Xbox 720 terá drive de blu-ray e duplo GPU.

Segundo informações vindas de alguns criadores de software a Xbox 720 deverá atingir o mercado já no Natal de 2013, e ao contrário do que anteriormente se especulava, a consola terá uma drive de Blu-Ray.

Mas se a notícia do Blu-Ray era esperada pois seria a única forma de a consola poder aceder a conteúdo físico vendido nas lojas, já uma outra notícia se mostra como novidade absoluta. É que a consola deverá possuir não um, mas dois processadores gráficos.

A novidade aqui é que não estamos a falar de duas placas gráficas a funcionar em conjunto com uma a processar as linhas pares e a outra as linhas ímpares. Aqui as placas funcionarão de forma independente, apesar de o resultado final ser obtido em conjunto.

Publicidade

Retomando o nosso artigo

As especificações das placas gráficas deverão ser equivalentes às usadas nas actuais série 7000 da AMD, mas aqui o Crossfire não existirá. Os dois GPU’s estarão estruturados para trabalhar como se fossem dois PC’s independentes, cada uma delas criando os seus próprios itens. Assim uma placa poderá tratar exclusivamente dos cenários e a outra das personagens, juntando-se depois o resultado final, e permitindo-se assim situações como nunca foram até hoje obtidas.

A nível de processador central as coisas não parecem ainda muito definidas, mas o processador deverá ter entre 4 a seis núcleos, sendo que caso se aplique o último caso um dos núcleos será reservado ao Kinect que deverá ser algo de origem na consola, e outro ao sistema operativo.

Como medida anti pirataria prevê-se que a Xbox 720 exija uma ligação constante à internet, uma situação algo ridícula particularmente tendo em conta que as consolas são levadas por milhões de pessoas para férias em locais onde não possuem contrato ou ligações internet. Criar-se-à aqui uma situação de desagrado face ao público tremendamente elevada até porque a internet é algo que tem custos e pagamentos mensais, não sendo justo que uma pessoa fique privada de uma consola só porque não tem ou não quer ter internet. Mas enfim estamos preparados para os processos em tribunal contra a Microsoft pela aplicação de uma obrigatoriedade não necessária para o bom funcionamento de uma consola, e que certamente noticiaremos aqui.

Publicidade

Posts Relacionados