Xbox One e PS4 – Consolas sempre online?

O marketing diz que não. Mas será verdade? Será que a PS4 e a Xbox One podem viver sem estarem online?

online

Infelizmente, mais uma vez, o cliente foi “comido”. PS4 e Xbox One são, quer se queira, quer não, consolas dependentes do online, e isso apesar de nos ser prometido que tal nunca aconteceria e que as consolas seriam plenamente funcionais offline.

Nos primórdios dos jogos, estes eram o que eram. Lançados com uma boa dose de teste, os jogos eram simples o suficiente para poderem ser testados e escrutinados de forma a serem eliminadas as bugs.

Mas a realidade era: As que passassem… passaram. E elas seriam uma característica do produto para sempre.



E esta realidade, apesar do aumento da complexidade dos jogos, manteve-se até à geração PS2/Xbox. O jogo comprado, era o que era, e com ou sem bugs, o que vinha no CD do jogo era aquilo com que teríamos de viver para o resto das nossas vidas. As bugs eram basicamente “características” do jogo que teriamos de aceitar.

A geração PS3/Xbox 360 alterou essa realidade. A presença de um disco rígido permitiu a instalação de correcções, vulgarmente mais referidas como patches. E com os patches começaram a surgir os jogos lançados com problemas sérios que iam sendo corrigidos posteriormente.

Ou seja, com estas consolas começa uma nova era: a do jogo que pode ser corrigido com o futuro patch. No entanto, durante a anterior geração estavamos ainda numa fase intermédia, os jogos lançados possuiam qualidade e o patch apenas corrigia problemas pontuais. Daí que diga-se que nessa fase, a possibilidade de correcções não foi necessariamente uma coisa má.

Mas infelizmente com a PS4/Xbox One as coisas foram levadas ao extremo. É que infelizmente, actualmente são poucos os jogos que saem sem problemas basicamente críticos ao ponto de tornar os jogos inúteis ou injogáveis. E os patches passaram de uma realidade pontual para algo basicamente necessário e obrigatório.

A realidade é que ao contrário do que sempre sucedeu, onde qualquer jogo em qualquer consola guardada por um coleccionador, pode ser reactivado e jogado, independentemente da sua idade, desde que o hardware e media estejam em condições, com as novas consolas, certos jogos, infelizmente a grande maioria deles, não tendo acesso aos últimos patches, são basicamente injogáveis, problemáticos e longe de oferecerem qualquer tipo de experiência satisfatória.

Resumidamente, quer queiramos ou não, as novas consolas são um produto onde o online é algo que não podemos dispensar. E isto porque sem ele, muitos dos seus jogos não são jogos sequer.

 



Posts Relacionados