores ainda não vendidos, ou mesmo de licenças para computadores que ainda nem sequer foram fabricados.

Mas qual será então o número efectivo de computadores com o Windows 8 em uso? Esse é um dado desconhecido que a Microsoft não revela, motivo pelo qual só se pode especular.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

E é aí que entra Patrick Moorhead, analista principal da Moor Insights & Strategy,  e que estima que o número real de dispositivos com Windows 8 e efectivamente a uso, seja na realidade  pouco mais de metade desse valor, estimando-o em cerca de 59 milhões. Este é um número especulativo, mas baseado em números do estudo da Net Applications que refere que o Windows 8 possui uma quota do mercado windows de 4,2%.

Para colocarmos os 59 milhões em perspectiva bastará dizer que o Windows Vista, um OS que já não é entregue em computadores novos, e visto pelos utilizadores como uma versão muito pouco optimizada do Windows, possui ainda mais de 70 milhões de utilizadores, mostrando que na realidade o Windows 8 não caiu no gosto de tantos utilizadores como isso.

O anúncio do número de licenças vendidas em detrimento do número de utilizadores não é mais do que uma campanha de imagem para o Windows 8, por parte da Microsoft. Dar a entender ao mundo uma realidade diferente da real, persuadindo assim mais facilmente a adesão ao mesmo. Mas a coisa não está fácil.

Fonte: ComputerWorld

Publicidade

Posts Relacionados